Túnel Novo, saída Copacabana, anos 50

Nossa foto de hoje foi enviada pelo amigo Hélio Ribeiro do Bondes do Rio de Janeiro ( http://www.bondesrio.com/ ) e mostra a saída do Túnel Novo na Av. Princesa Isabel.
Esta é a galeria nova, aberta em paralelo a primitiva de 1906 e até hoje nunca terminada. Pois com a pressão pela liberação do tráfego em todas as 5 pistas de cada túnel esta galeria que deveria ser novamente fechada para as últimas obras de acabamento nunca o foi, bem como foi liberada antes do tempo para as obras na outra galeria ainda com as 2 faixas fosse apressada. Em comparação com os outros túneis com a mesma tipologia de construção esta é a única galeria que não possui a abóboda revestida com azulejos, bem como  o tráfego de bondes continou em mão dupla até o encerramento da operação dos carris na cidade, o que também  era uma improvisação.
O absurdo viário ganhou o maldoso apelido de “mata paulista” pelo fato de os carris circularem dentro da galeria mais escuras de todas na contramão.
Na foto vemos 2 lotações e um ônibus apelidado de bustuda, apelido alusivo as formas de seu para-brisa que avançavam para fora do painel dianteiro do ônibus. Observamos também 2 dos postes usados tanto na Av. Princesa Isabel como na pista sentido Copacabana da Av. Lauro Sodré, curiosamente a outra pista usava postes americanos. Esses postes foram usados na Av. Pres. Vargas, ponte velha da Ilha, algumas ruas do Alto-Leblon e eram muito parecidos com os de São Paulo ( os da Pres. Vargas eram iguais) diferindo só o uso de concreto armado no poste, enquanto os paulistas eram de ferro fundido inclusive com canelado em baixo relevo.
Constatamos que ao contrário de hoje o sistema original de iluminação do túnel funcionava muito bem, diferente do estado de indigência que a conservação urbana de nossa cidade chegou, ao ponto de se fixar spots presos no teto do túnel com fiação dependurada numa absurda gambiarra que indica um poder público incompetente e porco.

14 comentários em “Túnel Novo, saída Copacabana, anos 50”

    1. O projeto original era separar as duas vias de bonde, inclusive essa galeria seria fechada quando a outra ficasse pronta para as obras finais de acabamento. O que nunca ocorreu, bem como os trilhos nunca foram colocados na posição correta, acredito que inclusive na antiga pista da Salvador Correia ainda existiam os trilhos.

  1. A história desse túnel é uma das coisas que mostram que a incompetência e improvisação vêm de longa data, não começaram em 1960 ou 1982.
    PS: Decourt, os carris não circulam, eles são presos ao chão. Carril = trilho.

  2. O apelido de ” mata paulista “vem dos acidentes que aconteciam ,geralmente com veículos com placa de São Paulo . Na época ,o Rio ,capital federal , atraía muitos paulistas para o lazer aqui . Como desconheciam o bonde na contra mão se acidentavam sériamente , principalmente de madrugada quando avelocidade era maior .

  3. sp-12-08-10
    andre
    o mata paulista era real, vc entrava no tunel, mal iluminado e de repente surgia na sua frente um bonde , sem luz com pessoas nos estribos.os farois dos autos nao eram muito bons. Nao existia um so placa de advertencia-todo bom carioca sabia da existencia do bonde na contra mao, assim para que gastar o dinheiro publico nessa advertencia.?
    qto aos lotações dois chevrolets , a gasolina, com chassis importados e construidos entre 1948 a 1952 nos estados unidos ,. eram os mais atuais e construidos pela industria de carrocerias no entao distrito federal, a mercedes benz ainda nao tinha chegado ao brasil
    o onibus um odc 210, construido em são caetano do sul, com chassis e motor d 71, importados da matriz da gm nos estados unidos e carroçados pela gm do brasil, eram o que tinhamos em conforto e eficiencia, e que deveriam ser utilizados no combate aos lotações, porem essa e uma outra historia.
    qto ao termo , que seu parabrisa avançava , foi difundido por alguem que diz que a frente de tal onibus e identico ao porta seios das mulheres.
    opinião e opinião
    sergio

  4. Gostaria de saber onde encontrar o original da gravura da estação das barcas da Cia. Ferry a fim de obter o direito de reprodução num livro sobre os subúrbios do Rio. Obrigado.

  5. Não e bem um comentário, mas sim uma pergunta: Qual da duas galerias do tunel novo, foi inaugurada primeiro? A que hoje liga Botafogo ao leme ou a que liga leme a botafogo? Obrigado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

What is 6 + 12 ?
Please leave these two fields as-is:
IMPORTANTE! Para evitar a quantidade enorme de spams, você precisa responder a conta para provar que você é gente de verdade...