Pegadinha – Resposta


No clima preguiçoso de segunda feira enforcada, lanço o desafio: Onde estamos, que prédio é este na direita da foto???
O Menezes acertou de forma certeira, já Rafa, não vale colar. Estamos na Rua Joaquim Palhares todo o lado direito da foto desapareceu nas atabalhoadas reformas urbanas da região, nos anos 60 e 70, e o outro lado ainda se mantém relativamente íntegro, inclusive com o oitis de Passos, nos trechos em que não houve demolições.
A confusão que muitos fizeram com o prédio em primeiro plano na direita, que terminou seus dias como E.E. José Pedro Varela, é porque como a Barth e outras ela é uma das Escolas de Passos, mas não foi construída para o ensino regular. A finalidade dada a ela pelo grande prefeito foi retirar a Escola Normal de várias sedes provisórias, onde ela mudava ao sabor dos ventos, desde sua fundação por P II, pois o prédio que a ela seria destinado não havia sido contruído até então. Seu nome incial era E.M.N Estácio de Sá, e deu o nome curiosamente a escola de samba análoga, construído no típico estilo da administração sua faclada possuia muitos elementos em comuns com a escola Barth, incluive o cromatismo, mas o prédio era maior e dividido em duas alas, como podemos reparar na foto, um portão de ferro e um pátio separava os dois prédios, em breve farei um post sobre o prédio.
O fotógrafo estava praticamente na embocadura da rua com o Largo do Estácio, região esta alargada, modificada em embelezada por Passos como forma de retirar os gargalos de conexão  entre o Centro e os bairros da Grande Tijuca e subúrbios da Central, mudança essa que criou inclusive vários ramais de bonde no local. Os trilhos vinham das 4 ruas que desembocavam no largo,  Haddock Lobo, a Joaquim Palhares, a do Estácio e a Machado Coelho, hoje desaparecida nesse pedaço. Aliás de onde vinha a derivação mostrada.
Podemos ter uma idéia do Largo do Estácio da Adm. Passos, nesse caco de planta de PA, mostrado

E como a região se encontra hoje, em angulo parecido com o do fotógrafo http://g.co/maps/fkpzc  e aérea http://g.co/maps/76hsr

81 comentários em “Pegadinha – Resposta”

  1. O prédio à direita com certeza é uma escola, ele não me é estranho, mas não consigo me lembrar onde é.
    PS: a foto é obviamente um fotograma de um filme de 16mm (proporção 1,33:1), e deve ter sido capturado de uma conversão para DVD (proporção 1,5:1), por isso ficou achatada. Quando se toca o DVD esse ajuste é feito automaticamente pelo player, mas ao capturar no computador é preciso ajustar manualmente.

    1. Morei nesta rua por 22 anos e este prédio da direita era a Escola Municipal José Pedro Varela que foi ao chão por causa do metrô. Hoje, há um Ciep na Rua do Lavradio com este nome. Nunca esquecerei a belíssima escada de madeira que havia no centro do prédio e as lindas janelas onde as copas das árvores batiam e os pássaros pousavam distraindo-nos das rigorosas aulas daquele tempo. Esta rua era um shopping a céu aberto pois havia todo tipo de loja, galinheiro, padaria, papelaria, oficina mecânica, bares, padaria, barbeiro etc. Enfim, eu e meu irmão devemos estar nesta foto. Lindas lembranças…

      1. Com certeza é a Escola José Pedro Varela na Rua Joaquim Palhares. Estudei no período de 1971 a 1973, depois fui Transferido para o Ginásio Estadual Mario da Veiga Cabral na Av Melo Matos na Tijuca. Mais a frente a esquerda fica a igreja São Joaquim.

