foto de andredecourt em 01/09/05

Uma foto aérea da Barra no início dos anos 70, é impressionante comparar com hoje como o bairro foi especulado em tão pouco tempo.

O que vemos é uma das partes mais antigas, fora a “Barrinha”, que são o Tijucamar e o Jardim Oceânico, a praça Professor José Bernardino mais conhecida como Pomar da barra , não tem uma só construção, a hoje movimentada Av. Fernando Matos também parece não possuir uma só construção, existem enormes terrenos vazios mesmo na orla.

Comments (28)

brites disse em 01/09/05 09:05 …
Acho q fui morar na Barra em 79. Antes eu já costumava saltar de paraquedas por ali, pelo aeroporto de Jacarepaguá. A mudança na paisagem de lá pra cá é impressionante!!! E o mais impressionante é vermos repatidos na Barra os mesmos erros executados no restante da cidade e q até hoje nos saem caros…!
Por exemplo, a av das Américas foi projetada para não ter nenhum cruzamento ou sinal…
*s bom dia!
Leflaneur disse em 01/09/05 09:20 …
Eu não suporto a Barra. Para mim será sempre um lugar árido, sem árvores, onde a gente chegava depois de muito penar, com isopores e o escambau para pescar com meu pai. Não tinha nada. Apenas nós e as marias-farinha. É engraçado como a Barra foi sempre isso para mim, um lugar parar ir passar o dia e ir embora. Não consigo me imaginar morando num lugar em que se tenha que usar carro para tudo.
h_casanova disse em 01/09/05 09:38 …
to the sky them a building
till the dust them a burning
brites disse em 01/09/05 09:40 …
A verdade é q atualmente não se precisa de carro para quase nada em boa parte da Barra, já q os grandes condomínios possuem comércio, escolas, serviços de todo tipo , bem como ônibus q levam seus moradores para outros pontos da cidade. Pena q ainda não haja um sistema de transporte de massa, q não tenho conhecimento de ter sido previsto originalmente. Hoje se fala em Metrô… será q chega lá algum dia?
Curiosamente tb ia com minha mãe à Barra qdo peq, só q adorava o ambiente selvagem, a praia limpa e vazia!!! Um dia inteiro só pra desbravar água e areia! E observar as interessantes maria farinha!
Qto a mim, hoje moro próximo `a floresta, em uma casa, só não tem riacho atrás, mas preciso de carro pra tudo, embora esteja proxima ao centro da cidade! E adoro!
*s
lucia disse em 01/09/05 09:45 …
Bom dia !!!
:)))))))))
lucia disse em 01/09/05 09:45 …
Aí, Lefla! Tô com você!
🙂
Luiz D´ disse em 01/09/05 10:01 …
Era um deserto total.
Levar uma menina para a Barra era uma tarefa difícil, mas quando se conseguia…
Saudades das boates, cheias de menores. Quando chegava o Juizado de Menores as meninas iam para o banheiro. Os rapazes, a maioria com mais de 18 anos, ficavam sozinhos nas mesas. Os fiscais levavam uma grana e tudo retornava ao normal…
E isso há menos de 40 anos atrás!
http://fotolog.terra.com.br/luizd
photoquim disse em 01/09/05 10:01 …
Dá prá ver a casa onde eu morei entre 1964 e 1970, na Fernando Matos…
[]s.
JQ//.
bwanis disse em 01/09/05 10:10 …
Impressionante essa foto!!!!
É triste o que estão permitindo fazer,não só com a Barra, mas com as grandes cidades em geral.
Não existe planejamento algum e por isso está tudo virando um grande caos!
Bjs
photomechanica disse em 01/09/05 10:17 …
Nesta época eu ia até o Recreio pela areia….de moto!!!
:-))
jban disse em 01/09/05 10:36 …
Morar na Barra ? Nem pensar ! Me lembro das “viagens”na Kombi do meu pai até o Km 18 da Av das Americas (que tinha outro nome), onde meu tio construiu uma casa lá pelos idos de 1967. Aquilo era muito longe e só para passar o fim de semana.
Estou com o Lefla e não abro. Só para passar o dia e voltar rapidinho para a “cidade”. …
edubt disse em 01/09/05 11:21 …
Bem, mais um que faz côro com Lefla, tb detesto a Barra. No inicio dos anos 70 eu ia muito no Clube Nevada, meu pai comprara um titulo do clube na decada de 60. O que havia lá? Quase nada… era uma viagem pra cegar lá, mas ainda é até hj. Chegar oa Recreio então… haja combustivel e saco pra aturar o transito.
Barra? To fora!
Já já, post duplo com esse.
:-))))
andredecourt disse em 01/09/05 12:11 …
Concordo com todos, a única parte morável da Barra é justamente essa que aparece na foto, onde se consegue fazer coisas básicas, como comprar um cacho de banana a pé.
Já a parte do plano Lúcio Costa virou algo árido e sem vida, uma cidade americana, onde até hoje não há um sistema de transporte humano
andredecourt disse em 01/09/05 12:14 …
Meu pai tinha um título do Novo Rio Country Club no Recreio, nem sei se exsite mais… Iámos no verão onde meu pai com seus amigos tinham fartura de quadras de saibro para jogar tênis, pois nessa época os clubes da zona Sul estavam com uma mania por quadras “duras”
