Mirante D. Marta, anos 60

Nessa foto do meio dos anos 60 vemos a chegada ao Mirante D. Marta, talvez um dos mais belos mirantes da cidade.

Seu acesso foi em muito facilitado para o grande público nos anos 50, com a construção da “Variante Paineiras”, na realidade o caminho onde hoje chegamos, partindo da rua Alm. Alexandrino,  ao Hotel das Paineiras, que vinha substituir a primitiva via aberta na época de Passos. E que será em breve objeto de um post.
Com a construção da variante, o DER-DF na gestão de Negrão de Lima como prefeito começou a abrir um novo ramal, com as mesmas técnicas construtivas até o topo do Morro D. Marta de onde se descortinava uma maravilhosa vista da Z. Sul.
No governo Lacerda o  mirante ganhou suas primeiras obras de urbanização, já que o acesso estava feito, obras que foram complementadas no governo Negrão, agora governador da GB.
É dessa época que temos nossa foto, vemos o piso em placas de concreto armado e a cerca em gradil metálico tão típicas das obras de engenharia dessa época em nossa cidade. O mirante ficou com essa arquitetura básica durante décadas, foi ficando abandonado e perigoso nos anos 80. No início da década de 90 houve novas obras no local, mas o perigo de se frequentar o local, pelo menos de dia só diminuiu em muito com a instalação de um heliporto turístico no local.
Agradecemos ao amigo Carlos Ponde de Leon de Paiva o envio desta imagem

10 comentários em “Mirante D. Marta, anos 60”

  1. Deve ser realmente um esplendor a vista daí… nunca fui.
    Hoje em dia, nunca irei, tenho medo.
    As placas de concreto no revestimento das estradas (me lembro que na Pres. Vargas também tinha) tinha uma durabilidade muito maior que o asfalto.

  2. Bela foto da zona sul, ainda mais sem a visão horrenda da favela da Rocinha, que nesta época se situava só do lado de São Conrado.
    Contudo eu tenho uma dúvida: afinal é morro Dona Marta ou Santa Marta? Já vi a elevação ser chamada de Santa Marta e a favela de Dona Marta.

    1. O nome oficial é Dona Marta. “Santa Marta” é nome popular, como Buraco do Lume ou Cinelândia.
      Milton Teixeira conta uma história interessante, que a rua São Clemente teria recebido este nome por causa de um certo Padre Clemente, e faz analogia do nome do morro/favela com esta história.

  3. Grande André, esta é minha primeira visita a este seu espaço. Meus parabéns. O tema da foto me é muito familiar: Escalava o Dona Marta à partir da General Glicério, nos bons tempos, quando tudo alí era absolutamente seguro. Essa vista era tão mais maravilhosa, quanto mais longínqua no tempo.
    Parabéns!

  4. O acesso ao mirante pelo CSI era uma trilha muito legal. Pena o perigo de hoje em dia. Estamos retrocedendo ao tempo dos quilombos nas matas e ao perigo que eles eram.

  5. Pelamordedeus, estive la por estes dias. Concordo que a violencia e crescente, mas a estrada estava bastante movimentada de turistas caminhando. Não achei com tanta cara de perigoso.

  6. Já fui muito ao Mirante D.Marta. Hoje não me atrevo mais a ir. Vejo-o da minha janela de casa.
    Derani, deixei hoje um comentário no post de 11 de julho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

What is 7 + 9 ?
Please leave these two fields as-is:
IMPORTANTE! Para evitar a quantidade enorme de spams, você precisa responder a conta para provar que você é gente de verdade...