Campeonato Sulamericano de Futebol – 1922

Hoje temos um post duplo com o Saudades do Rio, que numa imagem da setde do Tricolor das Laranjeiras mencionou que a construção do estádio se deveu ao empreendorismo de Carlos Guinle, sanando assim a deficiência do Rio em ter um estádio de peso para sediar o evento ( http://fotolog.terra.com.br/luizd:3198 )
Pois de uma publicação de época resgato as duas imagens de hoje:

A primeira mostra o estádio lotado em dia de jogo, não só o estádio bem como as encostas do morro do Novo Mundo, tomada por populares que acompanhava a “pugna” nas encostas do morro, alguns para não pagar ingresso e outros certamente por eles terem se esgotado rapidamente .
A foto mostra o jogo inaugural do campeonato  realizado pelas seleções do Brasil e do Chile
A realização do Sul Americano no Rio fazia parte das comemorações do Centenário da Independência, que além da exposição da região do Castelo e Calabouço contava com inúmeras outras atividades, como visitas de chefes de estado, eventos desportivos, eventos sociais, exposições de artes, inaugurações de monumentos, deixando a vida da antiga capital bem atribulada no segundo semestre daquele ano.
Mas além do estádio no fundo do vale, tendo à esquerda a Rua Avaro Chaves com a sua sede social e à direita os fundos do Palácio Guanabara, de brinde a foto ainda nos mostra, na extrema direita, as encostas do Morro Azul recém desbastadas para a abertura da via de ligação entre as Ruas Farani e Guanabara, hoje Pinheiro Machado.

Já e segunda imagem nos dá uma amostra da tribuna de honra de um dos jogos, vemos que a parte mais exclusiva estava completamente vazia, embora o estádio estivesse lotado

18 comentários em “Campeonato Sulamericano de Futebol – 1922”

  1. Na verdade é Mundo Novo e não Novo Mundo. Interessante notar a diferença para o estádio hoje…um grande pedaço das arquibancadas teve que vir abaixo, imagino que para a abertura, alargamento ou duplicação da Rua Pinheiro Machado.

  2. Já que o campo tem as medidas oficiais exigidas, cabería ao Flu
    modernizar o estádio construindo tambem uma nova arquibancada
    no lugar da outra posta abaixo. Um estádio para 20.000, trocedores
    não seria nada mal.

    1. Marco, um estádio para 20 mil pessoas naquele lugar, com o trânsito da atual Rua Pinheiro Machado e adjacências? Acho difícil.

  3. Conheço o ângulo da foto porque fui morador da Pinheiro Machado e frequentador do fluminense por muitos anos quando criança. Já há muito anos tem um edifício ali pois o fotógrafo está mais alto que na quadra de tênis com arquibancada que tinha lá.
    Nunca tinha visto uma foto deste ângulo. Muito bacana.
    Mas a história das arquibancadas junto à Pinheiro Machado está registrada nas fotos do Cariocadorio, tiradas da janela do apto onde eu morava.
    http://cariocadorio.wordpress.com/2010/02/09/estadio-do-fluminense/

  4. Engracado é notar que as tribunas do estádio hoje parecem uma crosta… Mas contextualizando com a construção, é de se respeitar. Desse clássico, o píblico só pode ver a parte da Álvaro Chaves. Mas a que vemos é muito estranha com aqueles tijolinhos que marcam o que foi possível fazer para fechar o conjunto…
    Essa tribuna de honra me lembram os “assentos conforto” da TAM em voo Rio-São Paulo… O pessoal prefere compactar as pernas mesmo…

  5. Mudando de um polo para outro, deixo uma questão no ar.
    O porto do Rio segundo o nosso prefeitinho está sendo inteiramente reformado.Pergunto : Há na área do centro da cidade uma estação de tratamento de esgoto? Aproveitando a reforma do
    porto não caberia no local uma estação de tratamento de esgoto?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

What is 11 + 9 ?
Please leave these two fields as-is:
IMPORTANTE! Para evitar a quantidade enorme de spams, você precisa responder a conta para provar que você é gente de verdade...