Aérea- Santo Cristo, anos 10

andredecourt's Foto von 26.01.07

A foto aérea desta Sexta mostra a região do Santo Cristo logo após os aterros retificadores para a construção do porto.

Nela podemos ver claramente a divisão de urbanismos, na parte superior o espontâneo, gerado pela ocupação natural de uma área, e abaixo o urbanismo projetado, criado numa área antes inexistente e que foi conquistada do mar com aterros.
O Santo Cristo era uma das maiores regiões portuárias da cidade velha com seus trapiches e depósitos em águas abrigadas defendidas pelo Morro da Gamboa e com fácil acesso de vários leitos fluviais que vinham das antigas zonas suburbanas e cujo o litoral contava com duas pequenas ilhas a dos Melões e a das Moças. Com a construção do porto o litoral foi retificado tendo tanto a enseada como as ilhas, desaparecida.
A foto nos mostra com destaque a Igreja de Santo Cristo, até hoje no mesmo local, em sua frente vemos o desembocar da Rua Marquês de Sapucaí, em seu traçado original, com as modificações causadas pela construção da Linha Lilás e seus viadutos a Marquês de Sapucaí foi retalhada e aqui nessa parte desapareceu, embora seu traçado ainda exista, tendo os urbanistas, alongado a Rua da América até seu encontro com o Largo de Santo Cristo.
A Rua do Santo Cristo é na foto o divisor das duas urbanizações e marca o antigo litoral, nos terrenos ainda praticamente vazios vemos os velhos trapiches, já sem função se projetando para um mar que está a centenas de metros do seu local de origem. O trapiche da extrema esquerda da foto, já tinha sido modificado se transformando num armazém na Av. Cidade de Lima, que já está urbanizada e arborizada.
Na base da foto vemos o leito da ferrovia que servia aos armazéns internos no porto, hoje uma via abandonada que começa a ser iluminada e conservada pelo poder municipal, pois por décadas estava sob a administração da Central, que, com o desmonte do sistema de transporte ferroviário no país parou de fazer sua manutenção, a transformando num dos lugares mais assustadores da cidade nos últimos anos

Comments (15)

Rafael Netto 26.01.07 06:33 …
Essa eu não precisei pensar muito pra adivinhar o lugar.
Aquela rua ali seria Marquês de Sapucaí? Não seria a Rua da América, como é hoje? Aparece assim naquele mapa que o Rouen mostrou no post 210:
http://fotolog.terra.com.br/bfg1:210
O urbanismo da Zona Portuária, na minha opinião, foi uma das poucas coisas feitas na Era Passos que não deu muito certo. Foram criadas vias amplas e planejadas, mas a região nunca se desenvolveu de fato.
http://fotolog.terra.com.br/rafael_netto
toty maya 26.01.07 07:10 …
Se naõ estiver enganada antigo Largo do Gambá.Dos sobrados á direita da igreja muitos ainda estão lá.Sou fascinada por essa região da cidade ,onde me aventuro algumas vezes ,deixando a família apavorada!
Rafael Netto 26.01.07 07:33 …
Eu não entendo é porque logo em frente à igreja, existe um antigo sobrado que parece iniciar uma curva para a esquina, mas existe um outro “bloqueando a passagem” logo ao lado dele. Tem cara de PA não efetivado, mas as casas parecem ser contemporâneas.
Acho que eles aparecem nessa foto, seriam o segundo e o terceiro do lado direito da Marquês de Sapucaí/Rua da América. O prédio da esquina foi derrubado para o alargamento da rua.
glenlivet 26.01.07 08:10 …
Vc deveria fazer um desses no flickr, pq aí a gente pode ampliar a foto para ver os detalhes.
rock_rj 26.01.07 08:39 …
Nessa eu me localizei bem…
Derani 26.01.07 09:16 …
Esclarecedora e muito instrutiva a foto e texto!
Acho que essa região nunca se desenvolveu de fato porque ficou competindo o tempo todo com o Porto de Santos e acabou perdendo a primazia…
Mais uma infra-estrutura desperdiçada.
AG 26.01.07 12:11 …
A curvinha em volta da igreja para pegar-se (ou deixar-se) o elevado Catumbi-Laranjeiras está lá.
E os trilhos dos trens de carga, um pouco abaixo, permanecem.
Seria interessante se fosse possível fotografar o local hoje, do mesmo ângulo, e fazer-se uma sobreposição comparativa.
Interessante o comentário do Rafael:
“foi uma das poucas coisas feitas na Era Passos que não deu muito certo.”
A minha pergunta é: será que a “turma envolvida com a estiva” não era já tão poderosa nessa época que boicotavam qualquer coisa que não lhe fosse interessante ?
Não chegava a ser um “Sindicato de Ladrões” do Marlon Brando, mas que eram indigestos eram.
js 26.01.07 12:57 …
Foto super legal. Acredito que 99% dos Cariocas desconhecem este aterro, desconhecem a história da Cidade,desconhecem tudo que é cultura,Ô Brasil sem memória, verdadeiramente um gigante sem cérebro.
caucaia1 27.01.07 05:02 …
Pôe assustador nisso, o lugar é tétrico.
vivi_an 27.01.07 18:14 …
Parece foto de 100000 de anos atrás
hehehehe
Beijos
Ivan Baldoino 28.01.07 21:00 …
Postei uma foto do Google Earth de hj dessa área para podermos comparar..
http://www.flickr.com/photos/baldoino
andredecourt 28.01.07 21:49 …
Valeu Ivan, muito obrigado pela foto e possibilidade de comparação !!!!
girlsxgirls2005 28.01.07 22:27 …
nossa achei suas fotos muitos…dira estoricas gostei.posso te add?
clauderio 29.01.07 10:31 …
André, temos neste grande quadrado a esquerda as futuras instalações da empresa José Salgueiro que era um negociante de ferro. Este prédio em 1980 veio a ser a sede da empresa que trabalhei durante décadas, sendo que neste local aí da Av. Prof. Pereira Reis por 20 anos. (Minha mulher falava que eu ainda ia ser eleito vereador do Sto. Cristo, pois andava aquilo tudo na hora do almoço e depois do expediente RS! RS!). Até hoje vou lá tomar cerveja sem álcool e bater papo. Olha o foco!
O prédio branco e teto escuro que “Invade” este terreno é o antigo Trapiche Modesto Leal, fica com a frente na Rua Santo Cristo e é um projeto de Antonio Januzzi. Na Rua Pedro Alves, mais adiante, tem um prédio muito interessante que como muitos está indo para o além, é um sobrado Neo-Egípcio.

Um comentário em “Aérea- Santo Cristo, anos 10”

  1. desejo saber se voce pode me ajudar.
    trabalhei na firma jose salgueiro industria e comercio sa
    na rua professor pereira reis 119 santo cristo
    dos 15 aos 22 anos quando sai para casar eles me deram a carteira de maior dizendo que os dados anteriores se encontra na carteira de menor e quando sai não me deram a de menor. tenho 68 anos tenho trabalhado já 37 anos mas como não tenho a carteira de menor e no ministério do trabalho só tem os dados de 2000 para cá. tem como você localizar esta firma para que eu possa pegar uma declaração dos anos trabalhados Trabalho na procuradoria geral do município do rio de janeiro e estou precisando só de 8 meses para me aposentar. se puder me ajudar fico muito grata. sônia muti.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

What is 10 + 3 ?
Please leave these two fields as-is:
IMPORTANTE! Para evitar a quantidade enorme de spams, você precisa responder a conta para provar que você é gente de verdade...