Primeiro de Abril de 1964

 andredecourt's photo from 3/31/04

Roubei essa foto do caderno Megazine do Globo de ontem .

Iria postar uma foto sobre o golpe de 64 só no dia primeiro, mas essa foto me chamou a atenção, e resolvi postar no dia que o velho regime comemorava o dia de sua quartelada, certamente desvinculando do dia primeiro de Abril, o dia da mentira .
Vemos os tanques do “RecMec” chegando perto do Palácio Guanabara para inicialmente entrincheirar o governador Carlos Lacerda, golpista de primeira hora, mas no meio do dia os blindados passaram a protege-lo .
O mais surpreendente na foto, não sei se vai dar para ver, as pessoas bem a direita da foto parecem felizes, e aliviadas…..
Acredito que esse sentimento tem uma explicação, o governo Jango era de uma ambigüidade terrível, e o pior o nacionalismo de Vargas do qual ele era filhote se misturava com o comunismo e o socialismo, isso numa época de grande polarização .
O comício da Central foi a gota d’água e colocou a classe média e as elites urbanas e agrárias em pânico, e disso se aproveitou muito bem setores conservadores do país .
O Brasil tinha uma tradição de golpes militares legalistas, onde os golpistas (fora Vargas, que implantou uma ditadura fascista) ficavam pouco tempo no poder e entregavam o país às rédeas dos civis em pouco tempo .
A alguns poucos anos antes o general Lott deu uma virada de mesa em cima de oligarquias ( Café Filho) para defender a posse de Juscelino, muitos consideram o feito de Lott como uma medida preventiva, já outros um golpe de estado, mas muito breve e necessário .
Acho que todos esperavam isso, e não os anos de intolerância, perseguições e totalitarismo que o Brasil viveu .
Inclusive Carlos Lacerda golpista do 1° de Abril, mudou de idéia depois, mas o AI-5 o cassou, e há especulações conspiratórias que ele foi morto, envenenado, junto com Juscelino, num acidente na via Dutra até hoje nebuloso, já que planejavam uma grande aliança de centro-direita contra os militares, quase um reedição da ANL dos anos 30, mas sem a extrema esquerda para não polarizar, e dar chabú como deu a Intentona em 1935 .
Juscelino, Lacerda e Jango morreram em pouco mais de um ano, 2 ex-presidentes ELEITOS e um ex-governador que já tinha acabado com a era Vargas e tinha uma oratória avassaladora, além de ter transformado o deficitário Distrito Federal na potência que era a Guanabara .
Logo depois os militares acabavam com a Guanabara, tirando a força do celeiro oposicionista do país .

Comments (14)

bpm 3/31/04 7:15 AM …
Bela aula de História 🙂
salama 3/31/04 7:25 AM …
Muito bem lembrado André.
O populismo barato é realmente um perigo, pois anestesia e não ataca a realidade dos problemas!!!
A hitória das nações está aí para mostrar!
Grande abraço,
PS: Vamos rezar!!!! rs
beatle 3/31/04 9:00 AM …
A esse respeito, leiam o livro “A linha justa”, de Miguel Armony, editora Revan.
copa82 3/31/04 9:13 AM …
Uma data de tristeza enorme para esta Nação.
riobus 3/31/04 9:22 AM …
seus textos são muito bons mesmo
Antolog 3/31/04 10:46 AM …
Foi um período bastante nebuloso, mas os dois lados cometerem vários erros…
analyzator 3/31/04 2:02 PM …
Podemos ter um novo golpe militar se um dia o populista Garotinho chegar à presidência.
(bater na madeira três vezes!)
almacarioca 3/31/04 3:50 PM …
Onde você estava neste dia?
Eu me lembro bem. Trabalhava num laboratório farmacêutico na Rua Ipiranga, nas Laranjeiras. Tinha 18 anos e era propagandista. Passei pelo Palácio, na Pinheiro Machado, e já havia a movimentação militar. Não se tinha idéia de que a ditadura demoraria tanto tempo para acabar e iria ser pior que qualquer situação que pudéssemos viver. E eu estava com 18 anos apenas, com a vida pela frente. Vida sem liberdade.
almacarioca 3/31/04 3:53 PM …
Quanto ao comentário do analyzator, se o Garotinho chegar lá só resta abandonar o país. Dessa turma toda de políticos atuais não escapa ninguém. Infelizmente. O que se vê aqui é um salve-se quem puder, sai da frente que eu quero passar, primeiro o meu etc. Não vejo solução para o Brasil. E analistas sérios têm a mesma opinião.
andredecourt 3/31/04 5:59 PM …
Bem eu nem pensava em existir ainda…
riobus 3/31/04 9:23 PM …
Se o Garotinho chegar a presidencia eu mesmo organizo o golpe!
jro 3/31/04 10:35 PM …
Boa aula, importante lembrar da nossa história.
Quanto aos veículos, soube que muitos ferveram e ficaram pelo caminho…
JRO :-))
zahar 4/2/04 3:13 PM …
E tudo foi pro vinagre, né?
Nós cariocas deixamos de viver num estado rico (apesar de deficitário naquele momento) para vivermos num município que empobrece à cada ano.
Como seria o Rio de Janeiro sem o golpe e ainda capital da república?
paulo_mauricio 4/3/04 2:10 PM …
Hoje o buraco é mais embaixo. Naquela época eu tinha 9 anos e nem sabia o que era política. Hoje continuo não sabendo mas sei jogar muito bem uma pedra.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

What is 12 + 4 ?
Please leave these two fields as-is:
IMPORTANTE! Para evitar a quantidade enorme de spams, você precisa responder a conta para provar que você é gente de verdade...