Panorâmica da Expo de 22

calabouco-expo-22-01

É curioso a presença de algumas imagens mais antigas no acervo da Life, anos antes da grande produção fotográfica da revista,  mas mesmo sendo de origem diversa não podemos de deixar de apreciar a fantástica qualidade dessa e de algumas outras imagens “extemporâneas”
O fotógrafo se encontra embarcado onde hoje é uma das cabeceiras do SDU e mira suas lentes para a exposição, mostrando muito dos emblemáticos pavilhões do evento.

expo-22-life-1

Nossa primeira ampliação mostra o Parque das Diversões, que abrigava bares, restaurentes, brinquedos etc… O local por ele ocupado hoje está dentro das instalações do COMAR no Aeroporto Santos Dumont.

expo-22-life-2

A segunda ampliação, mostra duas torretas e parte da cúpula do Pavilhão de Festas e entre elas, em primeiro plano a torre de 35 metros de altura do Pavilhão da Grandes Indústrias, que abrigou o Serviço Metereológico e uma casa de chá. Construído por cima do Forte do Cabouço, construção colonial, foi demolido no final dos anos 30, início dos 40 para a realização do novo plano viário da região do Castelo. Essa demolição deixou por décadas uma feia cicatriz la lateral do MHN virada para a Av. Gal. Justo, em muito suavisada nas obras de restauração do prédio que abrigou a Casa do Trem.

expo-22-life-3

A terceira ampliação mostra partes do Pavilhão das Grandes Indústrias, das Jóias e da Caça de Pesca, em primeiro plano e por de trás o grande Pavilhão dos Estados, projeto de Morales de Los Rios, que foi ocupado pelo Ministério da Agricultura após a exposição e demolido, criminosamente, na mesma época do Monroe pelo governo federal. Perdendo a cidade um dos pouquíssimos prédios com cúpula de vidro que a cidade tinha.
 

expo-22-life-4

Por fim em destaque o Pavilhão da Estatísca, que sobrevive até hoje, sem sua cúpula  e com um terceiro andar construído, como o Centro Cultural da Saúde.

9 comentários em “Panorâmica da Expo de 22”

    1. Conheço várias das imagens, o colega Marcus Cintra mandou também um farto sortimento de imagens da exposição de patrimônio do Arquivo Público Mineiro, que eram da coleção particular do presidente Arthur Bernardes

      1. Pois não sei. Entrei no site, no setor “coleções virtuais” ou algo assim, e lá estão as fotos, muitas do Malta, eu acho. Aliás, pode ser que o item seja mesmo Coleção Malta.

  1. Esta foto é de que ano? Parece que, atrás dos pavilhões, principalmente atrás do Calabouço, ainda dá para ver o falecido Castelo, ou ao menos algo que restava dele.

Deixe uma resposta para Luiz D´ Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

What is 14 + 15 ?
Please leave these two fields as-is:
IMPORTANTE! Para evitar a quantidade enorme de spams, você precisa responder a conta para provar que você é gente de verdade...