opedet1

opedet2

opedet3

opedet4

Hoje, graças a fotos do arquivo do DETRAN-GB, criminosamente jogadas fora por algum burocrata, da quota de algum partido no loteado governo Cabral, e que hoje se encontram dispersas nas mãos de diversos colecionadores, temos a nossa charada.
Vemos na foto, colocada em baixa resolução de forma proposital, uma das operações realizadas no início da década de 70 para coibir várias ilegalidades e até mesmo crimes.
No caso camburões da polícia acompanham fiscais e o presidente do órgão em uma batida à oficinas que possivelmente usavam veículos desmanchados ou fraudados.
Aonde fica o lugar??
A vila de oficinas ainda existe, ???
Se existe continua com oficinas ???
Dêem suas sugestões e especulações.
Resposta e detalhes da foto na noite de segunda.
A Pegadinha que eu julgava difícil foi rapidamente resolvida pelos frequentadores, talvez por o nome do colégio não ter ficado tão ilegível quanto eu desejava.
De fato, a operação do DETRAN-GB se dava numa vila ocupada por oficinas da Rua Assunção em Botafogo, vila essa que dava acesso a pedreira nas encostas do Morro Novo Mundo, e que poderia ser um vestígio do famoso Cortiço de Botafogo.
A região tinha uma altíssima concentração de oficinas, algumas bem especializadas, nos anos 70 tínhamos na região concessionárias e oficinas autorizadas da Mercedes, BMW, Alfa-Romeo, DKW além de mecânicos especializados em carros puro sangue como Jaguar e Ferrari.
Ma,s praticamente todas as oficinas sucumbiram com a especulação imobiliária do início do séc XXI, que vem destruindo Botafogo, antes deixada de lado por “ser de passagem” e hoje predada sem dó nem piedade. Dessa vila, a qual repetimos poderia ser um dos remanescentes do famoso Cortiço, surgiu um condomínio de dois blocos de apartamentos estreitos, e até ligeramente curvos acompanhando o terreno de surgimento espontâneo da vila.
Nos detalhes da foto temo,s na primeira imagem o Diretor/Presidente do órgão com alguns acessores ou autoridades policiais.
Na segunda, para os que nunca viram, como era uma placa de carro nos bons tempos da Guanabara
Na terceira, detalhe do letreiro do colégio, um típico exemplo das Escolas Modulares projetadas por Francisco Bolognha e construídas no Governo Lacerda. Onde os materiais eram comuns a todas, só se adaptando o projeto ao local. Algo que o Kamarada não levou em conta ao fazer os CIEPS.
Por fim vemos alguns meganhas junto às viaturas e dando cobertura na rua, e no fundo a curiosidade das crianças com a movimentação na oficina e o guarda sol, indefectível, do baleiro da porta da escola.
Esse post foi atualizado, a imagem em tamanho original pode ser obtida clicando-se na primeira foto.