Ambulância da assitência, 1907

foto de andredecourt en 26/10/04

Uma versão de quase 100 anos atrás de uma cena muito normal em nossa metrópole, vemos uma das modernas ambulâncias francesas compradas pela prefeitura em 1907 para fazer socorros nas ruas, hoje em dia esse atendimento é feito pelos competentes médicos e enfermeiros do Corpo de Bombeiros .
A caixa ao lado, pode ser o estojo de primeiros socorros da equipe ou um volume que o acidentado carregava, fazendo dele certamente um mascate ou um “camelot” como na época se falava dos vendedores que de porta em porta anunciavam seus produtos .

Foto possivelmente de Malta
Cadernos do Edmundo

Comments (36)

kasersose 26/10/04 9:03 …
A melhor pilsen no Brasil saiu do mercado: a Kaiser Gold. detesto essa tradição de cerveja levezinha, gosto de coisas picantes, amargas, pesadas…
Cheers!
e.
advogadissima 26/10/04 9:11 …
Bom dia!!
Desculpe-me invadir o seu flog assim, de inopino, mas é que minha mãe, carioca que só ela, teve a brilhante idéia de decorar o nosso apartamento de praia com fotos do rio antigo.. (o que foi ratificado por todos aqueles que usufruirão do espaço) e, segundo fontes seguras, você saberia onde eu posso conseguir tais relíquias..
Será que vc pode nos ajudar? 🙂
Eu e minha mãe agradecemos 😉
lylla_lausanne 26/10/04 9:11 …
Impressionante!
Sempre aprendendo por aqui!
😉
Abs
brites 26/10/04 9:20 …
Ótima foto! O ajuntamento popular parece tão tranquilo, comparado aos atuais…!
vodca 26/10/04 9:31 …
parece um carroussel né? ou seria roda gigante…
beijos
oz65 26/10/04 9:38 …
Que ótimo registro cotidiano! Gostei da ambulância. 🙂
André, não divulguei o curso dessa vez porque a turma tá quase fechada e vai ser na casa de uma senhora, e não num lugar público. Lembrei de divulgar em cima da hora mesmo. 😛
Abração!
jro 26/10/04 9:40 …
Isto certamente é um simulado para a foto.
Dúvido que o acidentado resistisse esperar.
De bicicleta um médico chegaria mais rápido.
:-))))
:-))))))
:-))))))))))
eduardo bertoni 26/10/04 9:43 …
Na hora que a nossa amiga Advogadíssima souber quanto estão pedindo por fotos do Rio Antigo vai preferir forrar as suas paredes com folhas de ouro…
alvarogabriel@openlink.com.br 26/10/04 9:45 …
Uma coisa que me chamou à atenção foi o número de fardados que a gente vê na foto — pelo menos, uns cinco eu identifiquei. Outra coisa é a sinalização de “trumbicado” só pelo fato do chapéu do infeliz estar largado no chão. Naquela época, estar sem chapéu era quase a mesma coisa de estar nu.
andredecourt 26/10/04 9:47 …
Exato Eduardo !!!
anapinta 26/10/04 9:53 …
Seria no campo de Santana ? Muito boa !
Soube ontem que somos vizinhos de Bairro Peixoto !
: )) Beijos !
/roney 26/10/04 9:59 …
muito interessante. se existisse a maquina do tempo, eu gostaria de voltar 100 anos (ou mais) no Rio de Janeiro…
rockrj 26/10/04 10:10 …
Belo registro!
leflaneur 26/10/04 10:19 …
Eduardo e André, deixem de ser chatos, a advogadíssima é minha amiga e ela merece uma dica. Tem lugares onde é possível achar fotos do Rio Antigo por bom preço. Claro que não são do Malta, nem originais, mas podem ser achadas… Vcs dois estão tocando o terror!
Essa foto certamente é um truque para mostrar a ambulância em serviço, essa pessoa caída no chão e todo mundo tão britânico à volta são irreais. Estaria um bafafá, pois bafafá é uma instituição secular no Rio de Janeiro.
andredecourt 26/10/04 10:24 …
Não Lefla, houve um processo inflacionário nas fotos do Rio, aquelas que v/c comprava nas feiras, salvadas de arquivos que estavam sendo jogados fora, a uns 5 anos atrás eram achadas por 5 reais e se muito, hoje já vi fotos e postais velhos na praça XV custando 20 30 40 reais, e nesse caso ainda para se usar como decoração, irá se gastar caso a pessoa não domine um tratamentosinho do phtoshop e claro a ampliação e a moldura, é legal, claro que é mas cada dia fica mais caro, espero que pelo menos isso seja um reflexo que as pessoas estejam interessadas na histório do Rio, história essa mais esquecida que roupa velha no armário
