Rua da Alfândega esq. Av. Passos 19/09/1928

andredecourt's photo from 8/29/06

Hoje posto mais uma foto da coleção do amigo Francisco Patrício datada de 19/09/1928.

Nessa foto vemos as obras de troca de pavimentação da rua da Alfândega tomada da Av. Passos. É muito bom constatar que a Casa Turuna continua firme e forte, arrastando multidões para dentro do estabelecimento para a compra de artigos festivos e fantasia, carro chefe da loja há décadas.
Mas a foto nos mostra detalhes interessantes de urbanismo, o principal é a linha de bonde que segue pela rua, embora ela não possua trilhos, a ausência de arcadas, e a iluminação feita por postes laterais confirma a passagem de bondes por ela, fora a rede aéra para a energização dos carris.
Infelizmente não possuo informações claras de quando a linha de bondes funcionou nesse trecho da rua da Alfândega e não posso afirmar se os operários trabalham no assentamento dos trilhos ou na sua remoção, mas houve uma linha bondes nesse trecho da rua, facilmente constatável para quem tem a última edição do “Histórias das Ruas do Rio” de Brasil Gerson, onde na parte central do livro temos uma bela foto da Igreja do Santíssimo Sacramento e onde nosso ramal de carris é figurante cruzando a Av. Passos.
A foto também nos mostra muitos sobrados que mesmo seguindo a receita eclética de fachadas, não escondem o seu passado colonial, pela disposição de telhados, janelas e mesmo quinas.
Sem dúvida uma bela foto compartilhada pelo amigo.
Foto: Malta
Acervo: Francisco Patrício

Comments (16)

Rafael Netto 8/29/06 10:31 AM …
Peraí, se essa Casa Turuna é a mesma de hoje, a rua é a Senhor dos Passos e o sobrado à direita é o do McDonald’s. Merece uma visita ao local pra confirmar.
E a igreja do SS.Sacramento fica na esquina da Buenos Aires.
http://fotolog.terra.com.br/rafael_netto
fco. patrício 8/29/06 10:33 AM …
Caro André,
Acompanhando esta foto tinha um texto com a curiosa história desta Casa Turuna, sobretudo de seu fundador: o “patrício” Manoel Turuna – seria interessante.
Apenas por curiosidade: até 2002 (pelo menos) trabalhava neste estabelecimento um funcionário que tinha perto de 75 anos de casa – ali chegou, ainda petiz, no ano em que esta foto foi clicada – um record!
Confesso o meu fascínio por fotos de antigas casas comerciais (quase todas de portugueses)- acredito que a Alma da Cidade é melhor compreendida através da história de seu Comercio.
Apenas como curiosidade: em outra foto da Turuna (1921) está uma das tabuletas mais castiças que já vi:
“- DEIXE-MÔ-LÔS FALAR MAS QUEM MAIS BARATO VENDE É A TURUNA”.
Abraço.
José Dantas 8/29/06 10:43 AM …
Interessante nessa foto é o modismo dos chapéus. Sensacional! Nota-se também que grande parte dos sobrados de esquina tinham sacadas de 45º.
Bela foto.
aidaburnier 8/29/06 11:23 AM …
Casa Turuna rules! rsrsrs
bjs!
derani 8/29/06 11:24 AM …
Engraçado.. realmente se vê a fiação do bonde entrando pela Alfândega.. não dá pra imginar tão pouco espaço e bonde junto…
luiz_d 8/29/06 12:39 PM …
“e onde nosso ramal de carris é figurante cruzando a Av. Passos….”
Como um rabo de saia leva o autor a ser poético…
E se a Casa Turuna revelasse as fantasias que alguns dos comentaristas deste “fotolog” compram…
andredecourt 8/29/06 1:02 PM …
Caro Patrício a pressa de hoje de manhã não de deixou procurar o texto junto com os emails, vou fazer um adendo no post
donjorge 8/29/06 2:03 PM …
Queria deixar um comentário e partilhar um pouco do que sei sobre os post de julho sobre a Gloria :
Onde hj é um prédio espelhado ao lado do chafariz(empresa onde trabalho), atrás ainda encontra-se um morro e pelo q vejo dos ultimos andares do prédio e pelo tipo de tijolo de uam construção semi demolida com certeza foi lá q foi feita a foto.
Estou com uma foto de 360 graus atual tirada lá de cima, quem se interessar pela foto para comparar com as mudanças é só enviar um e-mail pedindo.
jban 8/29/06 3:24 PM …
donjorge, Mande em alta para o André !!!!
jban 8/29/06 3:25 PM …
Dr. D´,
também reparei que nosso causídico está deveras poético hoje…
🙂
Solange Passos 8/29/06 6:51 PM …
Minha paixão, essas sacadas todas com gradis rendados,um diferente do outro e cada um mais lindo que o outro.
André, desculpe a minha burrice, mas como faço para inserir um link neste fotolog ? Obrigada.
Abraços,
andredecourt 8/29/06 6:52 PM …
Solange, é só copiar o texto e colar aqui no Guestbook
Marcelo Almirante 8/29/06 11:13 PM …
Em novembro de 1927 é suprimido parte das linhas de bonde do centro da cidade, após acordo entre a prefeitura e a Light, deixando de circular bondes nas ruas São Pedro, General Câmara e Uruguaiana, entre os Largos da Carioca e do Rosário. Em compensação foi proibido o tráfego de auto-ônibus pelas ruas 7 de Setembro, Assembléia, Visconde do Rio Branco e Frei Caneca, onde foram mantidas as linhas dos bondes.
Parece que a linha da Alfândega estava nesse pacote. Por sinal, nem sabia que passavam elétricos na dita.
triunfodapintura 8/30/06 5:48 AM …
Um angulo da paisagem não muito alterado.
Mudou a quantidade de tráfego e de pedestres, causando um bloqueio visual maior.
Boa quarta-feira.

Um comentário em “Rua da Alfândega esq. Av. Passos 19/09/1928”

  1. Meu pai Sebastião Loques Rebello trabalhou até os 72 anos na Casa Turuna. Desde criança quando eu ia ao centro da cidade com minha mãe e depois adulta trabalhando no centro, gostava muito de passar por lá para ver meu pai. Vendo esta foto me dá muita saudade daquele tempo.

Deixe uma resposta para Elizabeth Rebello Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

What is 15 + 9 ?
Please leave these two fields as-is:
IMPORTANTE! Para evitar a quantidade enorme de spams, você precisa responder a conta para provar que você é gente de verdade...