andredecourt's photo from 6/15/04

Final da praia de Botafogo no início do séc. XX

Em primeiro plano temos a estátua chamada de Dançarina, e no fundo podemos ver o famoso pavilhão Mourisco, ambos obras de Pereira Passos.
Quando de sua criação previu-se para o pavilhão vários usos, inclusive de café cantante, mas pelos registros de Dunlop, as coisas nunca deram muito certo, tendo então o pavilhão um uso inconstante.
Ele foi demolido quando da construção do túnel do Pasmado em 1952, a obra também acarretou mudanças nada desprezíveis no urbanismo deste trecho da praia, com a mudança do traçado viários dos jardins de inspiração francesa foram destruídos e inviabilizados, sendo então substituídos pelo primeiro “Park Way” da cidade, onde pistas de rolamento e jardins integravam um só elemento.
Logicamente esta estátua estava fora do programa modernista e foi retirada e guardada nos depósitos da prefeitura.
Já na Guanabara o governo Lacerda resolveu retirar dos galpões monumentos recolhidos e instalá-los de volta na cidade, como foi o caso de vários chafarizes e estátuas, a Dançarina foi uma delas, só que invés de voltar para a praia de Botafogo, nos trechos que ainda possuíam jardins em estilo francês, e no qual ela fazia parte de um conjunto escultório comprado especialmente para o local no qual constavam várias estátuas como a Crepúsculo, ainda hoje no seu local original da esquina da rua Farani. A Dançarina foi literalmente exilada na Praça Seca em Jacarepaguá, ficando lá por muitos anos até o final dos anos 90 .
Atualmente não sei o destino da estátua, pois não se encontra mais em Jacarepaguá, muito menos observei sua volta à Praia de Botafogo

Comments (26)

