Nessa foto aérea do meio dos anos 60 vemos  uma panorâmica da Lagoa e dos bairros de Ipanema e Leblon.
Nessa época as regiões fotografadas ainda não tinham sido devoradas pela especulação imobiliária e a restinga ainda podia ser vista sem recortes causados pela silueta dos espigões construídos poucos anos depois.
A foto também nos mostra, à cores, uma cidade ainda dominada pela iluminação incandescente, pois as lâmpadas de desgarga estavam apenas em pouquíssimos lugares, nessa época ainda possivelmente só na Praia do Flamengo.
É intessante ver as manchas de iluminação das duas praças de Ipanema, do Jardim de Alah e dos holofotes tanto da ABBR como do clúbe Sírio Libanes.
O litoral da Lagoa ainda não tinha sofrido os aterros do final da década, e podemos ver na penumbra a Ilhas das Dragas e o controno do trecho conhecido como “belém-brasília” ainda não urbanizado e iluminado só pelas luzes do muro do Jóckey Clube.
As favelas existentes à época, são borrões escuros na imagem, num tempo dos lampiões de querosene e quando gato era apenas um bicho peludo.