        1. Voltei no tempo, em que estudava nesta linda escola . A diretora era a dona Aydil, estudei com as professoras : Maria da Gloria,entre outras , e Maria Salette, com a qual, gracas a Deus tenho contato ate hoje. Dona Zila ,que ficava no portao organizando a entrada dos alunos ; D.Zulmira ,zeladora da escola. As conzinheiras ,que quando tinha mingau de fuba ,guardavam para mim a panela pra que raspasse o que ficava no fundo; o melhor do mingau! , Amigos de turma: Francisco Castelo Branco, que morava na Joaquim Palhares esq. c/ Barao de Uba, onde morava o Luis; que em uma briga mordeu a lingua, e levou varios pontos nela. Antonio , Maria Ester, que morava na rua Mococa, Francisco e a irma dele ,moravam no Sao Carlos, onde eu tambem morava.(rua Sao Diniz 18) .Se alguem se identificou com esses relatos ,por favor entre em contato : Jackson 96815- 0460 claro

        2. Eu estudei no Pedro Varela nesta mesma época! Depois fomos transferidos para outro colégio que não lembro o nome e, mais tarde fui estudar na Escola Mário Cláudio…

      2. Elizabeth, voce morava em um predio ,que ficava do mesmo lado da escola,quase em frente a igreja de Sao Joaquim, e em baixo tinha uma distribuidora de agua mineral ?

      3. Estudei nessa escola entre 67 e 71. Morava na Rua Prof Quintino do Vale e comprava mt material na papelaria Abel!!! Lembra?

    1. O CPII é bem diferente desse prédio. Também não é a escola Rivadávia Correia.
      A via reta, com arborização típica do período Passos não deixa muitas alternativas, mas não lembro de nenhum lugar, existente hoje, que possua essa construção. Pode ser que seja algum lugar arrasado.

  2. Não sei se estou influenciado pelos seus posts recentes, mas me parece a Rua São Clemente, vista da altura da Real Grandeza em direção à praia de Botafogo, tendo à direita o velho e imponente prédio da polícia que ficava na esquina das duas ruas citadas e que foi demolido em meados da década de setenta. Neste trecho a São Clemente foi bem alargada, mas me lembro dela mais estreita e do prédio imponente.

    1. O triste é comparar esta antiga Joaquim Palhares, que parecia um boulevard parisiense, com a praça, ou melhor, o descampado horrível que ficou aquela área ali em torno da estação Estácio do metrô, depois do Holocausto da Cidade Nova. É deprimente, parece Brasília ou Goiânia.

  3. Eu também acho que é a Joaquim Palhares. O Menezes já falou algumas vezes sobre uma escola que existia ali, onde hoje está o edifício da Sul América.

    1. Me permita uma correção. A Escola 11-1- 3 José Pedro Varela não ficava no local onde hoje fica a Sul America não, e sim quase em frente ao deposito público, que fica na mesma calçada e antes da igreja de São Joaquim. Eu estudei lá até o admissão . Email :dajinco07@yahoo.com.br

      1. Escola 8-1-3 José Pedro Varela amigo!!! Estude lá entre 67 e 71. Ela ficava onde hj é a estação Estácio do metrô. De fronte a ela tinha uma papelaria chamada Abel, lembra? Meu email é nelson_costelha@hotmail.com. Podemos abrir um grupo de ex estudantes dessa escola, o que acham?

      2. Estudei na Escola Pedro Varela nos anos 52 a 54 . Pegava o bonde Sao Januario no Largo de Cancela, soltava em frente a Leopoldina e caminhava para a Rua Joaquim Palhares, fiz isto 3 anos 52,53, 54, quando casei, Fiz meu Ginasio a noite. Tinha um professor de quem eu gostava muito. Era Professor Baltazar . Lecionava Portugues e Frances. Tinha duas amigas que gostava imensamente, O nome era Neia e Olinda. Tambem tinha meu amigo Evaristo. Que Tempo bom e que saudades.

  4. André.
    Mesmo chegando atrasado, sinto muito em informar:
    Rua Joaquim Palhares, em frente a Escola 1.3.5 José Pedro Varela. Estudei lá nos idos de 60

  5. Amei,
    Fui nascido e criado neste magnifico bairro, inclusive estudei na E.E.3-5 Jose Pedro Varela, estou altamente comovido por poder lembrar dos longos anos que construi amigos, namoradas, familia, etc…, neste bairro montei a primeira banda musical que levou o nome de Cardinais com sete componentes, e apos o termino, com somente 4 componentes remanescentes tornou-se a banda FUGA.
    Gostaria de ver mais fotos dessa região que muito amei, se porventura houver oportunidade de recebe-las meu e-mail esta acima.
    Muito obrigado por me proporcionar essa alegria.
    Sidney Duarte

    1. Ney, saudade do amigo.
      Postei no Face um monte de fotos antigas do Estácio. Dá uma olhada lá. Um forte abraço do amigo Miguel.

