andredecourts foton från 2005-11-30

Aqui está a imagem integral de ontem.

Algumas curiosidades podem também ser vistas, como as gigantescas dependências da garagem de bondes do Largo do Machado, na parte superior direita da foto, as suas dimensões são muito maiores que o telhado que se destaca, as instalações da cia Jardim Botânico se espalham por um espaço hoje inacreditável.
E na rua Barão do Flamengo a manutenção do PA até hoje, só que com difrenças, no lugar de casas prédios e no lugar do enorme jardim que parte da praia rumo ao interior do bairro temos hoje uma enorme garagem, a qual tem a sua entrada no posto BR da praça José de Alencar.

Comments (16)

Rafael Netto 2005-11-30 07:00 …
Por acaso a garagem de bondes não corresponderia ao atual São Luiz e mais aquele terrenão da Rua do Pinheiro?
Acho que a maior parte do terreno da garagem de bondes ainda está lá do mesmo jeito, com a “Casa de Machinas” sediando aquele Instituto dos Arquitetos (?). Até o muro (mal cuidado) ainda é original, tirando a parte em que foi “recortado” para encaixar o novo prédio.
luiz_d 2005-11-30 07:22 …
Muito boa a foto grande.
Tem um meio “post duplo” com a foto da Rua Paissandu hoje lá em http://fotolog.terra.com.br/luizd
andredecourt 2005-11-30 07:36 …
Rafael uma parte do terreno desapareceu com as obras do Metrô e o raelinhamento do PA da rua do Catete
gerard_3 2005-11-30 08:00 …
Essa é a esquina do /369?
🙂
Bjócas!
De
edubt 2005-11-30 09:42 …
Fico imaginando a garagem lotada de bondes… vou plagiar: “quero um Delorean”
:-))))))))))
lucia 2005-11-30 09:56 …
Que diabos é um Delorean???
Isso parece marca de sutiãn!
Num tô dizendo que o TuTU tá esquisito??!!
:O
Leflaneur 2005-11-30 11:02 …
Delorean???
Denorex mais Du Loren? é um sutiã que combate a caspa.
Rafael 2005-11-30 11:32 …
Delorean não seria aquele carro que é quase um protagonista dos filmes “De volta para o Futuro”?
photomechanica 2005-11-30 11:37 …
Esse povo ai de cima não tem cultura de cinema americano…
tsk…tsk…tsk…
De Volta para o Futuro, ou “Back to the Future”, com Michael J. Fox, Christopher Lloyd e um DeLorean.
:-))))
AG 2005-11-30 12:13 …
O DeLorean é um carro tão “viajante” que na sua composição de “marketing mix” até cocaína entrou.
E outra curiosidade: o nome Du Loren da famosa marca comandada pelo “doido” do Roni Argalji, nasceu extamante do nome da famosa artista italiana, pródiga em atributos para qual o produto era fabricado.
Mas isso foi há 38 anos, antes dele chegar.
AG 2005-11-30 12:59 …
E se o Zé Rodrigo quiser saber uma curiosidade sobre o DeLorean, aí vai: o carro não foi a primeira escolha para a máquina do tempo.
O Robert Zemeckis, diretor e o Bob Gale, autor do roteiro escolheram como primeira alternativa um raio laser. Depois, para encrementar, pensaram num raio laser acoplado a uma geladeira. E para encrementar mais ainda, a geladeira era sobra de um teste atômico.
Quando eles chegaram a conclusão que o melhor seria um carro estranho, inusual, inovador escolheram o DeLorean. Mesmo assim, chegou-se a cogitar que, na volta do passado para o futuro, o carro teria que passar por uma explosão atômica muito comum naqueles tempos dos anos 50.
Zemeckis, numa decisão sábia, resolveu mandar o Bob Gale botar a bolinha no chão e enterrar aquelas lembranças de um tempo em que quase acabaram com o planeta.
Leflaneur 2005-11-30 13:57 …
Achei muito sem graça Delorean ser um carro. Um soutien anti-caspa era muito mais mercadológico. Imagina as pessoas andando pela rua com um soutien amarrado na cabeça…
luiz_d 2005-11-30 17:59 …
Fico imaginando os frequentadores destes nossos bares numa sala de aula.
O assunto era a Praia do Flamengo em meados do século XX e estamos aqui discutindo como curar a caspa com um soutien atômico, que viaja no tempo a bordo de um carro estranho…
O professor iria ficar louco!
http://fotolog.terra.com.br/luizd
AG 2005-11-30 19:51 …
Mas Luiz,
nossos flogs do coração são igual aos bares.
Começa com uma discussão sobre a política econômica do Palocci e termina no palpitante assunto de quem era melhor: Maradona ou Redondo.
Quer dizer, acaba para quem está bêbado.
Quem está um pouquinho mais sóbrio, entra pela cultura da beterraba na União Soviética, logo após o tratado de Brest-Litovsky.
Rafael Netto 2005-11-30 21:15 …
Decourt, depois que você falou do poste fui conferir, realmente existe um da era 1936 na foto nova, mas está muito no meio, não encaixa na composição. Mas a idéia está anotada.
Sobre o BTTF, eu consegui há muito tempo na internet um dos primeiros rascunhos (draft) do roteiro, o tal que fala da geladeira. O problema é que a máquina do tempo não viajava com ele, ficava no futuro. Só que “por sorte” o Doc Brown de 1955 já a tinha desenvolvido, só que faltava um “ingrediente mágico” que o Marty de 1985 descobrira… O lance do teste atômico era o problema da energia, que no filme pronto foi substituído pelo raio. No rascunho eles levavam a máquina do tempo (a geladeira) para o local do teste atômico onde ela absorveria a energia necessária. E o final é nonsense puro, muito mais do que no filme…
vodca 2005-12-01 06:19 …
oi querido…fui ver a exposição de fotos ontem sobre a avenida central e me lembrei muito de vc… tudo bem? bjks