pikyto 6/15/04 9:24 AM …
Acho que a dançarina, literalmente, “dançou”. Assim como grande parte do nosso patrimônio artístico. Que lástima… Abração.
lucia 6/15/04 9:38 AM …
Uma pena terem tirado a Dançarina de cena…
André, a história do Porche é verdade, tá aí minha amiga Denise que não me deixa mentir…
Ela tb conheceu a criatura. 🙂
Bjs
adrianpaty 6/15/04 9:57 AM …
Adorei seu flog, sou uma Santista de coracao carioca, estou sempre indo ao Rio..
rioencantosmil 6/15/04 11:02 AM …
mt boa a historia, nunca vi esta estatua, vou prestar mais atenção pra ver se a vejo em algum lugar…
não tinha certeza se a luminaria era movel, legal a informação, abraços…
jro 6/15/04 11:12 AM …
A Dançarina dançou ???
JRO :-)) :-((
bwanis 6/15/04 11:17 AM …
Mais uma vez eu digo: Uma pena não haver conservação nesse país….
:))
amaccord 6/15/04 11:24 AM …
Eu acho o seu fotolog o máximo! Já está nos meus favoritos faz teeeempo…
Além de lindas fotos, eu sempre aprendo alguma coisa você!
Obrigada! 😉
Renatinha 6/15/04 11:46 AM …
Esse pavilhão era lindo!
guermantes 6/15/04 11:47 AM …
Ela é linda. Parece a Isadora Duncan.
Ah esses jardins, gostaria tanto de tê-los visto!
popflog 6/15/04 12:44 PM …
O Mourisco deveria ser um prédio lindíssimo…
E o que está em seu lugar hoje em dia é especialmente horroroso.
tumminelli 6/15/04 1:09 PM …
André,
realmente essa estatua não está na Praia de Botafogo… deve estar na casa de algupem assim como muita coisa do Palacio Monroe… sa não estiver envelhecendo em algum deposito por aí.
cara tenho uns negocios pra te contar que vc se amarrar, mas só no “arraial”! SURPRESA!
Abs
Roberto
PS: atualizado meu log: interior do “falecido” Cinema Rian, em Copacabana
http://www.fotolog.net/tumminelli/?pid=7912399
apessoa 6/15/04 3:00 PM …
Alguns restos do Monroe, uns capítéis e um pedaço do frontão, estão nos jardins da FAU/UFRJ.
andredecourt 6/15/04 3:04 PM …
O que está na frente da FAU são restos da igreja dos Jesuítas do Morro do Castelo
comida_de_buteco 6/15/04 3:50 PM …
Jura, André? Quem me disse isso foi o Vasconcelos, professor de história da arquitetura lá da FAU…
E pela idade da destruição do Morro do Castelo, e a idade da demolição do Monroe achei que fazia sentido!…
andredecourt 6/15/04 5:20 PM …
Bem quem fala isso é um livro elaborado pelo IPHAN e pela FAU sobre o morro do Castelo, ao menos que eles tenham desovado mais ruínas da estupidez de nossos administradores lá pelo Fundão
comida_de_buteco 6/15/04 6:07 PM …
Bom, beleza!…
Mas que livro é esse? Tem fotos? Fiquei muito, mas muito curioso agora…
tumminelli 6/15/04 6:19 PM …
Só de curiosidade sobre o material demolido no Monroe: a firma que arrematou a demolição por 191 mil cruzeiros, com direito à venda do material, embolsou 9 milhões de cruzeiros só com a venda do ferro e do cobre do Palacio.
Isso sem contar com vitaris, moveis, estatuas de marmore de carrara e bronze… dos 12 anjos de bronze de três metos de altura, seis estão na fazenda de Luiz carlos Branco, em Uberaba, sem contar com vitras e um bacão de mármore…
andredecourt 6/15/04 7:18 PM …
Tem sim, inclusive algumas já foram postadas aqui
Luís Felipe 6/15/04 9:04 PM …
Leiam isto que retirei de antolog.flogbrasil, que é mais uma história da nossa ditadura :”O Palácio Monroe foi o pavilhão Brasileiro na exposição Internacional de St. Lois nos EUA em 1899, foi projetado por Francisco Marcelino Souza Aguiar, usando-se estrutura metálica, com capa de concreto, uma grande novidade na época.
O estilo do pavilhão, com suas 3 cúpulas fez grande sucesso na exposição, maravilhando a imprensa americana presente. O resultado é que ganhou a medalha de ouro de melhor pavilhão.
Foi remontado aqui no Brasil em 1904-6, inicialmente abrigando a Convenção Sul-americana, Câmara dos Deputados e finalmente o Senado, foi demolido por Ernesto Geisel o qual cultivava um ferrenho ódio contra um colega de farda que tinha sido preferido em uma promoção… O outro general tinha o sobrenome Souza Aguiar e era filho do projetista do palácio” !!!!!!
andredecourt 6/15/04 10:55 PM …
para quem quiser saber mais sobre o Monroe ..
http://www.fotolog.net/andredecourt/?photo_id=4500602
abk 6/15/04 11:06 PM …
Outra grande aula sobre essa cidade,
André.Pena que numa cidade tão grande não achem um lugarzinho onde colocar essa estátua para embelezar algum local da mesma.
Um grande abraço.
lucia 6/15/04 11:25 PM …
André essa informação sobre aquele prédio é verdadeira?
dessa ultima foto????
faberpaganoto @ 2004-06-15 23:20 said:
quando abriram a rio branco a lateral de alguns prédios ficou exposta. Para não “enfeiar” a nova e bela avenida, o governo mandou construir fachadas cenográficas nas paredes laterais de ruas tranversais a avenida.
Keila 6/16/04 2:18 AM …
O Mourisco era lindo!
André, você sabe o que havia naquele terreno vazio enorme ao lado da FGV na Praia de Botafogo? Um terreno daquele tamanho e sem nenhuma utilidade é um tremendo desperdício!
andredecourt 6/16/04 8:00 AM …
Era o colégio Aldridge e uma casa particular que ficavam no terreno da FGV, a razão do terreno estar vago até hoje é uma pendenga entre a fundação, a AMA-Botafogo, e a prefeitura
Antolog 6/16/04 10:51 AM …
Quero complementar que as informações que constam no meu flog foram colhidas na internet, e inclusive aqui, no flog do André.
http://antolog.flogbrasil.terra.com.br/fotos.php?id_foto=2847999
Oliveira 12/14/04 8:22 AM …
É essa dancarina dançou como muitas estátuas e o rico patrimônio das igrejas de minas, hoje estão em jardins e residências nobres, de seus ricos compradores, é o Brasil sendo dilapidado aos poucos.