andredecourt's Foto von 01.12.05

Hoje teremos um post duplo com o Tumminelli

Ontem o Roberto mostrou uma foto da rua da Carioca, antes da reformas de Passos, com sua topologia colonial bem decadente ( http://www.flickr.com/photos/carioca_da_gema/68671416/ ) a foto, já da cepa de Malta é uma das milhares que o fotógrafo produziu acompanhando as extensas mudanças urbanísitcas que aconteceram na cidade naquela época.
Malta não só fotografou as obras e os novos prédios, ele fez também um grande inventário do que havia antes das obras, e também orientou através de suas fotos os processos de desapropriação do governo federal e prefeitura.
Contrastando com a foto do Roberto, vemos a rua da Carioca em 1907 com os seus trabalhos de urbanização prontos, os oitis plantados, os belos lampiões a gás instalados e os sobrados, tão característicos dessa pitoresca rua, já prontos no seu ecletismo arquitetônico.
É uma pena hoje que não obstante todos os benefícios dados pelo projeto Corredor Cultural, muitos deses imóveis careçam de uma bela reforma, a rua da Carioca ao meu ver, depois de uma grande melhora nos anos 80, onde quase todos os prédios foram restaurados entra em um novo ciclo de decadência……aliás a cidade luta há pelo menos 30 anos para sair da decadência, e com incompetentes e aproveitadores no comando será difícil….
Do lado direito da foto quase todos os prédios permanecem como hoje, está aí a charada, perto da onde essa foto foi tirada ????

Comments (25)

leflaneur 01.12.05 08:19 …
Seis meses é muito tempo, isso não é possível.. Duvido que vc consiga, eu mal consegui 3 meses quando tive hepatite. E só consegui porque a boca estava um fel, tudo tinha gosto amargo…
Perto da Praça Mauá???
Tá tudo tão limpinho, será que era assim? duvidê-ô-dó, pois sujeira no Rio é mais tradicional que baiana em escola de samba.
leflaneur 01.12.05 08:35 …
O problema é que, quando eu penso em ficar esse tempo todo, eu penso: e por quê? Nunca consegui achar razões, de fato ou de direito, que me comovessem a fazer isso. Mas sou solidário, se vc decidir, dou força. Mas para mim isso seria o inferno nessa vida. Ah, e outras coisas são outras coisas, a bebidinha companheira de todas as horas não se confunde com nada neste mundo. Como dizia o Vinícius, “o problema é que ELES são muito chatos”. Eles é ótimo, é por isso que eu bebo também… heheheh
luiz_d 01.12.05 08:36 …
Rua da Carioca, perto da Praça Mauá?
Tem gente que, após os 3 meses de abstinência, resolveu tirar o atraso.
PS: esta promessa do André é inacreditável!
http://fotolog.terra.com.br/luizd
jban 01.12.05 08:59 …
Praça Mauá ????????????????????? :-O Talvez Eugenio Jardim ….
Essa foto foi tirada da Esquina com a Praça Tiradentes ou Largo do Rocio.