  6. Esta é a antiga escola José Pedro Varela.
    Estudei ai na década de 60 e 70.
    Ficava na Joaquim Palhares,só que na época,já
    não existia esses trilhos.

    1. Dalva de Oliveira,
      Compartilho com seus sentimentos de saudades, e imagino se dividimos a Escola Jose Pedro Varella. Estudei la no final dos anos 60 e inicio dos 70. Nunca imaginei como esta Escola seria importante nas minhas lembranças.
      Se tiver algum material sobre a Escola, eu adoraria ver.
      Muito obrigado
      Esteja bem.

        1. Adilson,
          Fui nascido e criado no Estácio e também estudei na Escola 3-5 José Pedro Varela. Gostaria de receber fotos antigas do bairro. Se puder enviar fico grato. Um forte abraço.

      1. Também estudei lá entre 67 e 71, acho que poderíamos criar um grupo no face do Pedro Varela da Joaquim Palhares, o que acham? Podemos reencontrar antigos colegas e até professores. Lembro de alguns como: Marília, Marilda, acho que Vanilde e tb o dentista Dr. Paulo, alguém lembra destas pessoas?

  7. Linda esta foto.
    O primeiro prédio era o Departamento de Limpeza Urbana (DLU), bem na esquina com a Rua Machado Coelho, e depois, na Rua Joaquim Palhares, onde estão os alunos, é que vinha a Escola Pedro Varela.
    Se tiverem mais fotos do Estácio, principalmente nesta região, agradeceria muito se me enviassem.
    Obrigado

    1. Olá Roberto.
      Eu tenho as fotos do local, inclusive aéreas. Tenho fotos também das escavações para as obras do Metrô que destruíram todo o local.
      Neste portal não tenho como anexar as fotos, as quais escaneei.
      Se desejar, me contate pelo meu e-mail : adilsoncarneiro@globo.com
      Abraço,
      Adilson

  8. Estudei meu primário na Escola Pedro Varela, era justamente onde, quem vinha da Rua Machado Coelho, à direita depois da Casa Vitória, que eu ia quando garoto, comprar aviamentos para minha mãe costurar. Era um bairro magnífico. Onde inaugurou-se a 1ª Casas da Banha, Tinha o Supermercado Disco, onde no dia da inauguração o Agnaldo Timóteo cantou, no início da Haddock Lobo, tínhamos 2 cinemas o Cine Estácio de Sá e o Cine Haddock, inúmeras lojas de móveis, Casas de tecidos, farmácias, papelarias, uma inclusive em frente a essa escola da foto.

    1. Olá Roberto,
      Na inauguração das Casas da Banha, quem apareceu lá foi o Chacrinha, que fazia propaganda deste mercado em seu programa.
      No térreo do prédio em que morei, no número 180 da Rua Joaquim Palhares, havia um depósito da água mineral Caxambu.
      No local do antigo prédio da Liga das Escolas de Samba se encontra o prédio de Convenções da Sulamérica.
      Abraço
      Adilson

      1. Adilson,meu nome é Jackson , se vc morou nesse prédio , então vc era vizinho da nossa amiga de colégio de nome Elizabeth , ela morava lá. se não me engano, ela tinha um irmão, mais novo que ela . meu email; dajinco07@yahoo.com.br tel;96815-0460. claro . Se possível me dê um retorno. A tempos ,estava querendo o fazer contato com o pessoal que estudou no José Pedro Varela. Eu até hoje tenho contato com a nossa antiga mestra Professora Maria Salette, que dava aulas para a sexta série. E acho que o nome do dono da papelaria que era quase em frente da nossa escola era Albano. Eu morava na rua Maia de Lacerda, quase esq. da rua da feira de quarta -feira (Sampaio Ferraz)

    2. Boa noite! Amigo, tb fui na inauguração do Disco 33 onde tb cantaram Jerry Adriane e Beth Carvalho. Tinha tb a Auto Modelo, a Papelaria Abel e tantas outras coisas que deixaram saudades! Acho que poderíamos formar um grupo no face de ex aluno da escola 8-1-3 José Pedro Varela, o que acham??? Meu email é nelson_costelha@hotmail.com. Quem tiver sido aluno dessa escola e quiser fazer contato será um prazer.
      Abç