Nem sei se esse clube existe ainda !!??!!
edubt disse em 01/09/05 12:31 …
post duplo no ar!
edubt disse em 01/09/05 12:31 …
http://www.flickr.com/photos/carioca_da_gema/39250547/
taí o link
Rafael Netto disse em 01/09/05 13:42 …
A parte do plano Lúcio Costa na verdade é pior que uma cidade americana, pois é coalhada de edifícios altos – as cidades americanas em geral só têm casas. Também acho que a Barra é ainda mais megalômana que os EUA, tudo é longe demais, embora nos últimos anos, com o maior adensamento e a proliferação de “mini-shoppings” isto esteja diminuindo.
AG disse em 01/09/05 15:16 …
Só existe uma razão para eu ir morar na Barra.
Graças a Deus essa razão ainda não apareceu.
Bwanis disse acima que “nã existe planejamento”.
Permita-me discordar de você, bwanis.
Existe planejamento sim, e muito bem feito, para espoliar, açambarcar, fraudar, enganar, subornar e muito mais na Barra. É um equivoco pensar que esses mega shoppings, essas giga condomínios, esses baita loteamentos, aparecem sem um processo de safadeza muito bem arquitetado.
É por isso mesmo que a Barra cheira a enganação, a fraude, a falsificação. A gente passa diante daqueles prédios tipo Cittá disso ou Downtown daquilo e parece que todos são feitos de isopor e papelão pintado. Nada tem aparência de real, de existente, de verdadeiro.
Por isso eu acho que muita gente que vive nos condomínios da Barra dão a impressão de já terem um passaporte magnético para Matrix.
Acho que já disse isso uma vez mas, para mim, a Barra é a maquete de Miami que foi jogada no lixo.
Marcelo Almirante disse em 01/09/05 16:51 …
Nessa época a avenida das Américas era conhecida como Estrada Rio – Santos.
A Barra é o fruto de um planejamento urbano desumano, bárbaro e cruel, por ser pensado na escala no automóvel e não do próprio ser humano.
Coisa de amador, mesmo.
Fotos Antigas do Rio de Janeiro
http://www.flickr.com/photos/quadro
photomechanica disse em 01/09/05 17:22 …
Não há como discordar da forma direta de abordar a Barra como a usada pelo Sr. AG.
Mauro_AZ disse em 01/09/05 18:01 …
Eu ia bastante `a Barra durante toda a decada de 70. Meu tio era socio do Clube Canaveral, na Av. das Americas. Ele me levava para pescar no trecho da praia perto do clube e tambem no trecho do canal da Barra no inicio da Av. das Americas, na margem oposta aos moteis. Anos mais tarde, o pai de um amigo meu comprou um apartamento num dos primeiros edificios construidos na Av. Sernambetiba. O predio tinha apenas 4 andares. Era para passar final de semana. :))) No final da decada, eu ia a Barra tambem `a noite… Boates, batidas e caipirinhas no Oswaldo, e depois como ja’ estava por ali mesmo com a namorada e com nada melhor pra fazer… direto pro motel. :)))
seeds disse em 01/09/05 19:46 …
Obrigado, André. Então eu não estava lá muito enganado não. Havia mesmo uma grande marquise em semi-círculo. Valeu. Acabo de ganhar uma apostinha com as suas duas fotos.
barulho_de_motor disse em 02/09/05 06:01 …
E isto aconteceu em todo litoral do sudeste e do sul. Camboriu, em SC, sofreu o mesmo tipo de degradação.
AndreM disse em 11/12/05 18:49 …
André, eu e minha família também éramos sócios do Novo Rio Country Clube, acho que desde a inauguração quando se chamava Motel Country Clube. Íamos lá quase todos os sábados ou domingos, era muito bom, tenho lembranças ótimas desse lugar. E ainda existe, faz pouco tempo passei por lá com minha mãe e conseguimos achar o clube, bastante modificado mas ainda basicamente o mesmo.
Sergio Souza disse em 10/01/07 07:30 …
Como morador da Barra há 5 anos e reconhecendo os problemas existentes, não posso deixar de criticar os comentários discriminatórios colocados aqui. Moro em um bairro onde, pelo menos no trecho onde moro, a água da praia ainda é limpa, posso ir a pé ao mercado (um Zona Sul excelente), padaria, mercado e tudo o que podia ir antes de me mudar para cá. Além disto, ainda uso o (confortável) ônibus do condomínio para ir diariamente ao trabalho. Já pensei em me mudar daqui, pois meus amigos e família moram na Zona Sul ou na Tijuca, mas só de pensar no que perderia e na falta de segurança destes lugares, mudei de idéia. Também temos problemas nesta área, mas ainda ando mais tranquilo por aqui que quando vou à outras partes da cidade…
Luiz Henriques Neto disse em 24/01/07 21:32 …
Praia limpa na Barra???? Onde?????? Não tem emissário lá! Todo o esgoto de todos aqueles condomínios dão na água. Você não vê a poluição, mas está lá.