andredecourt's Foto von 17.11.05

A obra foi se arrastando por diversas administrações do DF, a parte virada para a zona Norte até a altura do velho restaurante Cabana da Serra foi de mais fácil execução, inclusive pavimentada com placas de concreto como era típico nos anos 40.
Mas a descida pela vertente de Jacarepaguá enfrentava problemas, a insistência de se usar o velho traçado da estrada dos Três Rios dificultava em muito a execução, visto a complexidade do traçado de mais de 100 anos, na época, como também a geologia do terreno.

Na administração João Carlos Vital é que se decidiu que o velho traçado não mais poderia ser usado, sendo então realizado uma nova estrada partindo do zero, acompanhando a velha estrada dos Três Rios, mas com uma melhor utilização do relevo, e também deixando esperas para um possível e futuro alargamento com baixos custos.
Até hoje, mesmo no guia 4 Rodas de 2003 o velho traçado da estrada dos Três Rios aparece corredno paralelo por um bom trecho da Grajaú-Jacarepaguá, mas acho que ele deve ter sido engolido pelo mato
Nessa época as pistas tinham apenas 8 metros de largura, nos dois trechos sendo o de descida para a zona Oeste pavimentado com asfalto já na mentalidade dos anos 50/60 onde várias avenidas que tinham sido construídas utilizando as resistentes placas de concreto tiveram seu piso trocado.
Amanhã continua

Comments (15)

jban 17.11.05 07:22 …
Dá para dois carrinhos se cruzando… Isso devia mesmo ser uma viagem para essa longínqua paragem.
luiz_d 17.11.05 07:58 …
E tome curva!
antolog 17.11.05 09:06 …
Que pena que fechou a Cabana da Serra…
Rafael Netto 17.11.05 09:07 …
Apesar de ser o mais bem acabado, e em alguns pontos o mais atualizado guia da cidade, o 4 Rodas não é 100% confiável. Ele ainda mostra na Praia Vermelha a Faculdade Nacional de Medicina e a Escola de Agronomia, mostra a planta do Santos-Dumont como era nos anos 40, e chama o Catete de Flamengo.
http://fotolog.terra.com.br/rafael_netto
Rafael Netto 17.11.05 09:09 …
Eu acho que a Grajaú-Jacarepaguá após a Cabana da Serra é oficialmente Estrada dos Três Rios. A Av. Menezes Cortes acaba no alto da serra.
Aliás aquele lugar parece (ou pelo menos parecia até há uns 10 anos) um ponto no meio da estrada, tipo a serra de Petrópolis, não parecia que se estava dentro da cidade.
edubt 17.11.05 09:10 …
Isso ai é nos anos 40?? Fico imaginando o que alguem ia fazer em Jacarepagua nessa época. Atualmente ja é um fim de mundo, nos anso 40 então… ihhhhhhhhhhhhhh
:-)))))))))))))))
jban 17.11.05 09:11 …
O fim do mundo é um pouquinho antes…. 😛
Leflaneur 17.11.05 10:36 …
O fim do mundo não tem nada a ver com Jacarepaguá, ali ainda não chegou a notícia.
Leflaneur 17.11.05 10:36 …
André, a estrada deve ter sido tomada por favelas, comunidades carentes, tadinhas…
andredecourt 17.11.05 10:48 …
Lefla, o lado do Grajaú é uma favela só, o lado de Jacarapeguá ainda tem muito verde..mas acho que por pouco tempo
Rafael Netto 17.11.05 13:31 …
“desdizendo” o que eu disse, segundo o mapa oficial da prefeitura (Portalgeo…) a avenida é Menezes Cortes até Jacarepaguá mesmo. A Estrada dos Três Rios é só a parte da baixada, e um pedacinho no começo da subida (lado Jacarepaguá obviamente) em que as pistas são separadas, até o hospital.
Voltando ao meu …—… SOS …—…
Encontrei a foto que eu queria. Foi no Flickr do Marcelo Almirante (quadro). Mas não está mais no arquivo. Foi postada no dia 29/08. Se alguém puder me mandar, ou repostar, agradeço.
http://fotolog.terra.com.br/rafael_netto
andredecourt 17.11.05 13:50 …
Qual era a foto ???
Rafael 17.11.05 16:43 …
Cabana da Serra é aquele restaurante no alto da serra,proximo a um drive-in??
André,a pavimentação feita por concreto não dá certo no Rio por aqui haver chuvas relativamente fortes com bastante frequencia???nos EUA,existem estradas que são pavimentadas com concreto e parecem resistir bem ao trânsito.Aliás,o Brasil,por ser o país com maior território compreendido nos trópicos é o que mais sofre com chuvas em suas estradas,que acabam por requerir conservação mais frequente.
Segundo um amigo meu,jacarepaguá é onde Judas perdeu as meias,porque as botas ele perdeu um pouco antes…hahahahahaha
1 abraço a todos
ngrille2 17.11.05 19:16 …
Respondendo ao Edupt…
Naquela época era lindo este passeio !!
Jacarépagua só tinha mansões enormes antigas e se chegava até o Recreio que era abandonado no meio das dunas e restingas…
Na época meu pai ia com uns “Alemães malucos” pegar jacarézinhos para botar no lago que agente tinha na casa na Ilha do Goverador.Rsss..
Bons tempos, sem favela, engarrafamento e gente neurótica.
Hoje em dia realmente Jacarépagua tb é um caos.
Bjks
Nig 17.11.05 22:11 …
Essa estrada faz parte da minha vida desde a infância até hoje.
Fui muito para a Praia da Barra, saindo do Meier, um bando de crianças no banco traseiro da Brasília, para manter a turba quieta, a minha mãe inventava jogos tipo, contar o número de curvas ou adivinhar a cor do carro que viria no sentido contrário ( hj seria fácil, preto, cinza…),
Ultrapassar era difícil, lembro dos caminhões, lerdíssimos atravancando a passagem, não lembro de ônibus utilizando a estrada, engraçado.
Depois que duplicaram ela ficou mais segura, mas tem pontos perigosos, como a curva que antecede o Hospital cardoso fontes, é comum ver batidas ali, quando chove então…
O mais impressionante é a mudança urbana, as favelas estão quase chegando no Cabana da Serra, vários pequenos sítios que viviam ali escondidos já estão quase fagocitados pela desordem.
Já o lado de Jacareapguá, talvez por que parte da estrada passa por dentro do Parque Nacional da Tijuca, está mais bem conservado, com mato a perder de vista, mas corre o boato que por baixo do arvoredo, já se instalaram algumas comunidades.
Enquanto não criarem, e usarem o Batalhão Florestal, vamos ver dia-a-dia a floresta sumir dando lugar às comundiades carentes, tão caras aos políticos em busca do voto fácil.
Essa série é muito legal, manda outra foto dessas André.