andredecourts foton från 2005-12-12

Mas a realidade do túnel estava muito distante dos croquis mostrados sábado, o túnel ainda era um grande buraco sem nenhuma estrutura, os ventiladores ainda não tinham sido instalados até 1971/72, nas laterais da pista vergalhões e estruturas de concreto aguardavam a instalação das placas sintéticas de cor clara, laváveis e de um moderno sistema de iluminação.

Só havia uma faixa liberada, pois devido à precariedade do sistema e exaustão os técnicos do DER-GB não incentivavam o uso do túnel, nem queriam grande velocidade, pois o fluxo lento ainda sem ventiladores era melhor para a dispersão dos gazes, só em 1972 os ventiladores chegaram e foram instalados, completando o sistema anti-poluição do túnel que já contava desde 1969 com sensores de monóxido de carbono em vários pontos da galeria.
Essa iluminação, com braços e lâmpadas a vapor de mercúrio durou até 1982, e será comentada em um próximo post.

Comments (14)

photomechanica 2005-12-12 07:39 …
Só dava Fusca no túnel !!!
Já derrubei uns cavaletes daqueles, num jipão daqueles que hoje leva turista prá Rocinha…
:-)))
luiz_d 2005-12-12 07:48 …
Acho que, no início, a iluminação era só no trecho logo após as entradas.
Esta história de fila única era ótima para o equilíbrio emocional: você entrava no túnel, tudo escuro, sem ninguém do lado, podia gritar feito um louco – saía do outro lado, tranquilo, tranquilo, sem precisar pagar analista…
http://fotolog.terra.com.br/luizd
right_rj 2005-12-12 07:56 …
nada como cavar em ddireção à luz né?
jban 2005-12-12 08:50 …
A iluminação do Rebouças sempre foi precária até há pouco tempo..
edubt 2005-12-12 09:47 …
O que o Rebouças precisa com urgencia, assim como a cidade inteira, é asfalto novo. A cidade parece que foi bombardeada. São rarissimas as ruas que não tem um buraco sequer
AG 2005-12-12 10:31 …
Tive um amigo que tinha um medo pânico de entrar no Rebouças nessa época. Dizia que se sentia um mineirador do País de Gales descrito no filme do John Ford, Como Era Verde o Meu Vale.
Eu,confesso, também evitava passar por essa caverna do demo; enquanto eu não saía lá no Rio Comprido meu coração ficava em suspenso; entre a traquéia e o esôfago. E o pior é que levava uma eternidade aquela travessia mitológica do jeitinho que Homero gostava.
Hoje já não sinto tanto a sensação de “tatu do mundo louco” mas, que me preocupo, ah, me preocupo.
Rafael Netto 2005-12-12 11:24 …
Quando afinal foi inaugurado o túnel? 1964?
Sobre os buracos… acho que a Prudente de Morais é uma das poucas que não os tem, ou tem poucos… Mas o asfalto, além de solução, também é parte do problema. As ruas são consertadas removendo a camada superior (gasta) de asfalto e cobrindo com asfalto novo. Só que como a base não é refeita e permanece irregular, essa nova camada de asfalto também será. Em poucos dias, com o calor e o peso do tráfego, já surgem as primeiras valas.
Sem falar nas obras, que uma vez terminadas criam “buracos ao contrário”.
Mauro_AZ 2005-12-12 14:56 …
Basta eu olhar para essa foto para me sentir levemente sufocado (se e’ que isso e’ possivel) pelo cheiro de poluicao do escapamento dos carros… Aquilo que as pessoas erradamente descrevem como cheiro de monoxido de carbono, que na verdade e’ inodoro. Que saudades! (bota ponto de ironia aqui)
Rafael, tenho certeza que o Andre e outros tem a resposta exata, mas me fiando na minha memoria, vou arriscar que o tunel foi inaugurado entre o segundo semestre de 1968 e o primeiro semestre de 1969.
cidadedorio 2005-12-12 15:03 …
Nessa época, tinha muito Fusca mesmo!
Ontem mesmo, passei por aí, mas em vez de Fuscas, eu vi Vectras, Palios, Fox etc..
O Rebouças é o maior túnel do Rio? Ou aquele da Linha Amarela é maior?
Grande abraço!!
Visite meu fotolog do Rio, clicando no link acima!
Valeu!!
andredecourt 2005-12-12 15:20 …
O túnel foi inaugurado no início do Governo do Negrão de Lima, acho que em 1966/67, mas foi sendo colocado em operação aos poucos..aqui na série vamos acompanhar tudo.
Hoje o túnel da Covanca e ou outros túneis que fazem parte do sistema da linha Amarela são maiores que o Rebouças
fabinharaujo 2005-12-12 16:44 …
Nosssss… que precariedade! Se bem que as coisas nem mudaram tanto assim, ne?!..
Marcelo Almirante 2005-12-12 16:59 …
1967
No dia 3 de outubro, inauguração do Túnel Rebouças, na época o maior túnel rodoviário urbano do mundo.
Inauguração dos viadutos de Benfica, na Avenida Brasil, e do segundo viaduto do Trevo dos Marinheiros. Também nesse ano se encontram em etapa avançada de construção, os dois viadutos no cruzamento das avenidas Brasil e Lobo Junior, visando eliminação de cruzamento semaforizado no local.
Início da construção da “Auto-Estrada Lagoa Barra”, que em São Conrado atravessa e divide ao meio o Gáve Golf Club. A Auto-Estrada foi projetada em 1966, pela equipe do DER – Departamento de Estradas e Rodagem.
Conclusão do alargamento da rua Barata Ribeiro em Copacabana eliminando o afunilamento em trechos de 11, 10 e até 9 metros, garantindo uma largura uniforme de 14 metros de largura à pista de rolamento.
Rafael Netto 2005-12-12 21:30 …
Aliás chamar o Rebouças de “um túnel” é forçação de barra. Tecnicamente são quatro, ou vá lá, dois túneis com duas galerias cada. Mas sabe-se lá por que, os dois túneis de um mesmo sentido têm o mesmo nome, cada uma homenageando um dos irmãos Rebouças (são Antônio e André, não sei qual é qual).
Não seria muito mais lógico que o trecho Lagoa-Cosme Velho tivesse um nome, e o trecho do Rio Comprido tivesse outro?
O Túnel da Covanca é o único da cidade maior que o Rebouças, não sei se somando os dois trechos deste. E foi o maior do país até pouco tempo, quando lá em SP fizeram os túneis da Imigrantes que têm uns 3 km cada um (você entra no túnel no alto da serra e sai dele no pé da serra, simples assim…)
Celso Serqueira (mapas) 2005-12-12 22:03 …
Antes da instalação dos exaustores, os olhos ardiam por causa da fumaça. Era horrível.
Com os exaustores, que forçam o fluxo de ar no sentido do trânsito, o ar praticamente não passa pelas aletas do radiador (não tem “vento contrário”) e os carros só não fervem porque suas ventoinhas elétricas entram em funcionamento automático logo que entram no túnel. Veículos antigos, sem refrigeração forçada, ferveriam em massa no Rebouças de hoje. Abraço!