Inauguração da Praça Sara Kubichek

andredecourt's foto van 2-7-04

 

Depois da especulação imobiliária ter sumido com a praça Santa Leocádia já no final dos anos 20, para se construir, inclusive o Roxy e a Galeria Real, os moradores dos postos 5 e até o 6 ficaram sem nenhuma praça, a prefeitura tentou contornar o déficit com a Praça Sara Kubichek nos anos 50, mas a praça nunca pegou … foi até ampliada nos anos 90, com a demolição de um prédio de apartamentos que lhe era fronteiro, inclusive aparece à esquerda da foto, mas emparedada por um muro, não obstante o belo painel com desenhos de Millor Fernades continua sub utilizada até hoje.
Tentou-se fazer um espaço para terceira idade, mas como tudo no Rio Cidade de Copacabana foi mal avaliado, acredito que os idosos do bairro, muitos sozinhos, querem ver movimento, e não ficar escondidos atrás de um muro, para isso bastariam ficar em casa.
Talvez muitos tenham ficado surpresos com a citação da praça Santa Leocádia, mas é verdade, a praça seria muito parecida com a Serzedelo Correia, ocupando todo o quarteirão entre as ruas Bolívar, Xavier da Silveira, Aires Saldanha, e Av. Copacabana, o fato dela nunca ter sido urbanizada, como as outras do bairro, no surto urbanizador que Copacabana viveu de 1919 a 1929 indicava que se tinha outras idéias para o espaço.
As autoridades prometeram que seria criada uma nova praça na região, mas os terrenos na época já estavam quase todos vendidos na região litorânea do bairro, e o valor fundiário aumentava cada dia mais, afinal Copacabana tinha ficado “chic”.
O único vestígio da velha praça fica no prédio de fronte ao Roxy, do outro lado da Av. Copacabana, onde por muitos anos, se não me engano funcionou a Tavares, o prédio em seu último andar possui um grande relógio, parado a décadas e já sem o ponteiro dos minutos, e que muitos moradores nunca repararam e que quando esse edifício foi construído deveria ser visível dos terrenos da futura/preteria praça.
Vale a pena na esquina dar uma paradinha e olhar para alto, é uma grata surpresa descobri-lo.

Um detalhe interessante na foto é reparar a Av Copacabana ainda de mão dupla, com ônibus e bondes se espremendo na via

Comments (30)

