andredecourt's Foto von 10.10.06

Vinícius ontem fuzilou a brincadeira de pronto, tornando o “chute” de outros muito mais embasado.

A Ilha do Fundão como conhecemos hoje é o resultado da união de oito ilhas, por meio de aterros, mas notadamente por desmonte do relevo das ilhas originais, que era bastante acidentado, nivelando a superfície e integrando as ilhas.
A Ilha do Fundão, Sapucaia e a de Bom Jesus, possuiam altas colinas, inclusive com farta vegetação, que foram completamente aplainadas resultando na árida paisagem de hoje, apenas um pedaço da ilha de Bom Jesus onde existem ruínas e igreja de um convento homônimo está perservado com a geografia original, mesmo assim neste trecho há algumas retificações do velho litoral.
A foto de ontem, pelo formato das velhas ilhas, acredito ter sido tirada da primitiva ilha do Fundão, aparecendo logo em seguida um pedaço da ilha Baiacú e uma nesga da Ilha do Catalão.
A foto de hoje nos mostra as técnicas de nivelamento do terreno com o uso de “buldozers” que com o desbaste dos morros iam empurrando o material para dentro da água, essa foto acredito ter sido tirada da ilha do Bom Jesus em direção as já quase unificadas Catalão, Fundão, e Pindai do França e Pindaí do Ferreira, Cabras e Baiacú.
A unificação das ilhas ajudou a destruir esse trecho do litoral do Rio, provocando o açoreamento acelerado do estuário de Inhaúma e a falta de circulação das águas na região de Ramos e Galeão, situação essa que se agravou ainda mais com aterros posteriores.

Comments (14)

Rafael Netto 10.10.06 08:53 …
Decourt, eu tenho um cartão de uma exposição que houve na UFRJ sobre a formação da ilha, que mostra uma vista aérea (ortofoto) do arquipélago. Interessa?
Nessa exposição apareciam algumas imagens das antigas ilhas, estradas de terra em meio a farta vegetação e encostas. Irreconhecível!
Se não me engano, o IPPMG, primeira construção da UFRJ, foi concluído antes do aterro das ilhas. A primitiva Ilha do Fundão era justamente aquela ponta onde está o HUCFF, por onde já passava a Av. Brigadeiro Trompowski.
http://fotolog.terra.com.br/rafael_netto
edubt 10.10.06 09:20 …
Pra mim isso é um fundão de mundo! Eita lugar asqueiroso!
derani 10.10.06 10:44 …
Me lembro que a Ilha da Sapucaia era um depósito de lixo… costumava ver nos programas humorísticos da TV referencias à ela e à praia de Maria Angú (acho que Ramos hoje) quando queriam denegrir alguém…(fazer piada)
Mar celo Almirante 10.10.06 12:20 …
Resumo da Ópera Vienense:
A Ilha do fundão é uma aberração.
glenlivet 10.10.06 12:42 …
Pelo visto, o Rio de Janeiro só pode crescer por conta de aterros, ao longo dos últimos 500 anos.
luiz_d 10.10.06 12:54 …
Não estava difícil para quem viu a série anterior sobre a Ilha do Fundão e a enviada pelo JBAN.
jban 10.10.06 13:22 …
Uma Ilha umificada (como disse o André) têm vegetação tropical.
Os “buldozers” circulavam pelas “pakways” do Fundão, onde “quase-ruas” iluminadas pelas luminárias “Thompson” eram circundadas por prédios Decô, com uso maciço de “Brise-soleils”, e decoradas com fontes “Wallace”.
Como podemos ver, mais do que uma aula de história, este fotolog é um curso de idiomas.
🙂
FlávioM 10.10.06 13:47 …
“Bulldozers” e “scrappers”.
rafael rigaud 10.10.06 18:51 …
André,gostaria de fazer 1 pergunta.Como se faz esse tipo de aterro feito no fundão,que une ilhas formando uma maior??Da mesma forma que se deu no aterro(cuja area foi conquistada do mar,mas foi “anexada” a 1 litoral ja existente)???
Minha vó me confidenciou 1 vez que onde hoje está a ponte antiga que ligava a ilha do governador ao continente havia banhistas numa praia com aguas limpas,onde o grande perigo era a correnteza e a grande profundidade do local.Hoje nas poucas vezes q eu por lá passo,noto a agua praticamente parada,e com 1 certo principio de assoreamento.Talvez efeitos da ilha do fundão??
obrigado desde já,andré
andredecourt 10.10.06 19:18 …
No aterro o processo foi diferente, foi feito um arrocamento e depois se jogou terra proveniente do Morro de Santo Antônio, já no Fundão a propria terra das ilhas foi espalhada para formar uma maior, não há um arrocamento primário.
Já o perigo da Praia do Galeão eram os pilares e restos de construçõa da ponte velha, que criavam armadilhas para os banhistas, quase todos da regiõa, pouco habituados a nadar
littlerose 10.10.06 20:20 …
Eu nunca tinha ouvido falar antes sobre isso…
Pra mim a Ilha do Fundão sempre foi o q é hj…
Putz! Vivendo e aprendendo, mesmo!
Vinicius 11.10.06 00:23 …
Então o meu palpite estava certo. :))
Considero a Ilha do Fundão como o maior desperdicio de espaço público aqui no Rio. Além de não cumprir com seu objetivo inicial, reunir todas as instituições da antiga Univeridade do Brasil em um só lugar, se transformou num local ermo, inseguro e sem planejamento algum. Ou seja, foi um dos maiores aterros já realizados nessa cidade, que no final não serviu para nada, além é claro de destruir o que restava da antiga Enseada de Inhaúma.
Keila 11.10.06 01:32 …
Realmente não poderia haver nome melhor para esse lugar: Fundão. Isso aí é o fundão do mundo mesmo (e me lembro de lá sempre que ouço “No Rancho Fundo, hehehe!).
Ainda bem que o meu curso era na Praia Vermelha. Acho que se tivesse que ir para o Fundão todos os dias, teria morrido. E o curioso é que muitos ex-colegas de faculdade moravam na Ilha do Governador.