quinta-01

Nessa belíssima composição da Revista Life vemos uma muitíssima bem cuidada Quinta da Boa Vista num dos seus pontos mais conhecidos, o lago.
Mesmo o parque tendo sido sempre muito popular, frequentado por famílias da Z. Norte e Subúrbios em busca de lazer. A conservação do espaço sempre foi muito boa em todas as décadas, até uma decadência galopante no meio dos anos 80, onde a cidade teve sua primeira falência de fato.
Acompanhamos o gramado ficar ralo, o urbanismo se delapidar na figura de fontes que não mais funcionam, postes antigos tombando por corrosão, vandalismo, furto….
Se até o início da década de 80 eventos como shows, festivais e até mesmo corridas de carro atraíam um público diferente do habitual dando visiblidade ao parque, com o total esvaziamento cultural do lugar, que de eventos se limitou por muitos anos a pregadores neopentecostais aos berros em sua cantilena intolerante,ele começou a ser esquecido pelos formadores de opinião, pela imprensa e logicamente pelo poder público.
Outros fatores também provocaram o desprestígio do parque, primeiro a decadência do entorno com o  avanço da Mangueira pela Visconde de Niterói, o total vilipêndio do Museu Nacional por seguidos governos federais, que praticamente tiraram o fantástico acervo do circuíto cultural do país e por fim a crescente magalomania dos shows públicos, cada vez maiores e cada vez menos, numa surreal dicotomia, onde grandes eventos para poucos artistas em poucas vezes por ano tiraram a Quinta como lugar, por seu tamanho.
Se a região fosse olhada com mais seriedade teríamos na Quinta não só um polo de diversão e cultura para toda a região, mas também um local que aglutinasse a revitalização imobiliária de São Cristóvão.
Afinal o parque possui um zoológico, que se encontra emparedado entre uma inverossímel prisão-albergue e um stand de tiro do exército,  pavilhões que abrigam restaurantes e bares, alguns conhecidos por sua boa cozinha, um museu que se fosse no primeiro mundo seria a cereja no bolo de uma belíssimo parque, cheio de história. Além de ter duas estações de transportes sobre trilhos ao lado.