Pegadinha – Resposta

pegadinha 29-04

Aonde fica essa mal resolvida região ??

Que ruas são, ou foram essas fotografadas ???
Os que falaram que as ruínas de paredes  apoiadas no que sobra de uma elevação se encontram encostadas no Morro do Castelo acertaram, uns chegaram de fato muitíssimo perto mencionando a Rua de São José, que de fato está do outro lado das ruínas, bem como a Av. Nilo Peçanha, que se encontra mais a frente, e que na época  possuia algumas elevações, mas sem restos de construções. O Frederico Bittencourt então, bateu na trave, e se tivesse sido mais objetivo teria acertado essa pegadinha com maestria, hoje de manhã! Mas quem na moita, em uma linha, desapercebida no meio do debate,  acertou o lugar, mas não identificou a rua desaparecida foi o mvdem.
A avenida de canteiro central na realidade é a Av. Erasmo Braga, mas não estamos na Misericórdia. O que poucos se lembram é que a Erasmo Braga possuia em todo seu PA a mesma largura da área perto da Rua de D. Manoel e foi estreitada no trecho pós Antônio Carlos, primeiramente quando da construção do terminal rodoviário e posteriormente do Ed. Garagem Menezes Cortes. A rua hoje, nesse trecho, é apenas a pista na base da foto, e o canteiro central faz as vezes de calçada. Isso antes dela ser transformada em calçadão.
A estreita rua que vemos, chegando na moderna avenida, na realidade é o Beco do Cotovelo, rua ancestral da cidade. Os sobrados na direita da foto ainda fazem o traçado da curva de quase 90 graus que nomeava a rua. Por cima dos restos do morro, possivelmente nessa época ainda tínhamos vestígios da Ladeira do Cotovelo, ou do Castelo e por fim do Carmo, o último acesso ao morro a ser aberto, beirando as muradas da fortaleza. Nessa época o Beco do Cotovelo estava renomeado de Rua Vieira Fazenda e se encontrava completamente fragmentado. Existia esse trecho entra a Rua de São José as as novas vias do Castelo, bem defronte a Rua do Carmo e o trecho seguinte, já na Misericórdia, mais íntegro. Curiosamente, a Erasmo Braga começou a ser aberta com  a Vieira Fazenda totalmente íntegra, logo depois que  houve a demolição para o encontro das novas vias, que sepultavam um dos extremos do Bairro da Misericórdia, bem na frente da Igreja de São José, podemos ver bem isso no link mostrado nos comentários.
Essa foto possivelmente foi tirada da construção do edifício que abriga a servidão que liga a Erasmo Braga com a Nilo Peçanha.
Agradecemos o amigo Carlos Ponce de Leon de Paiva pelo fornecimento dessa fantástica pegadinha !

38 comentários em “Pegadinha – Resposta”

  1. Acho que mvdem está certo. À direita estaria o largo da Carioca com o grande estacionamento que existia e a Alm. Barroso chegando junto ao morro de S.Antonio e virando à esquerda na S.Dantas.

  2. André, onde, na região do Castelo, teria ainda um morro deste tamanho nos anos 40 ou início dos 50?
    Seria onde está o posto do Touring na avenida Antonio Carlos ?

    1. Ih caramba, achava que tinha acertado…. os carros “jogados” junto ao resto de morro estão igualzinhos ao desenho do Géza Heller.
      Agora eu reparei que no canto direito parece ser uma construção meio abandonada. Talvez seja pros lados do Bairro da Misericórdia. Mas o local exato tá difícil.

  3. Se for a Nilo Peçanha provavelmente próximo à Pça do Expedicionários–um dos últimos pontos onde restos do morro do Castelo sobreviveram por um tempo.

  4. Acho que o lugar exato seria aonde hoje se encontra o Ed. garagem Menezes Cortes — olhando o mapa do Carlos Paiva

  5. Se for de fato na área do Castelo, pode ser Antônio Carlos com Cotovelo ou Erasmo Braga (não sei quando uma acabou e a outra surgiu).

    1. Chegou muitíssimo perto, só se embananou com as duas novas avenidas da Esplanada e o tecido urbano das fraldas do morro. A Antônio Carlos nunca teria restos do morro com uma via alinhada com eles, no caso aí o Beco do Cotovelo.
      Mas vc quase acertou essa !!!!

      1. Achei que a Erasmo Braga tivesse sido erguida SOBRE o Beco do Cotovelo. Não imaginei uma esquina entre elas. Essa esquina deve haver por causa do “cotovelo” do Beco. O trecho do Beco na foto hoje estaria “dentro” do Menezes Cortes, não é isso? Errei o nome das ruas, que era a pegadinha em si, mas acertei a localização, pois achei que eram os restos do Castelo na área do Menezes Cortes…

  6. me parece q muitos jah acertaram… mas o Andre quer que a gente de as coordenadas GPS (lat e longitude) do local 🙂
    parabens pela brincadeira, muito legal!

  7. Agora que vc. mostrou na foto da esplanada é que deu para notar o restinho do morro. Gostei da pesquisa. Vivendo e aprendendo.

  8. Caro Sr. André Decourt, li um comentário seu sobre uma foto tirada numa vila operária que com certeza é no Horto. Neste comentário o Sr. comenta que possui um número da Revista Renascença com fotos e desenhos da vila. Gostaria se possível entrar em contato comigo no e-mail isa.mcarneiro@gmail pois estou fazendo um projeto junto com um amigo que é morador da antiga vila, sobre a história da vila e seus moradores. Estamos colhendo material para uma catalogação. Gostaria de obter informações sobre esta revista e se possível scanear estas images.
    Grata
    Isa Carneiro

    1. Isa, tenho uma uma revita da FAU-UFRJ na qual essa edição da Renascença é amplamente utilizada, inclusive com cópias de várias páginas, posso escanear para vc sem problemas, acredito que seu email comporte arquivos grandes? Estou certo ?
      Abraços

  9. olá!
    estou fazendo uma pesquisa para um vídeo sobre o largo da carioca e quero saber onde consigo fotos antigas dali (e se posso usá-las em meu vídeo)… quero saber a data de instalação do relógio do largo de 1909…
    obrigado e parabens pela sua pagina!
    edps

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

What is 9 + 7 ?
Please leave these two fields as-is:
IMPORTANTE! Para evitar a quantidade enorme de spams, você precisa responder a conta para provar que você é gente de verdade...