Lido anos 30

andredecourt's photo de 23/05/04

Vemos aqui num postal possivelmente no meio dos anos 30, um trecho da orla de Copacabana, tomada da frente do Lido.

Em primeiro plano temos o edifício OK, construído em 1928 e um dos clássicos do art-decô carioca, ainda sem nenhum puxadinho realizado em sua cobertura, ao lado mais ou menos na área de sombra temos o edifico Palacete Atlântico, um dos primeiros da orla e demolido em 1975, depois da casa, temos o edifício Londres, não confundir com o hotel homônimo que ficava no posto IV, ele também foi demolido, no meio da década de 80 e em seu lugar construído o Rio Atlântico Hotel.
Mas para frente temos a inconfundível silhueta do Copa, e o morro do Inhangá ainda bem visível da praia e bem no fundo vemos o edifício Netuno na esquina da rua República do Peru, um prédio em que nas suas lojas sempre funcionaram estabelecimentos marcantes para a vida do bairro, inicialmente a sorveteria Alvear, e atualmente o bar Manuel e Joaquim, e o restaurante Arab, as janelas que vemos viradas para o Leme foram praticamente emparedadas no final dos anos 60, no auge da especulação imobiliária predatória no bairro, foi construído um prédio, num terreno muito pequeno, que impossibilitou qualquer afastamento lateral, hoje as janelas ficam a menos de 2 metros da empena cega do novo edifício.
Na extrema direita vemos o edifício Ceará em construção, bem como outro pequeno prédio de apartamentos que desapareceu nos anos 70 substituído por um prédio com uma grande galeria comercial embaixo.
Reparem bem na linha do pilar extremo esquerdo da grande barraca de praia, temos um dos primeiros modelos de posto de salva-vidas da orla e com uma bandeira, possivelmente vermelha.
No horizonte o topo do morro Dois Irmãos.

Comments (23)

