Estamos hoje com um post duplo com o Saudades do Rio que mostrou a Praça Ferreira Viana, posteriormente Praça Floriano logo depois das reformas de Pereira Passos, com muitos imóveis da avenida ainda sendo construídos, inclusive o próprio Municipal ( http://fotolog.terra.com.br/luizd:2337 ).
Nossa foto é do momento imediatamente anterior, o do início das obras de urbanização do grande prefeito. Vemos aqui o processo  ainda tímido, com a Rua da Guarda Velha sendo alargada, e também temos, principalmente com a foto em alta uma ótima noção da largura da velha rua, que suportava apenas uma linha de bonde, talvez não muito mais larga que uma Ouvidor ou Gonçalves Dias, e mais ainda, que a rua que conhecemos hoje e resultado de um novo alargamento, este determinado por uma PA criado no Plano Agache.
A Praça Ferreira Vianna, na frente do Conselho Municipal e a principal rota para os novos bairros do sul via Passeio tinha a aparência comum a cidade velha, inóveis arruinados, outros disformes por várias reformas sem projeto ao longo dos anos, calçamento precário e quase ausência de arborização pública, sendo completamente inadequada ao que propunha.
Na foto vemos além do adiantado trabalho de demolição dos imóveis da Guarda Velha, vemos também o trabalho de desmontagem do chafariz de ferro fundido que logo após as obras foi transferido para a orla de Botafogo estando na Praça Nicaragua até hoje, seco como quase todos os chafarizes da cidade.
Ao fundo podemos vislumbrar o teto do velho prédio do Liceo de Artes e Ofícios, bem como as varandas do Teatro Lírico. O ramal que se junta ao que vinha da Rua da Guarda Velha era também simples e se originava da Rua da Ajuda.