Nossa imagem de hoje é tirada da Pedra do Arpoador em direção à Ipanema  num dia de sol forte e praia lotada (para os padrões da época). A Av. francisco Bhering está tomada por carros desde seu entroncamento com a Av. Vieira Souto, que tamém se encontra apinhada de veículos. Junto a nós temos veículos muito interessantes como um Jaguar MK II, Morris, Citroen Traction e um simpático Jeep com capota rígida.
Onde hoje é o Parque Garota de Ipanema, ainda era uma área militar cercada, mas sem as construções que foram surgindo até os anos 70 quando a área foi entregue à municipalidade. A Francisco Bhering ainda é uma rua de casas, sendo o único prédio o solitário construído nos anos 40 no encontro dessa com a Vieira Souto e a Francisco Otaviano, sendo o pioneiro na orla de Ipanema Leblon.
Já em Ipanema podemos ver as torres do Castelinho, já igualadas em altura por um prédio que sobe na Rua Joaquim Nabuco e na extrema esquerda os prédios que subiam junto à Praça Gal. Osório.
Mas o ponto mais revelador da imagem está na direita superior, o Morro do Pavão praticamente vazio, vemos que a favela do Cantagalo ocupa uma pequena área junto ao início da Rua Barão da Torre, e a favela do Pavão-Pavâozinho nesse trecho não existe, vemos apenas as casas da Rua Saint Romain, hoje fagocitadas pela ocupação irregular alimentada pelo populismo.