Viaduto Ana Neri

Por motivos de obras nosso arquivo inédito, bem como os livros e demais materiais de consulta estão indisponíveis, portando faremos um repeteco de posts que foram realizados no fotolog desde o início do “foi um RIO que passou”, quando possível com os textos revisados e enriquecidos. O de hoje, publicado em Setembro de 2005.

 

Viaduto Ana Neri
Nessa foto da segunda metade dos anos 50 vemos o viaduto Ana Neri, que foi inaugurado em setembro de 1956.
Ele é um dos primeiros grandes viadutos da cidade, localizado entre os bairros de São Francisco Xavier, Jacaré, Rocha e Triagem e já naquela época com mais de 450 metros de extensão.
Tinha uma particularidade, pois não foi construído apenas beneficiando os automóveis, uma das funções primordias da construção do novo viaduto foi reestabelecer a rota original do bonde número 78 para Cascadura que tinha sido desviada em 1945 devido a eletrificação do ramal ferroviário e a eliminação da cancela que ali existia. Sua construção também fazia parte do programa do antigo DER de melhorar a agilizar os acessos dos bairros suburbanos e da zona Norte à Av. Brasil, principal porta de entrada da cidade.
Na foto certamente tirada da praça Natividade Saldanha, na realidade uma Park Way do viaduto englobando uma rotatória com o foco em direção a Triagem, vemos o viaduto com os trilhos de bonde e do lado direito uma unidade da IBM.

4 comentários em “Viaduto Ana Neri”

  1. Impressionante como os subúrbios eram bem cuidados…. o empobrecimento de lá para cá da população foi muito grande.
    Passei muito por aí na década de 70, meu caminho para a Av Brasil, e ainda estava relativamente bem cuidado.

  2. Esse Viaduto, Foi inaugurado em Setembro 1956 como já foi dito acima. Pelo Sr. Presidente da República Juscelino Kubichek. A Emprêsa IBM. Agora e à Rede Record de Televisão. a sequencia do viaduto se da na Rua Major Suckow. e em frente da Record continua o Senai.

  3. Passo pelo menos duas vezes por semana nesse viaduto e acho que (pelo seu tamanho e largura) devia ser de algum projeto grandioso que foi abandonado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

What is 7 + 15 ?
Please leave these two fields as-is:
IMPORTANTE! Para evitar a quantidade enorme de spams, você precisa responder a conta para provar que você é gente de verdade...