Parque Proletário da Gávea VII

andredecourt's photo de 04/10/04

Semana Parque Proletário da Gávea

Como diz o ditado “a corda sempre arrebenta do lado mais fraco”
A PUC, certamente ajudada pela igreja Católica, e vários de seus ex-alunos que ocupam altos postos em nossa sociedade, fizeram forte lobbie para o traçado da via se desviar do campus.
Ficaram então as duas alternativas, a de número 2 seria a melhor, mas a mais cara e demorada, resolve-se então fazer a de número 1, a que temos hoje, verdadeiro absurdo, primeiro pela forte rampa, pois a diferença entre as quotas da Gávea e a boca do túnel Zuzu Angel é enorme e se v/c’s repararem bem no outro post, esse é o mais “direto” logicamente o mais inclinado.
Essa rampa no sentido Lagoa-Barra provoca lentidão, pois veículos pesados, ou de pouca potência tem grande dificuldade de galgá-la fazendo em baixa velocidade e atravancando o transito. Já no sentido oposto a grande inclinação dá aos veículos forte aceleração, sendo a causa de tantos acidentes, muitos com mortes naquele trecho.
Para realizá-la o então governo do Estado do Rio de Janeiro fez uma permuta com a PUC onde 41 mil metros quadrados de encosta não edificantes, foram trocados por uma área plana de 21 mil metros quadrados, juntinho da Marques de São Vicente, área essa da já renomeada CEHAB, terra essa da antigo Departamento de Habitação do Distrito Federal e tredestinado a parte do conjunto do Parque Proletário da Gávea, a condição seria a construção de salas de aula, mas o que vimos por muitos anos foi um grande estacionamento, sobe hoje em parte deste terreno uma construção, mas não sei do que se trata, ouvi falar em uma igreja.
Mas o pior de tudo foi cortar um prédio residencial com uma das vias mais movimentadas de nossa cidade, 48 apartamentos deveriam ser demolidos, ou seja um bloco inteiro do prédio, mas a boa estrutura e a criatividade dos engenheiros do DER-RJ, grande parte oriunda da equipe de elite feita na época da Guanabara, descobriram um meio de se demolir as Lages dos pavimentos inferiores sem derrubar o resto “módulo”, foram então perdidos “apenas” 21 apartamentos.
Para se evitar o barulho deveriam ser construídos 2 túneis acústicos, mas só um deles foi executado, protegendo a PUC, os moradores do edifício ficaram expostos ao barulho, até hoje num dos maiores absurdos urbanos de nossa cidade.
Há uma curiosidade, os que tem mais de 30 anos devem se lembrar da inscrição pintada na entrada da Lagoa-Barra no minhocão “Governo Chagas Freitas- Auto Estrada lagoa Barra – DER-RJ” pois essa inscrição foi um dos maiores outdoors da ineficiência do governo Brizola, ela passou fazendo propaganda do antecessor, seu governo todo e só foi retirada no governo Moreira Franco !!!
Comments (36)