..
.
Rafael Netto 01.12.05 09:04 …
Vou tentar descobrir agora na hora do almoço, mas já chuto que o prédio grande à esquerda deve ser o Cine Iris.
Fiz um comentário sobre o Matchbox lá no /lerfamu.
http://fotolog.terra.com.br/rafael_netto
jban 01.12.05 09:05 …
Nem preciso dizer que ali, na calçada da esquerda andando com seu casaco, colete e chapéu, nosso onipresente, enigmático e holográfico personagem se encaminha para o trabalho, na Igreja da Lampadosa, alí na Avenida Passos, onde trabalhava como zelador. Claro que foi demitido depois de dois meses, por ter urinado na água benta e surrupiado o dinheiro da caixa de ofertas, rapidamente gasto em bebidas, mulheres e jogatinas…
edubt 01.12.05 09:17 …
Eu gosto muito da Rua da carioca, apesar do abandono. O belissimo Cine Iris virou um antro de prostituição, o ex Cine Ideal virou sei lá o que. O transito é insuportavel. Salvam-se ali o Bar Luiz, Ao Bandolim de Ouro e outras poucas lojas.
Qt ao descaso das autoridades eu não me impressiono mais. Depois que cinco pessoas são assassinadas em um ato tipico da Al Quaeda e a desgovernadora pastorinha e aquela bola incompetente de gordura, o Conde, não falam absolutamente nada, não posso esperara absolutamente nada do poder publico.
Fernando 01.12.05 09:38 …
O Cine Ideal virou palco pra festas gays
Marcelo Almirante 01.12.05 09:39 …
Parece uma rua de Lisboa.
Rafael Netto 01.12.05 10:41 …
Localizei o local (!), infelizmente não deu pra tirar foto pelos motivos que vocês já sabem.
Mas tirei outras que em breve estarão lá no meu flog…
Os prédios da direita parece que não foram muito mudados, já do lado esquerdo existem algumas mudanças, hoje já bem antigas.
O interessante até hoje é o contraste entre o lado esquerdo, pré-Passos, com sua série de sobradinhos quase iguais, e o lado direito, reconstruído no alargamento da rua, de grandes construções em estilo eclético, todas diferentes umas das outras. Tem até um prédio em estilo mourisco, que aparece nessa foto.
http://fotolog.terra.com.br/rafael_netto
AG 01.12.05 12:05 …
Tem uma música do português Raul Ferrão (acho que aqui nenguém conhece) que a Amália Rodrigues cantava (acho que essa todos conhecem) que dizia:
“Lisboa não sejas francesa
com toda a certeza
não vais ser feliz
Lisboa que idéia daninha
vaidosa alfacinha
casar com Paris.”
E lá no fim arrematava;
“… Lisboa não sejas francesa
tu és portuguesa
tu és só p’ra nós.”
Eu olhando essa Rua da Carioca, acabada de nascer, não sei porque, me lembrei dessa briga que alguns portuguêses no início do século (apesar dessa música ser dos anos 50) tinham contra quem queria fazer de Lisboa uma “parisinha” lusitana.
Perderam a parada, lógico, basta ver algumas expressões portuguêsas como “pequeno almoço’ (café da manhã) “quarto de banho” (banheiro) e outras, para ver que os portuguêses sempre tiveram uma admiração pela cultura francesa a ponto de querer imitar até os detalhes mais simples.
O Rio foi ao contrário, a cidade, ao invés de continuar francesa, bandeou-se para caminhos tortuosos da especulção devastadora. Mesmo que alguma coisa decô e nouveau tem restado aqui e ali, o resto são caixotes do mais horrendo mau gosto.
AG 01.12.05 12:05 …
Detalhe curioso: ali na direita vemos uma senhora de saia preta com uma sombrinha também preta. Trata-se do ator e compositor inglês Ivor Novello, avô de conhecido e burlesco comentador desse flog que, na ocasião, fazia um “laboratório” para uma peça que entraria em cartaz em Londres 6 anos depois. Aos que perguntavam porque um laboratório tantos anos antes da estréia, Mr. Novello repondia com altivez:
– My friend, a teatro must be vivido com muita sacrificia. I, now, estar fazenda muita sacrifícia.
Bem, coisas do teatro inglês (eu diria e até da marinha inglêsa…)
Rafael Netto 01.12.05 12:24 …
Ninguém descobriu onde fica????
edubt 01.12.05 12:54 …
O negocio ta insuportavel:
“Copacabana – 15hs
Troca de tiros na Galeria Menescal em Copacabana deixa pelo menos um ferido
Alba Valéria Mendonça – O Globo
RIO – Pelo menos uma pessoa ficou ferida numa troca de tiros ocorrida na tarde desta quinta-feira no interior da Galeria Menescal, em Copacabana, durante uma tentativa de assalto. O ferido foi levado por policiais do 19 BPM (Copacabana) para o Hospital Miguel Couto”
Rafael Netto 01.12.05 13:21 …
KCT!!!!
SEQUESTREM LOGO OS MOLEQUINHOS!!!!
jban 01.12.05 14:04 …
AG,
Ledo engano. Aquela senhoura de sombrinha é a mesma que no século XXI, diverte-se a dar marcha a ré em alta velocidade na Av Vieira Souto. Àquela época era moça mais comportada, como era de bom tom para as raparigas de família…
lucia 01.12.05 15:11 …
:))))))
;))))))))
😛
prfragoso 01.12.05 19:58 …
Estou com o Rafael Netto. Foi tirada perto do Cine Iris, só que no sentido do Largo da Carioca e não da Praça Tiradentes…
Rafael Netto 01.12.05 21:33 …
Já que ninguém matou e o Decourt não respondeu…
A foto foi tirada quase em frente à Guitarra de Prata. O último dos pequenos sobrados à esquerda deu lugar a um predinho decô que hoje abriga o Bar Luiz. O Cine Iris não é a primeira construção alta neste lado, e sim uma das seguintes.
Do outro lado os prédios estão praticamente do mesmo jeito. O prédio mourisco é o que tem a primeira torre, que hoje está meio mal cuidada e não parece tão imponente ao vivo. Acho que a segunda torre (do prédio vizinho) não existe mais, porém aquela fachada “avançada” está lá do mesmo jeito e me ajudou a localizá-lo.
tumulos 01.12.05 23:09 …
Eu tive a impressão de que o primeiro estabelecimento a direita, que tem toldo grande, seria o local onde hoje funciona, se não me engano, uma loja chamada Lidador.
Keila 02.12.05 00:39 …
Perto da esquina da Ramalho Ortigão (no lado direito)?
Rafael Netto 02.12.05 07:12 …
Na verdade um pouco mais pra frente, na direção da Praça Tiradentes.
No lado direito, bem ao lado do primeiro sobrado, existe uma das poucas “descaracterizações” da Rua da Carioca, um prédio decô de uns 8 andares. Andando pela calçada quase não se percebe, porque mantém um térreo “de sobrado”, com loja e entradinha lateral. Mas o prédio em si é recuado e deixa o casario “banguela”.
http://fotolog.terra.com.br/rafael_netto
andredecourt 02.12.05 07:48 …
O Rafael acertou, a pista era o prédio em estilo mourisco !!!
Fco Patricio 02.12.05 08:06 …
Aqui está uma foto que gostaria de ter em minha coleção – uma imagem do passado com o atrativo adicional de muita gente na rua – isso enriquece e aumenta o valôr da foto. Detalhe: o charme da fig. Feminina co cintura de vespa)esq. na foto próx. ao post – logo atrás a tosca figura de um garrafeiro(?) de tamancas – provavelmente um antepassado meu …pelo menos… parece muito comigo! Esta imagem é bem do inicio do seculo pois a bitola do bonde é, visivelmente, estreita uma caracteristica de que este veículo era, ainda, puxado por burros ( lá estou eu a falar de novo neste animal)!
Fco Patricio 02.12.05 08:10 …
Mas que nó cego que estou hoje – a figura da bonitona está junto ao poste do André “Á Dta. na imagem” sendo seguida pelo tamanqueiro.