  9. Na verdade se trata da Escola VIII-I-III José Pedro Varela. Eu e meus irmãos fizemos o antigo Primário e Admissão lá, e morávamos em um prédio bem próximo, em frente à Igreja São Joaquim. Estudei lá de 1966 a 1971. Fui repórter e depois editor do Jornalzinho chamado Brasinha, que guardo até hoje. Lembro-me bem das instalações da escola e de um piano enorme que ficava abaixo das escadarias no corredor central.
    Tenho fotos das turmas a que pertenci.
    Ali fui alfabetizado e preparado para passar no concurso para o Colégio Pedro II.
    No local se encontra a Estação Estácio do Metrô.
    Minha gratidão às professoras, diretoras e funcionárias, que posivelmente não estão mais entre nós.

    1. Eu Também estudei lá nessa época, e fiquei em primeiro lugar numa redação que fiz para “O Brasinha”.
      Lá eu fiz a admissão para o ginásio no Colégio Estadual Reverendo Martin Luther King, que existe até hoje na Joaquim Palhares.

    2. Adilson Carneiro, Meu nome é Jackson . A professora Maria Salette da sexta série, lembra-se , eu ainda mantenho contato com ela até hoje, graças a DEUS. Por favor me diga como posso fazer para poder ter acesso a essas preciosas fotos . Meu Email : dajinco07@yahoo.com.br Meu tel: 96815-0460 claro .

    3. Amigo estudamos na mesma época e quem sabe na mesma turma. Entrei em 67 no segundo ano primário, pq o primeiro fiz na Escola do Professor Eduardo, que ficava na Maia Lacerda, ao lado do Posto e de frente as Casas da Banha. Lembro-me do piano de calda que ficava no hall das escadas e do pátio ao fundo do corredor. Tinha tb, acho que no segundo piso, o consultório dentário que tinha o Dr Paulo como dentista, lembra? Tive como professoras> Marília, Marilda e se me lembro bem Vanilde tb. Tinha tb uma outra que se chamava Maria José. Tenho fotos de turma e preciso ver se acho na casa de minha mãe. Vamos mantendo contato e tentar reunir mais ex alunos e criarmos um grupo no face. Meu email é nelson_costelha@hotmail.com
      Abç. Nelson

  10. Sem dúvida é a Pedro Varela. O trilho que vira à direita vai em direção à Machado Coelho em diagonal, e o que segue desemboca alguns metros adiante no largo do Estácio. Atualmente apenas o lado esquerdo da Joaquim Palhares existe naquele trecho, pois todo o lado direito, inclusive o colégio Pedro Varela, foram demolidos em razão das obras do metrô. É inacreditável que toda aquela região densamente populosa não exista mais. E para que?

  11. Eu estudei nesta escola. E uma das minhas maiores amigas que me deu um grande empurrão na vida foi a Professora Ruth. É muita saudade das professoras, Aidil, Aurea, Guilhermina principalmente da Dona Floripes já muito velhinha na época que dava aulas de catecismo. Deus… eu tinha 8 anos, hoje, já com 71 cheio de filhos e netos percebo o quanto devo a esta gente toda…

    1. Olá Jorge! Meu nome é Jackson . Também estudei no Pedro Varela ,com a Professora Maria Salette , Maria da Gloria . A D. Aidil não era a diretora da escola ?
      Email: dajinco07@yahoo.com.br Tel :96815-0460 Aguardo um retorno .

  12. Nasci e me criei no Estácio e também estudei na Escola 3-5 José Pedro Varela, rua Joaquim Palhares, 54. Estudei lá na década de cinquenta. Meu “play goround” foi a rua Maia de Lacerda, onde morei.

    1. Miguel voce lembra do Professor Baltazar. Ele era o professor de Portugues e Frances, nos anos dos 50 . O Colegio Pedro Varela tinha o Ginasio e o Cientifico a noite. Durante o dia era o elementar e admissao.

  13. estudei na escalo pedro varela na rua joaquim palhares ,periodo de 60 a70 ; gostaria de encontrar o amigo RAMIRO IRMÃO DA GEORGINA, AMIGA TANIA , MARCO ANTONIO, CESAR,CARLOS,OS IRMÃOS GEMEOS DA RUA ESTACIO DE SA,
    MEU TELEFONE PARA CONTATO .(21) 997481619.

