Ladeira da Misericórida I

andredecourt's Foto von 11.09.07

Teremos um pequena série sobre esse canto da cidade.

Na foto dos anos 30, vemos a Ladeira de Misericórdia, em foto tirada do largo do mesmo nome.
Apesar dela não possuir mais saída, pois o morro, núcleo inicial do Rio como cidade estabelecida e definitiva, já ter sido arrasado, a velha ladeira no seu trecho restante ainda possuia um pequeno conjunto de prédios antigos, que a acompanhavam nas antigas fraldas do Castelo, que estão lá até hoje.
O piso de pé-de-moleque está tomado pelo mato, e já não há mais nem iluminação pública, nem postes de energia, que apareciam em fotos mais antigas do início dos anos 20, era uma rua morta como é hoje, mas uma rua que ainda conservava na sua parte que restava um conjunto arquitetônico homogêneo.
Continua….

Comments (7)

derani 11.09.07 10:10 …
Sempre que passo por aí, dá vontade de subir a ladeira, mesmo sabendo que não há nada depois da curva…
Um dia faço isso.
luiz_o 11.09.07 10:29 …
Ué, já não teve uma?
euamoaey 11.09.07 14:16 …
Perdoe-me pela ignorância, mas onde seria esse lugar hoje? seria perto da Rua Santa Luzia?
Um grande abraço a todos!
andredecourt 11.09.07 15:28 …
Sim, é no final da rua de Santa Luzia, entre o complexo da Santa Casa e o Museu Histórico Nacional.
O prédio à esquerda da foto é o qual abriga a Igreja de Nossa Senhora do Bonsucesso .
jban 12.09.07 14:38 …
Da vontade de chorar….
alinegbrito 12.09.07 19:10 …
eu já subi…. e chorei! acho que o pessoal na rua pensou q eu era doida!
fiz questão de registrar o momento, fotografando meus pés pisando o calçamento pe´de moleque!
clauderio 12.09.07 20:58 …
Estou com o Sr. Derani, sempre quis subir para ver o que resta e sempre penso “Outro dia com calma”, vou morrer sem conhecer se eu continuar assim

2 comentários em “Ladeira da Misericórida I”

  1. Eu sinto uma emoção muito grande ao saber que outras pessoas, que eu nem conheço, pensem e sintam coisas semelhantes aos meus pensamentos e sensações não só em passar por este lugar, mas, também em imaginar como era o morro do castelo. Eu também ainda não subi a ladeira, mas, semana que vem subo. sou um apaixonado pelo rio antigo.

Deixe uma resposta para Mauricio Muniz tenha a certeza que voçe não está sozinho estou filmando ela para um documentário rioantigo1911@r7.com Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

What is 3 + 3 ?
Please leave these two fields as-is:
IMPORTANTE! Para evitar a quantidade enorme de spams, você precisa responder a conta para provar que você é gente de verdade...