dr_ocio 23/05/04 10:40 …
O Manoel e Juaquin é do meu amigo Abilio Fernandes, que já teve outro bar marcante pra vida de copacabana… o Catavento, perto da Siqueira Campos, onde tomei meus primeiros chopps. eu era dimenor e tomava chopp em copo de plástico com uma garrafa de guaraná na mesa e ele era tão nosso amigo que nem ligava pro fato de comprarmos os camarões empanados no chinês que ficava ao lado. o Abílio também produziu peças de teatro memoraveis como “Por falta de roupa nova, passei o ferro na velha” com a imortal Henriqueta Brieba entre outros. o M & J foi um dos primeiros bares a levar a turma da Z.S. pra Z.N. ao abrir suas portas primeiro no Engenho de Dentro.
Aliás, o Catavento é do tempo que eu ouvia musica em vitrola…
andredecourt 23/05/04 10:46 …
Me lembro do Catavento, tem uns amigos meus que até hoje tem saudades do bar
ze_lobato 23/05/04 11:14 …
Sempre bom ouvir estas estórias que fazem história! Pode deixar, andré, fotos da corrida do aterro infelizmente não tenho, só na memória, mas para o chopp assim que uma gripe for embora! abçs
cccig@ig.com.br 23/05/04 11:42 …
Fotos sempre super interessantes.
Será que se consegue alguma da Escola Cristiano Hamma que ficava ai mesmo no LIDO, seria incrivel relembrar o meu tempo de escola primária. André Costa
andredecourt 23/05/04 11:46 …
Essa escola ficava na praça ou em alguma rua próxima ???
tumminelli 23/05/04 13:02 …
André,
foi bom vc ter colocado essa foto. Me falaram q o OK era um piano bar, e não esse edificio. Perguntei para uma conhecida e ele me falou que esse predio não se chama OK (o pai dela tem um apto nele). Estou nessa duvida… OK seria então apelido do predio? Teve mesmo esse tal piano bar (restaurante). O nosso garçom do Alcazar me confirmou ter existido mesmo o tal restaurante (um amigo dele chegou a trabalhar por lá).
Sabe de alguma coisa?
Abs
Roberto
andredecourt 23/05/04 13:12 …
Mudaram o nome do prédio, depois que o bar, embaixo começou a ganhar má fama, hoje o nome do prédio é um pomposo Ribeiro Moreira…….que não tenho a mínima idéia quem seja, prefiro o nome antigo e acho que os proprietários deveriam se preocupar menos com o nome do edifício mas sim com os vergonhosos puxadinhos que eles fizeram em suas varandas e terraços
eduardo bertoni 23/05/04 19:56 …
e no bar que entra pelo calçadão vc. pode encontrar a maior concentração de prostitutas do bairro…fica até difícil passar por lá à noite…
andredecourt 23/05/04 20:31 …
Mas nada barra o Meia Pataca, ao lado da Help, no trecho da praia conhecido como “baixo Amazonas”
henrique@infolink.copm.br 23/05/04 20:49 …
Parabéns André pelo seu Fotolog.Eu fico todos os dias esperando pelas suas fotos e pelas suas explicações.Vc realmente é muito estudioso do assunto….que eu também sou, mas não chego aos seus pés. Este prédio OK, eu ainda não me “toquei” onde é.
Mas vou reparar amanhã cedinho logo que for para o trabalho.
henrique 23/05/04 20:54 …
Fui morar em Copacabana em 1957 na rua Pompeu Loureiro.Sempre estou atento às suas fotos.
Vc conhece o livro “Rio de Janeiro – Imagens da Aviação Naval – 1916-1923”?
São imagens aéreas do Rio nesse período.
Se vc q
henrique 23/05/04 20:55 …
Fui morar em Copacabana em 1957 na rua Pompeu Loureiro.Sempre estou atento às suas fotos.
Vc conhece o livro “Rio de Janeiro – Imagens da Aviação Naval – 1916-1923”?
São imagens aéreas do Rio nesse período.
Se vc quiser, eu te mando umas fotoss escaneadas.Um abraço e parabéns!
cccig@ig.com.br 23/05/04 20:58 …
“Essa escola ficava na praça ou em alguma rua próxima ???” Escola Cristiano Hamman ficava onde está construida a atual escola municipal Roma, na Praça do Lido, quase centralizada.Saudações.
andredecourt 23/05/04 21:39 …
Maravilha, então ela funcionava no prédio do antigo centro de recuperação de afogados, como eu suspeitava, tenho uma foto então da demolição do prédio !
andredecourt 23/05/04 21:40 …
Henrique adoraria as fotos, esse livro eu ainda não achei em sebos, pois se esgotou rapidamente
henrique 23/05/04 22:14 …
Andre:
Este livro não está em sebos….ele está na Livraria da Travessa, da Editora Argumento. Vc precisa conhecer!!
Amanhã eu te mando uma foto escaneada lá do meu trabalho de Ipanema, com algumas explicações.
Abraços!
andredecourt 23/05/04 22:22 …
Opa então voltou, pois meses atrás eu o procurei, na mesma travessa e me disseram que tinha esgotado, e que uma nova tiragem era incerta, essa semana passarei lá para compra-lo
henrique 23/05/04 22:36 …
Bem…pelo menos na Livraria da Travessa da Rio Branco …..eu acho que ainda tem!
rbpdesigner 24/05/04 00:00 …
impressionante!!!
outro mundo
outra vida
[]s
Antolog 24/05/04 11:42 …
André,
Eu tenho o livro. Comprei-o na Livraria da Travessa, na Travessa do Ouvidor, não faz muito tempo. Se não me engano ainte tem o livro lá. Excelente a lembrança deste livro.
apessoa 25/05/04 16:35 …
Se não tiver na Travessa tente na Folha Seca, Rua do Ouvidor 37. Lá tem tudo (ou quase!) sobre o Rio. O Rodrigo, um dos donos, quando não conhece faz pesquisa e de vez em quando aparece com uma surpresa perdida nos galpões das editoras!
afsenra@hotmail.com 27/05/04 12:35 …
Fala Panda !!!
Este é o prédio que o Tonzé morou na atlantica , seu fotolog é um prazer para oa nostálgicos !
Parabéns !!!
André
lucia 12/06/04 08:21 …
André,
Uma pequena correção:
Antes do Othon Palace, era Meia Pataca agora é Meia PUTACA.
Antes foi Pizzaria Rio Guanabara e antes, nos 60, uma borracharia.
Pior que a outra loja do Edificio, que hoje tem comida Cubana, nunca fez sucesso.
[ ]´s
GustavomaridodaLucia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

What is 5 + 2 ?
Please leave these two fields as-is:
IMPORTANTE! Para evitar a quantidade enorme de spams, você precisa responder a conta para provar que você é gente de verdade...