Em mais uma imagem do acervo particular de Myriam Gewerc temos nessa não muito nítida imagem uma visão da pouquíssima frequentada Praia de Ipanema em 1928.
Enquanto grande parte dos que procuravam uma praia para banho de mar ainda não se aventuravam nas praias fora da Baia da Guanabara, e Copacabana começava construir a sua fama, como balneario chic, Ipanema era uma praia para iniciados.
Praticamente frequentada por moradores ou pessoas que queriam fugir do burburinho em Copacabana e principalmente confiavam nos seus talentos para enfrentar o mar, pois o serviço de “banhistas” em suas areias era esparso, a badalada praia dos dias de hoje era praticamente um deserto.
Mesmo com a foto tão maltratada pelo passar dos anos, na realidade a imagem estava praticamente velada, ou por algum processo químico durante esses 80 anos, ou já foi revelada assim; podemos perceber uma areia praticamente lisa, pouquíssimo pisoteada pelos frequentadores, como ainda vemos em praias em lugares pouco acessíveis nos dias de hoje.
Conta-se nas mãos o número de pessoas nas areias em uma grande extenção e há apenas duas barracas, uma do tipo guarda-sol e outra do tipo tenda, na moda à época para abrigar grupos maiores ou famílias.
Na avenida vemos apenas casas, e bem espassadas entre si, algo completamente diferente dos dias de hoje.
Foto acervo: Myriam Gewerc