Café Bar Simpatia – 11 de Janeiro de 1975 – foto II


Em virtude de tantas publicações sobre o saudoso Café Simpatia feitas por vários FRAs nessa semana ( http://fotolog.terra.com.br/luizd:2645 – http://fotolog.terra.com.br/luizd:2646 – http://fotolog.terra.com.br/nder:2029 ) retomo a um post de Janeiro de 2007 ( http://www.rioquepassou.com.br/2007/01/11/cafe-bar-simpatia-11-de-janeiro-de-1975/ ) publicando a segunda foto, tirada em 1975 mostrando um já modificado Café Simpatia inserido dentro de uma Av. Rio Branco que perdia seus últimos elementos da belle èpoque.
A mesa onde o amigo Edmundo Anjo Coutinho está sentado é praticamente no mesmo lugar onde o preocupado cidadão estava na imagem do Rio de Fotos, só mudando a posição do fotógrafo, principalmente em relação a altura da objetiva. Como podemor observar as mesas ainda são as mesmas, revestidas de palinha com um grosso tampo que pode ser de mármore, mas as cadeiras já não eram as mesmas.
Ao fundo o velho prédio no vértice das Ruas Miguel Couto, Rosário, Ouvidor e a Av. Rio Branco tinha ido ao chão e o terreno estava cercado por tapumes. A marquise como já falado no post anterior não era mais metálica revestida de placas de vidro, mas sim de concreto armado, hoje demolida, como também o Simpatia tinha tido mudanças o seu interior, que não era a primeira, pois na imagem do Rio de Fotos o interior do Café possuia um visual totalmente anos 50.

11 comentários em “Café Bar Simpatia – 11 de Janeiro de 1975 – foto II”

  1. Ainda não tava indo pro brejo não… começou no início da década de 80.
    As esquinas da sete de setembro com Rodrigo Silva ainda conservavam até as mesmas lojas da década de 50/60.
    Ainda não existiam camelôs e as velhas baianas ainda ficavam sentadinhas na calçada vendendo seus quitutes, não tinha niguém de bermuda na cidade (pegava mal) nem as bancas de jornal eram esse atravanco (verdadeiras lojas) que são hoje.

  2. Concordo com o Derani, todas as calçadas de todos os tamanhos são hoje ocupadas pelos jornaleiros camelôs,
    mendigos , restaurantes e tambem as agencias de automoveis
    fora o estacionamenro irregular. A cidade está entregue as baratas, que tambem estão sofrendo com o gas que escapa
    das camaras da Light/Ceg.

  3. Decourt, a foto está exageradamente grande. Como o original já não tem muita definição (foco), não precisaria estar com esse tamanho todo para ver todos os detalhes da foto.

  4. No inicio dos anos 70, eu trabalhava em um prédio vizinho ao Simpatia e lembro-me que uma de suas atrações era o refresco de côco espumante, servido em copo alto e com canudo.
    Imbatível, nunca conheci outro igual…
    E também o suco de tamarindo, que usava a polpa da fruta, vendida em lata, o “Tamarindo Bandeira”, que, como o Simpatia, também acabou…
    Tudo isso saboreado nas famosas mesas e cadeiras de vime, dispostas na calçada da Avenida…
    Eu não vivo no passado, mas o passado vive em mim!

  5. Eu gostaria de saber o nome do proprietário do Café Bar Simpatia antes da empresa fechar . O prédio atual ainda pertence aos descendentes do proprietário do Café Bar Simpatia ?
    Obrigado !

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

What is 15 + 6 ?
Please leave these two fields as-is:
IMPORTANTE! Para evitar a quantidade enorme de spams, você precisa responder a conta para provar que você é gente de verdade...