soso 2-7-04 10:14 …
Voce sabe tudo da historia do Rio ein!!!!!
Bela aula de Historia 🙂 , vou reparar no relogio qnd passar pelo roxy.
A foto ta show.
Abraços!!!
henrique 2-7-04 10:34 …
Só este trecho da Av. Copacabana era de mão dupla, pois o Tunel da Barata Ribeiro – Raul Pompéia ainda não havia sido construído.
Os ônibus chegavam ao final da Barata Ribeiro , entravam à esquerda na Djalma Ülrich, e faziam mão dupla até a Rainha Elizabeth.
Os bondes, no entanto, daziam mão dupla em toda a extensão da Av. Copacabana!
Eu ia e voltava ao Colégio Mello e Souza de bonde.
andredecourt 2-7-04 11:01 …
Pois essa situação da falta de investimentos nos bondes foi a causa de sua extinção, de um lado a gente tinha uma Light já no final de sua concessão, desinteressada em investimentos e ainda se fiando por leis e regulamentos antigos como o que determinava que os bondes tinha que ter seus trilhos assentados mais à esquerda possível da via, como de um poder público já comprado pelo lobbie da indústria automotor.
Já nos anos 40 os bondes deveriam ir pela Av. Copacabana e voltar pela Barata Ribeiro.
Henrique eu não tinha certeza se nessa época a mão dupla vigorava em toda a Av. Copacabaan por isso omiti o fato, obrigado por elucidar
aagg 2-7-04 11:08 …
Muito bom de ver e ler!
luanua 2-7-04 11:55 …
Esse flog é uma viagem…
Todo dia venho aqui e fico lendo quietinha, calada, me emocionando e me deliciando com um RJ que abandonei há 20 anos.
Parabéns pelo excelente trabalho de pesquisa.
Um abraço
Melanie
natureco 2-7-04 11:57 …
Oi Andre. Aquele casarão no posto 6 era amarelo, mas não tinha nenhuma torre. Só um enfeite na parte de cima com dois globos brancos. Vou enviar a foto para o Roberto e ele deve postar. Se você tiver alguma foto posta também para vermos.
Não perco uma só foto de seu flog. Acho um show de bola.
Abçs e bom fds.
apessoa 2-7-04 12:00 …
Rapaz, taí, dessa vez cê conseguiu me surpreender mesmo!
E do outro lado funcionou a Adônis, que agora virou mais uma nefasta drogaria…
Jason 2-7-04 12:11 …
Se não me engano, a loja Tavares ainda está lá até hoje… Manjo o prédio desde meus tempos de Miguel Couto Bahiense. Acho que os ponteiros do tal relógio sumiram nos anos 80.
Por volta de 1990/1991, fotografei o predinho que viria a ser demolido anos depois para a ampliação do que hoje é a praça Sarah Kubitschek. Aliás, é o edifício que aparece nesta foto…
E, André, mande a imagem em alta resolução pra mim… Tenho que descobrir se o conversível atrás do Volvo é mesmo uma Skodinha!
Jason 2-7-04 12:12 …
Isso – Adônis, não Tavares…
Mais uma farmácia, é? Esse troço dá mais grana que Igreja Universal!
tumminelli 2-7-04 12:35 …
Isso é aqui pertinho…
Nos anos 70 essa praça tinha uns brinquedos, escorrega, balanço… brinquei muito. A praça era cheia de cocô de cachorro e fedia a xixi… eca! Com o Rio Cidade ela está mesmo escondida.
Qt ao predio do relogio, sempre olho pra ele. É impressionamet o descaso dos moradores para com ele. Mas pode ser que o conserto fique caro. Uma pena.
Abs
Roberto
PS: atualizado meu log. Praia do Flamengo por volta de 1920 – FOTO INÉDITA
http://www.fotolog.net/tumminelli/?pid=7988770
rockrj 2-7-04 13:36 …
Fiz muito ponto em frente da Adonis, na decada de 60, com os amigos…ficavamos vendo as meninas passarem e jogando conversa fora. Um abraço!
rockrj 2-7-04 13:42 …
Corrigindo, a loja em que ficavamos em frente, era a AGACE que ficava em frente ao Roxy, no mesmo lado da Av.Copacabana…
Jason 2-7-04 13:43 …
Vamos lá: o de trás é realmente uma Skodinha conversível (os modelos da marca tcheca eram importados pela Motokov, que também vendia o carro Tatraplan e as motos Jawa e CZ). Um detalhe copacabanense: em um dos boxes do posto do Edifício Ferrini trabalhava o Oldrich Kyllar – que, justamente, consertava Skoda…
Aliás, o Kyllar veio da Tchecoslováquia para o Brasil DIRIGINDO uma Skoda, atravessando o Saara! (Em Dacar, ele embarcou o carro para o Rio.)
Quanto ao carro da frente, não é Volvo. Não tou conseguindo identificar. As formas abauladas lembram os Volvo PV 444, Peugeot 203 e Ford 46 – só que os pára-lamas dianteiros são integrados à carroceria. Mistério. Algum palpite???
andredecourt 2-7-04 13:46 …
Parece muito com o 203, mas será que algum dos muitos ingleses que vieram prá cá depois da guerra.
A história do Kyllar, acho que v/c já tinha me contado
andredecourt 2-7-04 13:48 …
A AGACE hoje é uma agência bancária
nubio 2-7-04 14:18 …
Trabalhei neste edifício (na Imobiliária Delos) na década de 60. Se não me engano ficava na Av. Copacabana, 1100. Na hora do almoço dava até para ir à praia. À tarde jogávmos futebol ou saímos com garotas.
Jason 2-7-04 14:35 …
Era Agacê, com circunflexo no E.
Provavelmente pertencia a algum Humberto Carvalho, Heron Costa ou Hélio Chagas…
henrique 2-7-04 15:30 …
Ao fundo, na Av. Copacabana, dois “Lotações”.
soso 2-7-04 16:12 …
Voce acertou!!!!
A pessoa tava c/ mto tedio mesmo , pq nao estava acontecendo nada na hora, eu tb tava c/ tedio na janela , e vi ela la ae resolvi tirar uma foto 🙂
Abraços!
seeds 2-7-04 18:11 …
Obrigado pela dica, André. Vou lá me apresentar.
E, sempre, parabéns.
oz65 2-7-04 18:53 …
Que foto fantástica, André! Realmente Copa tem poucas praças pro tamanho e população que tem. Adorei as imagens dos bondes e ônibus antigos!
Abraços!
joelmarinho 2-7-04 20:10 …
Ali na Bolívar, Xavier da Silveira…por ali, acabou sobrando uma pracica, na boca do Corte do Cantagalo. É isso ou estamos falando de lugares diferentes ???
– achei isso engraçado:
andredecourt @ 2004-07-02 19:03 said:
mas o guest book não está bom..risos..
– e não está mesmo…. tentei mandar uma fala para o Pikyto e acabaram indo 3 vezes a mesma fala…!
Abraço !
henrique 2-7-04 20:18 …
joelmarinho:
Será que vc está se referindo à praça Eugenio Jardim?
A pRaça dos Bombeiros?
joelmarinho 2-7-04 20:36 …
Isso, a Eugênio Jardim. Obrigado Henrique !!!
Já brinquei muito lá…..e isso já faz um tempo danado !!! Morava na Xavier da Silveira, 57. Estudava no Mallet….era um tempo calmo.
henrique 2-7-04 20:50 …
Belezzzzz….joelmarinho!!!
Joguei muitas peladas lá nos bombeiros
eduardo bertoni 2-7-04 21:43 …
já matei tudo sobre o carro do Tumminelli:
o carro é o BMW de 500 hp que o JRO vai dirigir como pace-car no MotoGP de domingo. Sentado à direção está o próprio JRO. À esquerda, na frente vê-se a cabeça do André. No meio, de chapéu , temos Jason ( não o da sexta-feira 13)e sim o dos automóveis.Tummy está de chapéu branco, sorridente, entre as duas meninas.
O bisa fotografou…
gustavocarmo 3-7-04 15:23 …
Jason e André, esse carro da frente não é um Tucker Torpedo, não? Tem uma mulher na frente e um monte de gente encostada na traseira parece que a escondendo. As linhas laterais e aquelas duas “depressõeszinhas” no capô está lembrando muito o Tucker. Eu tenho uma miniatura aqui no meu quarto e estou comparando com ela.
lucia 4-7-04 12:37 …
Andre, nesse predio morava o Alemão o pegador de jacare das maiores ondas de Copa.
GustavomaridodaLucia
Roberto Valentim 25-4-07 2:07 …
André,brinquei muito nesta Praça, nos anos 70. Gostaria muito de ver (se possível) mais fotos da Avenida Copacabana no trecho entre a Gonçalves Dias e a Barão de Ipanema, incuindo as Ruas Miguel Lemos, Djalma Ulrich, Ayres Saldanha, Bolívar e Xavier da Silveira, onde estudei por 9 anos no Colégio Mallet Soares (sempre com medo da D. Estephania, he, he, he!