  14. Vocês vão me matar de tanta emoção, este prédio é a escola José Pedro Varela, esquinas de Machado Coelho / Joaquim Palhares. Do outro lado da rua Joaquim Palhares existia uma peixaria chamado Modelo. E ao lado da escola pela rua Machado Coelho havia a casa Vitória papelarias e o extinto banco do estado da Guanabara o ´BEG´. Demaisssssssssssss!
    Muito Obrigado!

  15. Vida longa a todos do Estácio, principalmente os quarentões e cinquentões que estudaram nas escolas Azevedo Sodré, Pedro Varela e Canadá. As cocotinhas que frequentavam o Vila da Feira aos domingos a noite e os ex-funcionários da Auto Modelo s/a.
    Hoje por motivo do meu trabalho, resido no Amazonas, mais jamais esquecí do meu querido Estácio.

  16. Meus queridos cidadões estacienses, aonde é atualmente o prédio da Sulamérica, não havia escola nenhuma. Haviam antigos sobrados com portas e janelas enormes que iam das esquinas das ruas Joaquim Palhares/Paulo de Frontin, até a Rua Afonso cavalcante. A rua Afonso Cavalcante que se estendia até a presidente Vargas foi cortada para dar acesso aos viadutos.
    Eu fui criado na rua Miguel de frias, na famosa vila mimosa, antes de ser prostíbulo. Na rua que eu morava havia um prédio com arquitetura européia da santa casa de miséricordia, mais tarde rede record. havia também o departamento de obras públicas, cartório, posto de combustivéis e garagem, ferro velho e a fábrica de doces e bolos da dona Helena.
    A rua Afonso Cavalcante terminava na praça onze, nela havia um abatedouro de aves, suínos e caprinos chamado Brasil aves.

    1. Estudei no Colégio José Pedro Varela e também morei na rua Miguel de Frias, que hoje também não existe mais. Saudade do colégio, onde estudei do primário até admissão, e entre os professores lembro da D. Vanilde. Como já foi mencionado, a Joaquim Palhares era uma rua muito arborizada e com construções muito bonitas, lojas, fábricas, serralheria, bares. Tinha tudo que se precisava. Pena que acabaram com tudo.

  17. Fui matriculada lá em 1937 e fiz o primário. Lembro muito bem, apesar da idade, e com muita saudade, daquela escada maravilhosa, do pátio. Acho que lá funcionava também a Secretaria de Educação. Era um prédio majestoso. Tenho saudade.

  18. Gente… eu estudei entre os anos de 1971 à 1974 se não me engano. Lembro que fui transferida pra uma escola que ficava aí perto e que para chegar nela tinha um subida, uma rampa, ela era de esquina… sei lá. Acho que ficava em frente ao supermercado Disco 33. Alguém lembra? Mais tarde fui estudar no colégio Mário Cláudio e depois, já no ginásio, no Instituto Padre Leonardo Carrescia. Alguém tem fotos do Pedro Varela? Meu e-mail: biacisne18@gmail.com
    Lindas lembranças!

  19. Olá Pessoal do estácio,
    Estou pesquisando a Igreja de São Joaquim, na rua Joaquim Palhares, estou precisando de imagens antigas de preferência do interior da igreja, pois já tenho algumas do exterior. O objetivo dessa pesquisa é para a monografia de final de curso de pós graduação de História da Arte Sacra. se alguém puder me ajudar ficarei muito agradecida e podemos trocar informações sobre a igreja.

  20. MEU NOME É MARIA DE LOURDES BATISTA – NOME DA ÉPOCA: MARIA DE LOURDES SILVA, EXTREMAMENTE COMUM. ESTUDEI NESSA QUERIDA ESCOLA EM 957 E POR MAIS 4 ANOS, TUDO SE PERDE NAS BRUMAS DO PASSADO.
    MEUS TIOS TINHAM UMA CASA DE MÓVEIS NO NÚMERO 45 -NADA MAIS EXISTE.
    EU TINHA VINDO HÁ POUCO DE PORTUGAL. TODOS RIAM DE MIM. ESTUDEI COM A PROFESSORA NILCE. SE HOUVER ALGUÉM DAQUELE TEMPO, PEÇO A FINEZA DE CONTACTAR COMIGO.
    EU ME TORNEI PROFESSORA, MAS A FAMÍLIA FOI EMBORA E MESMO COM VISÃO SUBNORMAL, ESCREVO PARA UM SITE. POR ISSO, GOSTARIA MUITO DE NOTÍCIAS.