tumminelli 26/10/04 10:49 …
Me lembrou o Comedy Capers…
:-)))))
olimpia 26/10/04 11:37 …
Linda foto! Eu adoro procurar por esses objetos antigos.. As vezes consigo encontrar algumas coisas. E fotos também.. há, muitas fotos lindas, iguais as suas!!
analyzator 26/10/04 12:34 …
Na época ainda não existia Corpos de Bombeiros no Rio? Ou eles só se ocupavam exclusivamente do combate a incêndios?
mapas 26/10/04 12:40 …
Agora sei a origem da propaganda atual das ambulâncias do SAMU. Estou com leflaneur, falta a muvuca – os caras estão quase em posição de sentido. Mas é um registro valioso!
andredecourt 26/10/04 13:02 …
Os bombeiros existiam desde os tempos de colônia, mas eram voluntários, a corporação só começou a se estruturar no sec. XIX no segundo reinado, bombeiros agindo na saúde é coisa recente de pouco mais de 20 anos
artebrasil 26/10/04 13:26 …
Grandes imagens e informações por aqui, André.
Seu trabalho merece grande admiração!
“O cara sabe tudo!” heheheheh
Abração,
William
lucia 26/10/04 13:50 …
Demais a foto!
Como vai o Sr.?
O que temos de programação para a noite de hoje??
Alguma coisa boa? 🙂
Bj
Jason 26/10/04 13:53 …
Dessa ambulância aí eu nem tentarei arriscar a marca…
Um detalhe curioso: reza a lenda que os médicos cariocas não usavam branco. O hábito das roupas alvas foi lançado pelo Dr. Miguel Couto no fim do século XIX. Inicialmente, o clínico causou até uma certa estranheza com suas vestes claras!
Alguém pode confirmar essa história?
andredecourt 26/10/04 14:11 …
Nessa me pegou Jason !!
mapas 26/10/04 15:06 …
Essa é fácil, veja artigo do dr. Desiré Carlos Callegari em:
http://www.cremesp.org.br/revistasermedico/nova_revista/corpo.php?MateriaId=150
Síntese:
O uso de roupas brancas pelos profissionais de saúde é relativamente recente, aparecendo no Ocidente a partir do século XIX, com Pasteur demonstrando a letalidade dos agentes microbianos e tornando incontestável a necessidade de assepsia e limpeza dos ambientes hospitalares.
Assim, nada mais apropriado do que roupas de cores claras, pois facilitam a visualização de manchas, sujeiras, respingos de sangue e outras substâncias.
Antes disso, os médicos que atendiam o povo preferiam roupas de cores escuras como preto, verde-musgo e marrom.
leflaneur 26/10/04 15:12 …
Ms que coisa… Médicos de verde-musgo e marrom eu saía correndo na hora! Iria pensar que eram papas-defuntos querendo me ver acompanhando a moça da foice. Tô fora! Médico, no máximo de verde, feito um periquito ou de branco, feito um pipoqueiro. Advogado de terno, médico de jaleco.
anapinta 26/10/04 15:51 …
Anita Garibaldi , ao lado do Chez Lagarto . : )
rodperez 26/10/04 15:55 …
que flagra!!
odeon 26/10/04 16:31 …
Olha, não sabia disso, pensava que o
atendimento fosse feito somente pela Santa Casa de Misericórdia…
joelmarinho 26/10/04 17:21 …
ambulância francesa – isso era o que poderia existir de mais chique na época !!!! muito bom !!!!
angemon 26/10/04 17:38 …
fanmtáaaaaastica, essa foto! este flog é……….. História!!!amei!
anapinta 26/10/04 18:33 …
Não no amarelinho com varandinhas verdes , tres andares , tipo casa .
anapinta 26/10/04 18:55 …
Pertim , pertim , vamos marcar de encontrar um dia na pracinha , que não seja na quarta ! : ))Beijos !
anapinta 26/10/04 18:56 …
eu já tive 23 endereços diferentes ! : ))
bemaia 26/10/04 19:09 …
Não é um quiosque mas tem esse nome…hehehe
Beijos, Bê.
heiorn 27/10/04 0:08 …
Falando em areal, na foto da mãe do Cypher, ofereceram pro velho Lucas comprar a Delfim Moreira, quando era só areia.
Meu avô tinha grana, mas, sei lá pq, declinou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

What is 2 + 15 ?
Please leave these two fields as-is:
IMPORTANTE! Para evitar a quantidade enorme de spams, você precisa responder a conta para provar que você é gente de verdade...