Variante das Paineiras

Conforme mencionei na Segunda passada ao postar uma foto do Mirante Dona Marta posto hoje uma foto aérea da construção da Variante das Paineiras, construída pelo DER-DF para substituir o trecho da estrada original que datava da época de Passos, partindo ela do final da Rua Alm. Alexandrino e chegando até o Hotel das Paineiras.
A nova estrava visava facilitar não só o acesso o hotel, na época um dos melhores da cidade, como também melhorar em muito o acesso ao Corcovado por carro, além de por fim, oferecer um ligação de qualidade para a integração Norte-Sul- Oeste da cidade. Pois pela Variante aumentava-se a capacidade de acesso do Cosme Velho e Santa Teresa à Estrada do Redentor, que daria a opção de acesso à Zona Norte pela Estrada do Sumaré e também à Zona Norte ou mesmo à Oeste pela Av. Edson Passos e Estrada de Furnas.
Como falamos semana passada a nova Variante ainda permitiu que se abrisse a grande parte da população a belíssima vista do Mirante D. Marta, pois a partir da Vartiante foi construído um acesso moderno e seguro ao belo platô.
Para melhorar o entendimento da imagem, a parte superior mostra a bifurcação da variante das Paineiras com a Rua Alm. Alexandrino. A via bem estreita que parte da direita para esquerda ainda no topo da imagem era a velha estrada, hoje rebatizada de Estrada Heitor da Silva Costa. Na parte inferior da imagem temos a aproximação do cotovelo que tem o trevo de acesso a Estrada Mirante D. Marta

7 comentários em “Variante das Paineiras”

  1. Em que ano foi isso?
    A Estrada das Paineiras tem semelhança com a das Furnas, a Av. Edison Passos e a própria Estrada do Corcovado. Teriam sido abertas na mesma época?
    A estrada do Corcovado foi aberta em 1945 e inaugurada junto com a remodelação do complexo do Cristo Redentor, que existe até hoje. Antes dela não havia acesso rodoviário ao alto do Corcovado.
    Enquanto isso a estrada Heitor da Silva Costa (nome do construtor da estátua do Cristo) encontra-se fechada e abandonada, o trecho inicial junto a Santa Teresa está fechado pelo Ibama, vêem-se trechos a partir do trem do Corcovado, e no ponto onde se junta com a Variante o caminho está bloqueado por terra. Não faço idéia do estado do restante da estrada.

    1. Todas foram abertas com a mesma técnica construtiva, a de acesso ao Cristo é a mais antiga, mas as outras 3 foram reformadas na mesma época, junto com a construção da Estrada das Canoas pelo DER-DF, todas nos anos 50. Já postei uma foto da Estrada de Furnas tendo curvas retificadas.

      1. Acredito que tenha a ver com esse surto de construções as características grades de barras de ferro paralelas que eram usadas nos viadutos, lembro que a Av.Brasil toda a partir de Deodoro era assim. A Estrada da Canoa tem (ou tinha) um modelo próprio que não era usado em mais nenhum lugar.

  2. Caro André,
    Sinceramente estou perdido. Ao Hotel das Paineiras conheço 2 acessos. Um que vem de quem chega pelo Alto da Boavista e outra de quem acessa pelo Cosme Velho e passa pelo Mirante Dona Marta. Este último pode ser acessado também pela Almirante Alexandrino. No mais, estou perdido na foto acima. S O S.

    1. Na reralidade Victor a foto não engloba o hotel, mas sim o início da subida quando há a bifurcação com a Alm. Alexandrino (onde começa o concreto), e um outro trecho superior após o trevo para o D. Marta. Citei o velho Hotel das Paineiras apenas para localizar que estrada é essa e mencionar a importância que o hotel tinha na cidade nos anos 50, não o escombro abandonado de hoje.

  3. Eu me lembro quando a seleção brasileira se concentrava nas Paineiras. O que causou a decadência do hotel? Não havia planos de se fazer um centro cultural ali? Daria pelo menos uma excelente casa de festas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

What is 2 + 8 ?
Please leave these two fields as-is:
IMPORTANTE! Para evitar a quantidade enorme de spams, você precisa responder a conta para provar que você é gente de verdade...