andredecourt's Foto von 18.01.08 

Hoje teremos um post duplo com o Saudades do Rio, relacionando post’s dessa semana que mostravam construções que existiam no Russel ( http://fotolog.terra.com.br/luizd:1054 http://fotolog.terra.com.br/luizd:1061 http://fotolog.terra.com.br/luizd:1064 ) que foram enviadas ao Saudades por Márcio M. Bohid.
Nossa foto, do arquivo da família e de autoria de Brun, mostra a região vista de cima do Hotel Glória na metade dos anos 20. Infelizmente a foto é um fragmento de uma Revista da Semana que tinha uma matéria sobre o Clube de Regatas do Flamengo que tinha sido guardada por minha Tia-Avó Maria, na época nadadora do clube.
Primeiramente vamos nos ater nas construções que aparecem, mais detalhadamente em seus telhados e torres.
No pé da foto, à direita, vemos os profundos telhados e as curiosas torres em estilo florentino do Villino Silveira, construído por Vizi. É interessante que a casa que na frente se mostra um obra extravagante e até mesmo desconcertante segue em direção ao fundo como uma comportada construção, tendo os seus telhados nenhum diferencial com os das construções vizinhas.
A grande casa a seguir é a da Família Pareto, projetada porThomas Driendl, tão bem documentada nas fotos do Saudades do Rio, um clássico exemplo de morada das aristocráticas famílias do início do séc. XX, que antenadas a nova ordem da cidade construíam seus palacetes e castelinhos à beira mar, inicialmente acompanhando a bela avenida construía por Passos contornando a Guanabara rumo à Zona Sul, que re-qualificava um litoral ignorado, como em breve no novo bairro oceânico que surgia, Copacabana.
Após a casa dos Pareto, temos o Hotel Wilson, construído pela família Chermont de Brito em 1912, mas que na década de 20 já tinha se transformado em um hotel de porte pequeno e muito procurado por famílias, como já falamos aqui no flog ( http://www.rioquepassou.com.br/2005/08/02/http://www.rioquepassou.com.br/2008/01/10/), nesse angulo podemos ver que o prédio do hotel era tão profundo como o palacete da família Pareto, sendo ainda mais longo, pois o Hotel Wilson já era alinhado com a Praia do Flamengo.
Na esquerda inferior da imagem vemos que poucos anos depois da feliz urbanização de Passos a região já estava densamente arborizada, na foto vemos também os trilhos de bonde que vinham do Largo da Glória rumo ao Flamengo por um ramal litorâneo , que fazia o trajeto alternativo à Rua do Catete, se comunicando com a Garagem do Largo do Machado nas Ruas 2 de Dezembro e Machado de Assis, e se tornando linha interna na Rua Tucuman.
Nas águas da baía vemos o píer do Palácio do Catete, com seu quiosque em estrutura metálica bem no meio. Esse píer além de usado pela presidência era utilizado pelo Flamengo e foi por ele usado até sua ruína.
Na direita média da foto vemos os jardins do Palácio do Catete com densa vegetação e aléia de palmeiras imperiais e indo em direção ao topo da imagem os Bairros do Catete e Flamengo.
Foto: Brun
Fonte: Revista da Semana
Acervo: Arquivo da Família
 

Comments (3)

luiz_o 18.01.08 10:41 …

Com esta foto aérea você resumiu todas as publicações sobre estas casas. Muito bom.

derani 18.01.08 11:03 …

Ótima!
Uma panorâmica geral.

flaviom 18.01.08 15:42 …

Ajudou demais para entender essas casas…