Detalhes da foto da Penha

Conforme prometi trago hoje detalhes da foto postada no dia 31 de Janeiro, que mostrava o bairro da Penha na primeira metade dos anos 60.
 

foto de andredecourt en 4/02/06 

Vemos claramente as encostas em torno da Igreja da Penha ainda com pouquíssimos barracos
 

andredecourts foton från 2006-02-04


Nessa foto vemos a ponte velha da Ilha do Governador em destaque, é de nota reparar na antiga linha do litoral dessa parte da Av. Brigadeiro Trompovisk, havia uma espécie de istmo ligando a ilha do Fundão à cabeceira da ponte.

Nessa época a UFRJ já possuía diversos cursos funcionando na ilha, como Arquitetura e Engenharia, mas o que a foto nos passa é que a ilha, fora os esqueletos do hospital universitário ainda se encontra totalmente vazia.
Junto ao casario dos bairros de Olaria e Ramos, vemos perto das águas da baia a praia de Ramos, deslocada bem para frente, devido aos aterros consecutivos da região, mas ainda com muito melhores condições de balneabilidade e circulação de suas águas, pois os aterros agressivos que transformaram a região da praia numa região sem nenhuma renovação por parte de correntes marinhas ainda não tinham sido realizados de todo
 

andredecourt's foto van 4-2-06

Podemos nessa foto ver além do conjunto do IAPI, vislumbrar a nova
linha do litoral, pós Av. Brasil, e após as mesmas as instalações da
Marinha.
O grande espaço vazio antes ocupado por um matadouro já está
arruado, com um tecido urbano muito parecido com o que existe
atualmente, mas ainda se encontra totalmente vazio.
Detalhe interessante é perceber que, onde hoje temos a estação de
tratamento de esgotos da Penha, havia uma construção, aparentemente
possuindo até chaminé.
Peço novamente que comparem com essa foto  http://www.rioquepassou.com.br/2004/01/03/ da mesma região no meio dos anos 40.

Comments (12)

luiz_d 4-2-06 9:24 …
Não conheço bem esta região!
jason_1900 4-2-06 9:37 …
Onterm fiz uma longa excursão pela Penha, visitando cromadores. Foi legal dobrar uma esquina e dar de cara com a igreja, enorme e sozinha, encarapitada no alto da pedra. Visão interessante!
O bairro é pouquíssimo arborizado, me parecendo bem mais árido que os vizinhos. Seria simpático se tivesse mais verde em suas ruas.
Vinicius 4-2-06 9:38 …
Muito legal a foto. Meus avós já moraram no IAPI, mas o que seria ele. Todos os conjuntos de prédios da foto.
blue 4-2-06 9:45 …
Verry nice!! I like…
Sorry but i speak french
http://andenne.skynetblogs.be
From Belguim
laura_david 4-2-06 10:20 …
Oi tio André…
Não conheço esse lugar???
Bjókinhas da
*Laurinha*
rioencantosmil 4-2-06 10:40 …
oi..boa historia..vc gosta de samba, vem ver e ouvir uma coisa…no centro historico do Rio..abraços
Rafael Netto 4-2-06 10:47 …
Acho que cassaram o Gold do Decourt, os comentários aqui vão se esgotar rapidinho…
Não consegui ver o tal istmo (será mais uma palavra pra aproveitarem???) na Ilha do Fundão? Seria aquele prolongamento na direção do lado esquerdo? Aquilo ali faz parte da ilha. Só que hoje, com a construção de 987354 pistas no local, acabou afundado em concreto.
http://fotolog.terra.com.br/rafael_netto
edubt 4-2-06 18:52 …
Concordo com jason… Não há uma arvore lá sequer, fora que é um calor senegalês.
Bairro feio.
:-))
luiz_d 6-2-06 7:03 …
O Rafael já foi mais sério (987354 pistas…).
Uma pena!
Jorge da Silva 6-2-06 8:02 …
Andre,conheço bem esta área e aquilo que parece uma chaminé,é na realidade uma caixa dagua em forma de pirulito,da empresa Borrougs do Brasil que fica na Rua Dr Nunes.
lucia 7-2-06 12:08 …
Ôh bonitinho, nos vemos amanhã com ou sem chuva, né??
Ou você virou de açucar agora???
Sumido!!!
Deixa estar, jacaré!!!!
😛


3 comentários em “Detalhes da foto da Penha”

  1. Na primeira foto, antes dos pilares da Ponte, podemos observar a “Praia do Coqueirinho”; havia no local, na areia, um único Coqueiro; daí o apelido da Praia.

  2. Eu sou morador da Ilha a 47 anos todas as vezes que vejo fotos antigas da ilha não tem como me retirar da frente do computador quando vcs publicarem mais fotos da ilha de antigamente me avisem pelo meu e-mail! não vivi nesta época que por sinal uma época muito boa com a ilha ainda com suas belezas naturais suas praias que dispensam qualquer comentários ! fico aqui pensando sou fã de pesca artesanal como arrastões ou candonbe como queiram! pescando siris ou até mesmo mariscos que não se encontra muitos hoje em dia mas se encontra se souber onde pescar subir numa mangueira e retirar ali o seu fruto na hora…..que saudades que tenho dos tempos de outrora ….

  3. A foto acima, trata-se de uma panorâmica onde mostra parte do IAPI da penha. Logo após o final dos prédios do Iapi, começa a rua Com. Vergueiro da Cruz. Em seguida existe um terreno vazio onde hoje funciona o Mega BOx, ao lado tem um correio de casas, onde reside até hoje o CAFURINGA. Em seguida tinha o matadouro da Penha. Em um comentário acima falaram em CHAMINÉ. mais na verdade trata-se de uma caixa d”agua da antiga empresa CHICAGO BRIGTHE. Mais a frente ve-se o campo do IRMÃO GOULART. Fui nascido e criado no local, ficando muito feliz em ter viajado no tempo, uma vez que o campo do Irmão Goulart acabou entre 1959 e 1961. Fui criado em Olaria na rua Dr. Nunes esquina de Comandante Vergueiro da Cruz, de forma que conheci a região como realmente esta na foto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

What is 11 + 2 ?
Please leave these two fields as-is:
IMPORTANTE! Para evitar a quantidade enorme de spams, você precisa responder a conta para provar que você é gente de verdade...