  21. Boa noite.Estudei no Pedro Varella em 1966 e 1970 e morava Joaquim Palhares.Fui aluno da professora Celina Portilho.Alguém da minha época?

  22. Estudei nesta querida escola nos anos 60 e fiquei emocionado de ver a foto publicada.Moro em Bh.Gostaria de contatar com os colegas da época. Minhas professoras foram D.Jurema e D.Gilda.Um Abraço a todos

  23. MOREI NO ESTÁCIO POR QUASE TRINTA ANOS; UNS NOVE NA RUA SÃO ROBERTO. O BONDE DA FOTO ERA DA LINHA 33, PRAÇA DA BANDEIRA-LAPA. SAÍA DA PRAÇA, JOAQUIM PALHARES, SEGUIA PELA ESTÁCIO, FREI CANECA, RIACHUELO, ARCOS DA LAPA, LARGO DA LAPA, SEU PONTO FINAL. O RETORNO, VISCONDE DE MARANGUAPE, ARCOS DA LAPA, MEM DE SÁ, FREI CANECA, SALVADOR DE SÁ, ESTÁCIO, LARGO DO ESTÁCIO, JOAQUIM PALHARES, BARÃO DE IGUATEMI, PRAÇA DA BANDEIRA. NA FOTO VINHA DA PRAÇA.

  24. AMIGOS, FALTOU NO TEXTO QUE FIZ, SOBRE O ITINERÁRIO DO BONDE 33 PRAÇA DA BANDEIRA/LAPA , NO RETORNO À PRAÇA DA BANDEIRA, A RUA DO MATOSO (INICIO DELA). ASSIM, COMPLEMENTO A VOLTA, A PARTIR DO LARGO DO ESTÁCIO. SEGUE DALI PARA A RUA JOAQUIM PALHARES, BARÃO DE IGUATEMI, RUA DO MATOSO, PRAÇA DA BANDEIRA, SEU PONTO INICIAL. NA IDA FALTOU CITAR O LARGO DO ESTÁCIO, LOGO APÓS A J. PALHARES. PEÇO DESCULPAS.

  25. Estudei na Escola Pedro Varela , nos anos de 53 e 54 . Era o ginasio a noite, Fiz concurso e passei na segunda vez. Tinha escelentes Professores, e um deles que era o Professor Baltazar(professor de portugues) era admiravel. Me deu aulas particulares, quando eu baixei minhas notas no mes em que fiquei noiva. . Nao me cobrou nada. Naquele tempo a relacao entre professores e alunos eram muito importante. Os professores sabiam quem estava ali para estudar e nao brincar. Esta era a vantagem de estudar o grau superior em uma escola do Governo. Nao era uma PAGOU , PASSOU, como eram chamadas as escolas particuladas. Nas escolas do Governo , so estudava, quem passase nos exames, . Tinham poucas vagas. E eram excelentes. Tenho Saudade da Escola Pedro Vareja , no Rio Comprido.

  26. Nelson você está certo 8.1.3 Escola Pública José Pedro Varela. Estudei lá de 1971 A 1973. Me lembro da professora de português Dona Delta, da diretora Dona Conceição e sub diretora Dona Conceicãozinha. Na esquina colado ao colégio funciova o D. L. U. departamento de limpeza urbana. Em 1974 fui transferido para o ginásio estadual Mário da Veiga Cabral (Rua Melo Matos), para iniciar o ginásio.
    Grande abraço!!!!
    Claudio.gouveia@hotmail.com

  27. Eu estudei nesta escola, qdo a Escola Mario Cláudio ruiu e todos os alunos foram transferidos para o José Pedro Varela, acho q foi no ano de 1971/1972 Lembro da Diretora D. Conceição, sub D.Conceiçãozinha, Professora D. Dulce. Bons tempos!!!

Deixe uma resposta para Espedito Marques Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

What is 2 + 10 ?
Please leave these two fields as-is:
IMPORTANTE! Para evitar a quantidade enorme de spams, você precisa responder a conta para provar que você é gente de verdade...