casa-bonifacio

Essa foto da Life, de 1973, é extremamente feliz em mostrar a casa Bonifácio perfeitamente íntegra com a decoração muito próxima ao início do séc XX.

Material sobre este comércio é muito difícil, mas o estabelecimento  era o mais famoso no início do séc XX final do sec XIX. Os produtos do “norte”,  na realidade região Nordeste do brasil, sempre foram muito apreciados nessa capital desde o período colonial, tendo inúmeros comerciantes ganhado fama comerciando rapadura, melaço, cachaça, castanhas, licores, doces, grãos, raízes produtos medicinais etc… Muitos ganharam fama e fortuna e seus establecimentos eram muito procurados, alguns inclusive ganhando selo imperial.
A Casa Bonifácio era uma delas, e talvez uma das maiores do gênero da cidade.
Nossa foto mostra o vendedor, um rapazola, em posição que talvez seu avô, que atendia com o nome de caixeiro, fazia décadas antes esperando a freguesia. A loja é um exemplo de armazém dos anos 10. Prateleiras de madeira escura, marquise metálica na fachada do sobrado, luminárias pendentes com globos opalinos, vitrines nas colunas nas portas para expor bebidas e garrafadas. E  junto à porta um balcão de gêneros mais baratos ou vendidos a granel.
Infelizmente, a exata localização não é possível pela foto. Embora há algum tempo atrás li um texto que contava sobre a história deste tipo de comércio, e se minha memória não me trai a Casa Bonifácio ficava na Av. Mal Floriano. Mas o tipo de urbanismo e o tipo de comércio ainda nos dão as seguintes especulações: Rua da Carioca, Uruguaiana após a Pres. Vargas, Praça Tiradentes e Praça da República.
Aos que se lembram da correta localização peço para mencionarem no post.