foto de andredecourt en 15/08/06

Lapa boêmia

Nessa belíssima foto tirada da velha estação de bondes da Lapa rumo a rua do Passeio, vemos uma Lapa e um Passeio Público que não existem mais.
A estação ainda está de pé, mas se mostra muito decadente, embora seu tradicional vendedor de frutas ainda esteja em seu box, ao lado um senhor negro no melhor estilo do “malandro” carioca consulta alguma leitura em suas mãos enquanto espera a condução, que infelizmente não será o bonde.
A rua do Passeio fervilha de carros e de gente, os letreiros do Plaza e do Metro estão lá, mostrando uma época de ouro do cinema de grandes salas e muito público, vemos também a sequência dos postes de iluminação, os quais muitos estão lá até hoje, mas apagados e vandalizados. No horizonte da rua do Passeio o edifício Serrador domina a paisagem.
No extremo esquerdo vemos os prédios da Escola Nacional de Música e do Automóvel Club do Brasil. Nesta resolução não será possível notar que o Passeio Público está sem grades, as mesmas só seriam recolocadas no final do governo Lacerda, quando o governador fez uma grande obra de restauração no local e colocou de novo as grades para proteger o histórico parque.
No chão e no céu vemos todo o sistema responsável pelo tráfego de bondes, mas na época dessa foto já era inútil, no meio da rua do Passeio um trolley já circula usando a sua nova rede aérea, composta por postes de concreto e braços metálicos.
Por mostrar tantos detalhes acredito que essa foto seja do ano de 1963

Comments (26)

belle_o0 15/08/06 8:56 …
¨
lindíssimo..
.saudades da época que não vivi.
[nostaugia]

