Av Central, logo após a inauguração

foto de andredecourt en 16/08/04

Av. Rio Branco, na época ainda Av. Central logo após sua inauguração, foto tirada da esquina da rua do Rosário em direção à Av. Beira Mar.
Podemos ver ainda alguns prédios em construção, como a torre do Jornal do Brasil, e andaimes na extrema esquerda.
O curioso e reparar que os combustores do poste em primeiro plano estão sofrendo alguma manutenção, combustores ?? Sim combustores, a Av. Central em seu início possuía iluminação mista, o canteiro central já se utilizava de lâmpadas de arco voltaico e os postes nas calçadas ainda utilizavam o gás.
Uma curiosidade é que as luminárias do canteiro central foram instaladas e não puderam ser acesas, pois não havia eletricidade disponível para elas, muito menos uma subestação, ligá-las poderia acarretar uma pane no precário sistema elétrico da cidade, onde muitos lugares a luz era provida por geradores e acumuladores nos próprios imóveis.
Outro ponto interessante de se observar, e o contraste dos velhos prédios coloniais neo classisados, da velha rua dos Ourives, já dividida e neste trecho com o nome de Miguel Couto à direita e atrás do poste, com os ecléticos da nova avenida.
Para quem sempre passa por aqui deve se lembrar de uma misteriosa figura que perguntava sobre a Farmácia Central, pois bem ela se localizava no próximo prédio à direita da rua Miguel Couto, pena pelo ângulo não aparecer um só pedacinho.

Comments (19)

bpm 16/08/04 8:53 …
belos desenhos com as pedras portuguesas
antigos 16/08/04 8:55 …
Que flog é esse, meu Deus…
Meus parabéns… Genial… Lindo.. Maravilhoso..
Tô adorando as fotos e as histórias…
everjoy 16/08/04 9:03 …
Grande a história da nossa cidade, abraços
rockrj 16/08/04 9:16 …
Muito legal, hoje à noite te mando uma da Exposição Internacional do 1° Centenário da Independência do Brasil.
jro 16/08/04 9:21 …
Pois eu gostei mesmo foi do Tilburi!
(esse é o nome, né?)
JRO :-))
natureco 16/08/04 9:27 …
OI André. Essa foi a época de ouro da Rio Branco. Esses postes são magníficos. Onde será que estão?? Acabaram se enferrujando? Ou estão na casa de algum político??
Abçs.
dannie_witchery 16/08/04 9:57 …
Ai,ai… Era tudo tão bonito…
alvarogabriel@openlink.com.br 16/08/04 10:11 …
Aquele prédio que ainda está com andaimes lá em cima seria o do Jornal do Brasil ?
andredecourt 16/08/04 10:22 …
Exato Zé Rodrigo
andredecourt 16/08/04 10:34 …
O prédio com andaimes é o do Jornal do Brasil, já os postes com motificações na parte superior onde os 5 combustores foram trocados nos anos 20 por dois globos permanecendo assim até os anos 70 quando foram substituídos pela iluminação de mercúrio anterior ao Rio-Cidade, os postes devem ter sido vendidos como sucata e derretidos, mas existe um desse jeito só sem os combustores num larguinho perto do Largo da Cancela em São Cristóvão
tumminelli 16/08/04 11:24 …
Ontem vi um poste numa pracinha, que se não me engano chama-se largo do Piolho. Ele era muito pareceido com de cima. Está destruido, sem globos ou luminarias. Ia fotografar, mas a area tava com um trma esquisita e depois caiu no esquecimento. mas volto lá e fotografo.
bwanis 16/08/04 11:45 …
Nossa!!!
Essa calçada era linda!!!!
:))
Antolog 16/08/04 12:01 …
Pena que este ângulo não dá para ver com detalhes a rua Miguel Couto, mas na direção da escada é a rua do Ouvidor, que na época era a que tinha as lojas mais sofisticadas do Rio, certo?!?!
alvarogabriel@openlink.com.br 16/08/04 12:25 …
Aquele prediozinho na esquina (atual) da Rua do Ouvidor com Av. Rio Branco, onde ficava (fica?) a Perfumaria Carneiro é do tempo dessa foto?
andredecourt 16/08/04 12:28 …
Roberto acho que é aí mesmo, o nome do largo é extra oficial, ele fica entre as ruas da Liberdade e Emancipação, os combustores foram adaptados para globos circulares, como os antigos à gás, mas hoje ele está lá largado bem ruim
soteripolitano 16/08/04 13:36 …
Muito legal o seu flog! Adoro.
Pharmacia Central do Brazil 16/08/04 17:50 …
Obrigado pela atençao
vodca 16/08/04 21:39 …
O que é esse seu flog? Maravilhoso!!! Tenho ficado um bom tempo visitando as fotos anteriores. Parabéns.
Luiz Henriques Neto 25/02/07 9:04 …
Os prédios da Miguel Couto estão lá até hoje, mas um deles está à venda.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

What is 11 + 7 ?
Please leave these two fields as-is:
IMPORTANTE! Para evitar a quantidade enorme de spams, você precisa responder a conta para provar que você é gente de verdade...