Por motivos de obras nosso arquivo inédito, bem como os livros e demais materiais de consulta estão indisponíveis, portando faremos um repeteco de posts que foram realizados no fotolog desde o início do “foi um RIO que passou”, quando possível com os textos revisados e enriquecidos. O de hoje, publicado em Maio de 2005.

Uma rara foto da velha rua da Misericórdia
A rua atual não possui mais o traçado original, pois com o desmonte do morro do Castelo e a demolição nos anos subsequentes de todo o bairro da Misericória a velha rua mudou literalmente de lugar.
Antigamente a rua da Misericórdia chegava a frente da igreja de São José, passava por “dentro” do atual prédio do Palácio da Justiça.
Era uma das ruas “maternas” da cidade criada logo que a cidade começou a descer do Castelo e pontilhada de pequenos becos, que demonstravam essa origem ancestral, como o do Guindaste e dos Ferreiros, o qual acho que é alguma das esquinas que aparecem na foto.
Essa foto foi tirada de fronte a Igreja de São José, e tomada em direção ao Calabouço, a esquina perto da curva possivelmente é a extinta rua Vieira Fazenda, antiga do Cotovelo.