¨
jban 15/08/06 9:03 …
Essa á a Lapa da juventude de meus pais e da minha infância. Estávamos sempre por aí, já que meus avós (os quatro) moravam na Região. Todos os domingos assistíamos a missa na Igreja do Carmo. Lembro vagamente dos bondes e da estação, assim como do Passeio sem grades. Meus pais viveram na Lapa até se casarem e coincidentemente trabalhei na Lapa e no Passeio nas décadas de 80 e 90.
Esse lugar tão interessante, foi arrasado com as demolições dos anos 70, que criaram o grande vazio que temos até hoje.
Agora a Lapa volta a ser Lapa.
“A Lapa está voltando a ser a Lapa,
A Lapa, retornando à tradição.
A Lapa é o maior ponto do mapa do Distrito Federal,
Salve a Lapa !”
langaard@bol.com.br 15/08/06 9:04 …
Você às vezes surpreende mais do que sempre.
Parabéns. Bela foto mesmo.
edubt 15/08/06 9:08 …
Uma pena que aqui o fotolog não dê a possibilidade de ver a foto em tamanho maior como no Flickr. Essa merecia.
Rafael Netto 15/08/06 9:12 …
Andre, você podia voltar a fazer os destaques ampliados.
Pelo que estou percebendo, a estação dos bondes hoje ficaria “no meio da rua”, onde passa o trânsito vindo da Av. Beira Mar.
http://fotolog.terra.com.br/rafael_netto
aidaburnier 15/08/06 9:15 …
O pior é que ele ganhou um DVD!!! Estava certo em estender as mãozinhas =)
bjs!
Waldenir 15/08/06 9:16 …
Bom dia, André.
Caramba, finalmente uma “outra” foto do Plaza!
Tudo bem que é de perfil,distante,mas podemos perceber o poste de um globo só que está lá atualmente.
andredecourt 15/08/06 9:21 …
Waldenir, todos os postes da rua do Passeio são de dois globos.
Rafael, normalmente faço os post’s ampliados no sábado, como nesse estarei viajando, fica para o próximo
jban 15/08/06 9:22 …
André, me mande em alta ? Acho que aquele carro fazendo a curva é um Dodge…
aidaburnier 15/08/06 9:46 …
Não, garoto! Um CD de DVD!!! rsrsrsrs…
bjs!
aidaburnier 15/08/06 9:47 …
e era surpresa, esqueceu? Ele não poderia imaginar o que era rsrsrs….
valeriano 15/08/06 9:54 …
Nao reconheci o lugar nao…
=/
Derani 15/08/06 9:54 …
Ótima foto!
Haviam muitas destas estações de bondes no centro. Me lembro de uma na Praça Tiradentes, bem em frente ao Teatro João Caetano, onde saltávamos do bonde, num calor infernal de janeiro, e tomávamos um mate super-gelado que era vendido num quiosque como este da foto!!
http://fotolog.terra.com.br/nder
jban 15/08/06 10:03 …
Cara, sensacional. Os detalhes são imperdíveis.
O negro de terno é o próprio “Gregório Fortunato”.
Uma coisa que me impressiona, é que nesse tempo havia uma preocupação em se vestir adequadamente, mesmo quem não tinha dinheiro. A pessoa era pobre, mas se vestia da melhor forma possivel. Fazia toda a diferença. Hoje em dia dá vergonha andar pela cidade.
Marcelo Almirante 15/08/06 10:05 …
Bárbara essa foto, o abrigo que após o fim dos bondes passou a ser ponto final de linhas da CTC, mas foi logo demolido em setembro de 1964.
Foto do abrigo em 1964
http://geocities.yahoo.com.br/spacio7/rio-onibus-ctc-01-b.jpg
Lá no fundo se vê um ônibus elétrico. Algumas linhas faziam ponto final no Passeio.
Derani 15/08/06 10:06 …
Naquela época o cara se sentia mal se saísse esculhambado na rua…
Até para tirar o paletó se pedia licença….
Wagner Bahia 15/08/06 11:18 …
Espetacular esta foto. Retrato de um Rio de Janeiro saudoso.
O negão de terno branco está o fino. Devia estar conferindo o resultado do bicho… :o)
Lefla 15/08/06 12:22 …
Foto maravilha!
luiz_d 15/08/06 12:34 …
Não havia domingo à noite em que a cidade não ficasse cheia de pessoas “humildes” em seus ternos brancos, namorando as “domésticas”.
Sem preconceito, eram outros tempos mesmo.
Melhores, sem dúvida!
triunfodapintura 15/08/06 12:41 …
A Lap era uma espécie de embrião-caldeirão da cultura carioca. Mas se ve na foto mais o Passeio público com cara de centro da cidade, do que a cena do bairro boêmio.
Jason_1900 15/08/06 12:52 …
É o flagrante do fim de uma época:
Os Citroëns e Chevrolés vivendo seus últimos dias de reinado, antes do ataque dos besouros assassinos.
O bonde já dera lugar ao chifrido.
A Lapa era morta e entrerrada.
Os ternos de linho branco estavam fora de moda.
O Rio já deixara de ser DF.
jban 15/08/06 15:08 …
Ataque dos besouros assassinos… Perfeito !
dani_bessa 15/08/06 19:56 …
Nossa! Um malandro original na foto!!!!!!!!
Q máximo!
Muito bom o seu flog!
Bjoks gentis, Dani
FlavioM 15/08/06 22:16 …
Post magnífico. Pela foto, pela época, pelo local, pelos detalhes, pelos comentários. Trolley convivendo com os cabos elétricos dos bondes…
Há quanto tempo não via um comentário do Jason! Viu bem: 2 Citroëns!!! E “besouros assassinos” vai para os anais…
http://www.flaviorio.globolog.com.br
avelino.barros@uol.com.br 17/04/07 11:49 …
Sensasional,resgate desta cidade Maravilhosa.Parabens
normahauer@yahoo.com.br 19/05/07 8:58 …
Ah, como utilizei esse ponto!!!Dali partiam as linhas:31-Lapa Leopoldina;32-Avenida Rodrigues Alves;33-Praça da Bandeira(era este que eu usava, com destino à Praça da Bandeira,onde embarcava no 74-Vila Isabel-Engenho Novo, com destino a meu colégio, na Rua São Francisco Xavier.O anúncio do “Gato Preto” referia-se a uma loja de Calçados.