Praça Paris, Passeio Público e Monroe início dos anos 30

O amigo Carlos Ponce de Leon de Paiva nos brinda mais uma vez com uma excelente fotografia.
 A foto mostra a região do Passeio até a Glória logo após a construção da Praça Paris,  a sua arborização ainda é incipiente principalmente se comparada com a parte mais velha da Av. Beira Mar, realizada no período Passos. Na foto vemos, na sua base, os jardins do Palácio Monroe, que já tinham sofrido modificações em relação as fotos do início do século. No Passeio Público o histórico terraço já tinha substituído pelo conjunto do Teatro-Cassino, em estilo neo-colonial e que teria vida curta, sendo demolido pouco tempo depois na Adm. Dodsworth para resolver o problema de estrangulamento do tráfego na região do Passeio, que pelo que vemos na imagem realmente deveria ocorrer..
Na parte recém aterrada vemos que a Praça Deodoro tinha formato diverso de poucos anos à frente, onde seu “bico” junto a Av. Rio Branco seria modificado, o poste que ficava também nesse bico, era apenas um, e ainda não era um dos do conjunto de grande porte que chegou até os anos 60. E o mais notável é que o monumento a Deodoro ainda não tinha sido instalado, estando em seu lugar um pequeno terraço circular.
No Russel vemos o Hotel Glória e um dos primeiros exemplares de edifício de apartamentos na região. Bem ao fundo, nas encostas do Pão de Açúcar a Urca está se desenvolvendo como bairro e vemos já algumas construções que se destacam.
A imagem foi certamente obtida de uma das janelas do Ed. Odeon.

5 comentários em “Praça Paris, Passeio Público e Monroe início dos anos 30”

  1. Impressionante a resolução da foto, que por sinal está muito bonita!
    Re: é o segundo sub-solo, da garagem, que foi feito após as lages do primeiro e do térreo estarem concluidas (para escorar os prédios vizinhos).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

What is 12 + 9 ?
Please leave these two fields as-is:
IMPORTANTE! Para evitar a quantidade enorme de spams, você precisa responder a conta para provar que você é gente de verdade...