Maquete do Estádio do Maracanã

Hoje republicaremos o post realizado no dia 18 de Abril de 2004, e fala sobre o Maracanâ, desde já agradeço as inúmeras mensagens de felicitações e boa sorte postadas aqui ontem, muito obrigado. Além logicamente das sugestões já avalizadas pela nossa web-designer de plantão !
Temos direto do final dos anos 40 a maquete original do Complexo Desportivo do Maracanã, construído nos terrenos do antigo Prado Itamaraty, do Derby Club .
Podemos ver que já eram previstos o ginásio, hoje o Maracanãzinho, bem como as outras arenas desportivas, mas é nelas e no sistema viário que o projeto e a realidade se diferem totalmente .
Reparem bem no estádio de atletismo, não tem nada a ver com o atual Célio de Barros , a pista era proposta numa angulação de 90 graus da atual, e se repararem bem existiria uma grande concha acústica, bem como as arquibancadas parecem comportar um número bem maior de pessoas que as atuais .
Já o Parque Aquático Júlio De Lamare também tinha no projeto uma fisionomia completamente diferente da atual, uma grande arquibancada, e apenas uma piscina, e temos também as estruturas perto das rampas de subida da Av. Maracanã, transparecem ser arquibancadas orientadas para quadras, possivelmente de tênis . Haveria um grande obelisco, e uma pequena construção ao lado do parque aquático, também não identificada, mas pelo formato lembra a de um planetário, talvez um velódromo.
Quanto às dimensões do complexo é interessante notar, que se incluía naquela época a área do antigo museu do Índio, que é hoje aquela casa em ruínas atrás do Maracanã, que pelo visto acabou não entrando nas demolições, talvez por na época ainda ser um centro e veterinária do Exército. Hoje o terreno do complexo acaba na altura do projetado obelisco, havendo ali um corte em diagonal e uma rua .
Já o sistema viário no entorno apesar de parecido não é igual ao atual, notem a pequena largura do que hoje é a Av. Radial Oeste, e como o espaço dado à estação Derby Club era generoso, é curioso também notar um viaduto nunca realizado certamente ligando a rua Visconde de Niterói ao eixo Av. Professor Manuel de Abreu e ao Boulevard 28 de Setembro

16 comentários em “Maquete do Estádio do Maracanã”

  1. Vou fazer duas observações:
    1ª) é em relação ao museu do índio, esta casa está totalmente abandonada, foi até invadida por alguns índios Tamoios,deveriam reconstruir ali o museu ou deixa-la para os índios venderem seus artesanatos, mas antes porém deve ser totalmente reformada.
    2ª) achei a idéia do viaduto boa, pois o trânsito naquela local melhoraria muito, evitando o retorno pela av. Prof. Manuel de Abreu para quem segue para o Vila Isabel ou em direção ao Meier.

  2. O viaduto da Mangueira seria muito mais útil se fosse com o traçado antigo, mas o problema agora seria a UERJ que ficaria no caminho.

  3. A webdesigner aceita sugestões?… para mim seria útil se a URL não tivesse o termo “fotolog” pois assim eu poderia acessar no trabalho…
    E acabei de pegar um bug, não tem navegação (próximo/anterior) entre os posts.
    Falei do novo fotolog para um amigo que é craque no WordPress e ele se ofereceu pra ajudar: http://www.patavinas.com

  4. Fico muito feliz com essa nova realização do ” Foi um Rio que passou “.
    Sempre fui um fã desse sítio, e apaixonado pela nossa Guanabara.
    Tenho feito alguns novos leitores daqui, entre meus amigos e conhecidos.
    Parabéns pela iniciativa e realização.
    Em tempo: também acho que o termo fotolog, deveria sair do contexto.

  5. Oi pessoal!
    Acabei de tirar o “fotolog” do endereço (estava com uma pequena limitação técnica que foi resolvida)! Estou trabalhando nas outras sugestões (Tutú, não esqueci dos seus “quotes”).
    Por favor, atualizem o endereço em seus “favoritos”, ok?
    Beijos,
    Dani

  6. Pois bem, os planos atuais são os de demolição do Célio de Barros e Júlio Delamare…
    Um charme do Maracanã é também algo que hoje serve de exemplo para não se fazer nos estádios: as rampas. Muita demora para percorrê-las e bastante tempo de uma delas até a arquibancada.Tanto que o atual acesso para as cadeiras comuns (pela Eurico Rabelo) é muito mais ágil.
    Ele cumpriu bem sua função de circo no “pão e circo”. Foi idealizado com lugres bem populares e desconfortáveis. Embora fosse uma noção de época que o futebol era uma diversão das massas, que pouco se importariam de se amontoar.

  7. Essa maquete é muito linda !
    E eu que adoro fazer maquetes desde os 12 anos de idade, e apenas por esporte, gostaria muito de ter o mesmo prazer que esta pessoa teve ao construí-la, mas o maracanã eu já vivenciei este momento, pois tenho um guardado em casa !
    Um grande abraço !

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

What is 5 + 11 ?
Please leave these two fields as-is:
IMPORTANTE! Para evitar a quantidade enorme de spams, você precisa responder a conta para provar que você é gente de verdade...