andredecourt's Foto von 10.05.07

Entrando na série do grande amigo Rouen sobre o viaduto e o restaurante da Estrada das Canoas, atravesso um post junto à sua série, que começou aqui: http://fotolog.terra.com.br/bfg:1311

O Restaurante da Canoa, como era chamado nos anos 50 era uma concessão pública, como os restaurantes da Quinta, da Praça Afonso Vizeu, os da Floresta da Tijuca e o finado Restaurante do Silvestre.
Era uma idéia que vinha desde o período Passos a fim de levar movimento e “prender” os turistas e moradores da cidade à passeio nas regiões turísticas, alongando a sua estadia na região e também como atrativo extra as belas estradas turísticas da região da Floresta da Tijuca.
Nossa foto é de uma publicação estatal, o livro que comemora os 10 anos do DER-DF de 1958, que além das obras viárias vitais para o crescimento da cidade também apresenta em suas páginas as melhorias executadas nas pitorescas vias turísticas da velha capital, uma delas era o “aprazível Restaurante da Canoa”.
Ele foi inaugurado no início dos anos 50, numa das cabeceiras do Viaduto Berta Leitchic, inaugurado no ano de 1950 que com seus pilotis e seção em forte curva foi considerado um marco nas estruturas de concreto protendido durante décadas e até hoje é usado como exemplo nas aulas de cálculo nas faculdades de engenharia civil.
O projeto do restaurante é muito curioso, o corpo central, que vemos na parte centro-esquerda da foto tinha forte inspiração déco, já a enorme varanda e terraço vista à direita da foto formava um grande “bumerangue” de inspiração modernista com linhas que são vistas nas construções da Pampulha em BH, MAM e Aterro e em Brasília.
O amigo Rouen continuará com novos post’s, onde maquetes serão apresentadas deixando bem clara essa impressão, a de o prédio ter sido adaptado ainda na fase de projeto ou início de execução.
O restaurante permaneceu ativo durante todos os anos 50 e 60, tendo fechado as portas possivelmente nos anos 70, seu terreno está hoje fechado com um muro e não é possível ver se algo permanece da estrutura construída nos anos 50.
Não descobri a autoria do seu projeto, mas a realização de projetos semelhantes por Afonso Reidy inclusive para a substtuição do restaurante em estrutura metálica da Praça Afonso Vizeu, que não foi executado, e era muito parecido com as varandas do Restaurante da Canoa, especulo que ele também possa ser de autoria do grande arquiteto que era funcionário público.
O amigo Rouen decifrou que o projeto foi executado pelo arquiteto do DER-DF Carlos Calderaro, que foi amigo de meu pai.

Comments (10)

bacione 10.05.07 09:01 …
Eu nunca soube deste restaurante, apesar de ter frequentado muito a Praça Afonso Vizeu , avô de minha tia e em cuja praça ficava sua linda casa , que hoje é casa de festas.Adoro suas fotos e as lembranças cariocas, sendo eu , uma carioca da gema apaixonada por minha cidade.
Adriano Gomes 10.05.07 11:44 …
Bom dia. Seria este o restaurante onde Paulo Gracindo leva Carlo Mossy para discutir qual dos dois vai ficar com Odete Lara no filme Copacabana me Engana de 1968?
photomechanica 10.05.07 12:02 …
Pia Bacione – Este restaurante da foto não é na Praça Afonso Vizeu, a pracinha do Alto da Boa Vista. Ele fica (ficava) na Estrada das Canoas.
Fui muito neste lugar, já com o restaurante fechado e abandonado.
Bela reportagem, seu André!
:-)))
Luiz D’ 10.05.07 12:52 …
O que o nosso Zé Photomechanica ia fazer num restaurante fechado e abandonado???
Acho que no final dos anos 60 já estava totalmente abandonado.
http://fotolog.terra.com.br/luizd
andredecourt 10.05.07 12:54 …
Adriano, vou ter que rever o filme, me lembro pouca coisa dele, mas se a probabilidade é grande !
Adriano Gomes 10.05.07 13:03 …
Pois é. Lembro-me de os dois entrando em um carro conversível (acho que um Chevy Nova) e seguindo para os lados da Niemayer. O que não me esqueço é da vista panorâmica do restaurante que jamais consegui identificar.
Derani 10.05.07 13:55 …
Se tivessem continuado com a mesma política de lazer para atrair à essas regiões os turistas e cariocas, talvez hoje não haveriam favelas nesta região e nenhuma periculosidade.
Mas aí é querer demais…
jban 10.05.07 14:13 …
O Zé provavelemente estava catando jaca no pé, por isso freqüentava o local abandonado…
André, Estive lá com o Rouen… Não há mais nada visível. A escada da foto continua no local, mas é como se a construção tivesse sido abduzida por ET´s e lavada dali. Só um grande vazio…
Elka 10.05.07 19:47 …
Bom voltar ao passado,
nas imagens
e nos comentários…
Do que antes era belo
só resta a escadaria…
como se indicasse um caminho…