7 comentários em “Inauguração da Praça Sara Kubichek”

  1. Excelente este site. A Praça Sarah Kubitscheck sempre foi suja. É um retrato do abandono que os cariocas sempre incentivaram em sua cidade. O que é público, para o carioca não tem dono.
    É como as fachadas dos prédios… Cada um manda fazer sua janela do jeito que quer, e esquece o coletivo.
    A prefeitura deveria incentivar a conservação original de fachadas dando desconto nos IPTU’s.

  2. Beleza de foto ! foi tirada do edifício Andraus ou do Neder? Em 1956, quando fui morar lá, chamava-se Alameda Glorinha … AÍ, QUISERAM CONSTRUIR um prédio na área da praça e os moradores foram ao prefeito ! Onde estão Terezinha, Sandra, Solange, Susie, Lúcia, César, geraldo, lourinho Fomos desse tempo (bons tempos), testemunhas oculaaaaaaaaaaaaares!

  3. adorei ver essa fóto da nossa querida praçinha , pos eu fui criado nesse prédio, que foi demolido era o edífício Santa Therezinha morava com os mes avós e meus tios um deles era Jóquei e eu morava no 508 na época de garoto meus amigos me chamavam, de Chininha gostaria de encontrar aquela turma Tadeu,Carlito Marrá e muitos outros como o Carlos
    4

  4. gostei muito de ver essa fóto da nossa querida Pracinha ,pos e fui qriado e morei muito tempo nesse prédio que foi demolido que saudade era o Edifício santa Terezinha 1110 eu morava no 508 o porteiro era o senhor Brasil e o fachineiro o Bingo eu era o Chininha gostaria de ver aquela turma Tadeu que morava no ANDRAUS Carlito que morava no mesmo prédio que o meu no 301 o Marrá o carlos a Raquel e seus irmãos moravam na av Copacabana enfrente ao meu prédio e muitos outros

  5. Aquele prédio na Praça Sarah Kubitscheck que foi derrubado chamava Edifício Santa Terezinha, morei muitos anos ali no 1093 da Avenida Copacabana, de 1953 até 1967, onde o Chico Anísio também morou

  6. Eu era irmão do Mario Francisco que andava de moleta, era amigo do Moacir Silva que era jockey, Babau, Edu que morava no Andraws, Emiliano Queiroz, Paulo Santos, Atanael, do Juliano contador de piadas e muitos outros

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

What is 15 + 6 ?
Please leave these two fields as-is:
IMPORTANTE! Para evitar a quantidade enorme de spams, você precisa responder a conta para provar que você é gente de verdade...