foto de andredecourt em 23/08/06

Bairro da Misericórdia e arredores próximos.

Nessa foto aérea do CAN vemos grande parte do desaparecido Bairro da Misericórdia como também um pedaço da Praça XV.
Olhando a foto podemos ter uma excelente idéia, do que falava sobre o bairro o cronista Luiz Edmundo, becos estreitos, um amontoado de casas, imprensadas entre as fraldas do morro do Castelo e a velha linha do mar de praias desaparecidas como a de Piaçaba e D. Manuel.
Nessas estreitas vielas com nomes como beco do Guindaste, Beco dos Ferreiros, Beco da Porta da Cidade entre outros se girava no início do Sec. XX um verdadeiro submundo, onde capoeiras, videntes, migrantes, imigrantes, charlatões, sinistras habitações coletivas, terreiros e até casas de ópio se escondiam e subsistiam perante a cidade formal que surgia após a esquina da rua da Misericórdia com rua do Cotovelo, renomeada depois como Vieira Fazenda.
A foto nos mostra muitos detalhes interessantes, no extremo esquerdo inferior vemos parte do Mercado Municipal, que faz um vértice formado um pequeno largo no final da rua Clapp, hoje desaparecida, o prédio do Tribunal do Júri ainda é uma curiosa construção colonial praticamente toda térrea com um pátio central, mas os prédios hoje ocupados pela PGE e pelo museu da Marinha já estavam idênticos a hoje.
Mais a direita vemos, o velho prédio neoclássico dos ministérios da Viação e Agricultura, com seus pátios criados pelo formato em H da construção. Atrás dele a velha Cadeia ainda está de pé, e grande parte do quarteirão entre a rua de D. Manuel e Travessa do Passo já foi demolido para a futura construção do Palácio Tiradentes, demonstrando também o pequeno tamanho da velha cadeia onde ficou preso Tiradentes, terminando a foto na extrema direita, temos uma nesga do Passo Imperial

Comments (21)

andrebatista disse em 23/08/06 09:58 …
Fiquei impressionado com as modificações que se deram com o passar do tempo…você escreveu Praça XV e a primieira referência que procurei foram a Primeiro de Março e o Paço…qual o ano dessa foto?
Parabéns pelo Fotolog!
andredecourt disse em 23/08/06 10:02 …
Essa foto é da década de 10, talvez em seus últimos anos
derani disse em 23/08/06 10:35 …
Um árido deserto agora isso aí…
brites disse em 23/08/06 10:46 …
Sensacional!
O mais curioso é extraordinária modificação na escala da cidade. E a grande mudança no perfil das coberturas utilizadas, nesta época mais de acordo com o clima tropical da cidade.
*s Bom dia!
Jorge Silva disse em 23/08/06 10:58 …
Isto é que eu chamo de História viva, ainda bem que temos gente que se preocupa com a memória do Rio de Janeiro,mais uma vez PARABÉNS. 10.
triunfodapintura disse em 23/08/06 11:06 …
Que foto! Bom dia pra vc.
/ravin disse em 23/08/06 11:17 …
uma verdadeira Havana Velha…
Rafael Netto disse em 23/08/06 13:16 …
Nessa foto tem 2 ruas desaparecidas, paralelas à D.Manuel. Qual seria a Rua Clapp?
Pelo que eu entendi, essas ruas e o quarteirão entre elas deram lugar à Av. General Justo. E que praça é aquela do lado direito, também nesse mesmo alinhamento? É continuação da Praça 15?
No pé da foto aparece também a estação das barcas.
De tudo que se vê na foto, só resistem hoje os prédios da Procuradoria e da Marinha, a estação das barcas, o Paço, a Igreja de S.José e os sobrados que ficam atrás dela.
http://fotolog.terra.com.br/rafael_netto
natureco disse em 23/08/06 14:07 …
Caramba que foto heim! Olha só a quantidade de sobrados colados. Parece foto de cidade medieval européia.
Abçs.
Luiz.
natureco disse em 23/08/06 14:10 …
Não entendi onfe fica a velha cadeia! Ainda existe??
andredecourt disse em 23/08/06 14:21 …
A rua Clapp ficava atrás dos prédios da rua de D. Manuel, ela desapareceu com a construção do Perimetral.
Luiz a Cadeia Velha foi demolida, no seu lugar há hoje uma parte do Palácio Tiradentes
Jorge Silva disse em 23/08/06 16:54 …
Interessante,só por curiosidade,a tomada desta foto deve ser de algum dirigivel ou teco-teco da época? estou errado?
Jorge Silva disse em 23/08/06 16:57 …
Se não me engano,Pedro Americo e Gago Coutinho tiraram várias fotos aéreas do Rio,quando na primeira travessia do Atlantico.
Evelyn disse em 23/08/06 19:21 …
Jorge
Acho que quem fez a primeira travessia aérea do Atlãntico foram Sacadura Cabral e Gago Coutinho, não?
Marcelo Almirante disse em 23/08/06 19:29 …
Cada dia que conheço mais a antiga região do morro do Castello, fico ainda mais revoltado com essa obra inútil de arrasamento, que além de destruir a cidade não custou nada barato.
dani_bessa disse em 23/08/06 21:52 …
Uma parte do Rio completamente desconhecida pra mim!
Esse flog é uma aula de história!
Bjo
riodejaneiro_021 disse em 23/08/06 23:23 …
q bela tirada
um Rio q eu naum pudi conhecer
manera a foto
abs
Rafael Netto disse em 24/08/06 08:27 …
Acho que ninguém vai ler mas…
Jorge Silva,
como diz na legenda, a foto foi tirada pelo CAN, então foi de algum avião (teco-teco).
Pedro Américo era pintor…
Dani Silva,
não é a toa que você não conhece, essa região, como foi dito, não existe mais, apenas algumas construções perto do miolo da foto.
http://fotolog.terra.com.br/rafael_netto
Jorge Silva disse em 24/08/06 11:43 …
Ok,Ok, Não sou formado em Historia.Estou aprendendo e apreciando, Por favor, é pra corrigir mesmo,Rafael continue lendo ,apenas troquei um nome,no momento em vez de Sacadura Cabral,me veio Pedro Americo,o Pintor, desculpe minha ignorância.