jro 04/10/04 08:54 …
Belo texto André.
Acabei ficando no Rio e votei aos 45 do 2º tempo.
Entrei na minha seção às 16:59 !!!
JRO :-)))
faberpaganoto 04/10/04 09:13 …
é, né?
everjoy 04/10/04 09:16 …
Que loucura meu Deus do Céu…
lucia 04/10/04 09:22 …
Bom Dia. Sr. André!
Será que algum dia vai ser diferente? 🙁
gabila 04/10/04 09:35 …
Que coisa!!
Dá prá ter esperancas???
aqua_man 04/10/04 09:40 …
Que foto! Não tinha esta noção.
Abraços
cpessoa 04/10/04 10:05 …
Caramba! Que absurdo… eu nao conhecia a história deste prédio e nem do túnel. Adorei ficar sabendo disso tudo. Obrigada!
lylla_lausanne 04/10/04 10:25 …
Linda foto!
Merci, André!
😉
paulo_fonseca 04/10/04 10:45 …
Interessante relato!
Interessante também o fato de que sempre tive curiosidade de ver este prédio de cima e agora voce me proporcionou esse momento, com “juros e correção”.Abçs
joelmarinho 04/10/04 10:59 …
Prof. André…grande aula hoje…! Bom para começar a semana. Obrigado, abraço e até mais ler.
alvarols 04/10/04 11:16 …
Excelente texto, André!
Eu tb tinha a mesma curiosidade do /paulo_fonseca!
Abs e boa semana.
cidska 04/10/04 12:01 …
que foto…
muito boa.
;-))
betotumminelli 04/10/04 12:07 …
Os padres teriam que ter silencio para suas preces… vc não entendeu nada!
E pra variar o povo que se dane! E ainda me obrigam a votarrrrgh!
:-))
bwanis 04/10/04 12:24 …
Impressionante essa foto, André!!!
:))
alvarogabriel@openlink.com.br 04/10/04 12:34 …
Grande Aula, André. Grande texto e grandes elucidações. Só faltou você dizer a cor das meias do articulador dos Jesuítas que fizeram mais uma das suas. Não foi por acaso que o velho Marquês de Pombal correu com eles de Portugal e Colônias (portanto aqui também) por volta de mil stecentos e cinquenta e poucos. Eles só voltaram a mandar no ensino da colônia depois que a família real chegou por aqui.
rockrj 04/10/04 13:10 …
Quando estudei na PUC, diziam que futuramente uma avenida iria passar por alí…achava que seria uma coisa muito remota, e acabou não passando.
O traçado atual, também levou anos até a PUC concordar e conseguir levar vantagem na negociação…
antigos 04/10/04 13:12 …
É…
Vejo que isso realmente acontece em todo o canto do país…
eduardo bertoni 04/10/04 16:16 …
Alvaro,
As meias eram brancas…você já viu padre usar outar cor de meias?
:-))))))))))
eduardo bertoni 04/10/04 16:17 …
outar=outra…
gabriel_andrade 04/10/04 17:41 …
Nunca tinha visto de cima.
Não só a rampinha atrapalha o transito como o afunilamento das pistas q hoje em dia estão sub-dimensionadas.
abs.
animaaal 04/10/04 18:23 …
suas fotos e relatos são interessantíssimos, uma aula de cultura…
abraço
rockrj 04/10/04 19:14 …
Agora que consegui fazer a foto abrir…ela mostra perfeitamente a topografia da região!
Espetacular!
olimpia 04/10/04 20:35 …
Fantástico!!!!
phnovo@uol.com.br 04/10/04 21:06 …
Veio, esse teu fotolog ta maneiríssimo
rbpdesigner 04/10/04 23:00 …
caramba, além das informações, essa foto está fantástica!!!
[]s
cute_may 04/10/04 23:05 …
oiii tudo bem?
visitando algums flogs achei o seu muito bom
;]
;**
faz uma visita?
se gostar add
bjs
heilborn 04/10/04 23:13 …
Andre, cuida do seu fígado, menino! è um dos órgãos mais preciosos do mundo. A gente precisa dele pra digerir aa raivas… (qualquer chinês pode te dizer isso).
heilborn 04/10/04 23:28 …
Eu falo pq bebo.
E bebo pq que falo ahahahaha!
analyzator 04/10/04 23:28 …
Não sabia que essa via fora construída quando o Minhocão já existia, e que havi rotas alternativas para sua construção. Achava que o Minhocão tivesse sido construído em conjunto com a via, e o fato da via passar sob o prédio fazia parte do projeto de ambas as obras (teria sido idéia de algum arquiteto “criativo”).
heilborn 04/10/04 23:38 …
André, vai t.c. Sugiro uma terapeuta freudiana, resolve isso rapidinho. Ve lá se eu tenho idade pra ser sua mãe, hha!
😛
jro 04/10/04 23:56 …
Depois eu vou te dizer onde é que os chifres irão aparecer….
JRO :-))))))))))))))))))))))))
carolrosachoque 05/10/04 01:41 …
Bela foto!!!
Bjos
jaymelac 05/10/04 07:47 …
Acompanhei essa história na época em que aconteceu. O jogo do poder é mais monótono que a atual Fórmula 1; em certas situações sempre foi muito fácil saber antes quem iria ganhar…
brites 05/10/04 11:24 …
Tão bom e sério o trabalho dos profissionais q formam os quadros da Puc! Não haveria, com certeza, necessidade de ser tão baixo o esquema político de apropriação de área para implantação desta universidade…
carlosmarcelo 06/10/04 21:49 …
André,
Eu acompanhei a série, porém, não ficou claro para mim uma coisa: depois q desistiram de construir os demais conjuntos habitacionais, por que cederam o terreno todo a PUC, inclusive a área onde já sabiam que ia passar a estrada?
E como a PUC conseguiu construir num local onde era certamente o caminho de uma estrada, sem a prefeitura intervir?
antonio 07/10/04 08:23 …
a construção no estacionamento privado (é uma empresa particular que mantém e cobra caro!) é o ginásio da PUC… mas tem uma academia lá que nem é da PUC, é particular… mas o Canecão (e a “gaiola das loucas” não tombou aquilo?) e o Bingo ocupam área federal da UFRJ sem pagar nada ou quase e ninguém reclama também… o negócio é grilagem… não dizem que o presidente do Senado ficou rico grilando terras públicas? aliás, toda terra antes do descobrimento não era pública?